crosscare migrant project
LIVING IN IRELAND: An Integration Website for Migrants living in Ireland

Imigração FAQs

Share |

 

1. Eu tenho permissão de trabalho A empresa que eu trabalho fechou. Minha permissão de trabalho continua válida para mais um ano. Eu posso trabalhar para outro empregador?

Não. O visto de permissão de trabalho é emitido somente para o trabalho e empregador que o solicitaram , se você mudar de empregador você deve primeiramente solicitar um novo visto de permissão de trabalho.

2. Eu tenho permissão de trabalho .Eu moro na Irlanda há 4 anos. Minha esposa veio para ficar comigo no ano passado.Ela pode trabalhar na Irlanda?

Não. Sua esposa terá o carimbo 3 que é a permissão de permanecer no país. O carimbo 3 não permite que sua esposa trabalhe na Irlanda.

Todavia , se seu primeiro visto de trabalho tiver sido emitido antes de 1º de junho de 2009 e vocês eram casados antes desta data, então sua esposa poderia solicitar a permissão de trabalho de Cônjuge/Dependente. Os requerimentos seguintes não se aplicam para permissões de trabalhos Cônjuge/Dependentes :

  • Salário Inicial de €30,000
  • Teste de Mercado de Trabalho (anúncios de empregos através do “FAS/EURES” e em jornais locais e nacionais)
  • Categorias de trabalhos inelegívies
  • Taxa

Se a sua permissão de trabalho tiver sido emitida depois de 1º de june de 2009, então sua esposa terá que fazer uma solicitação de visto de trabalho padrão para que possa trabalhar na Irlanda.

3. Eu tenho o carimbo 4 Residência de Longo Prazo.Meu marido tem o carimbo 3. Eu originalmente vim para Irlanda com visto de permissão de trabalho. Meu marido pode mudar para o carimbo 4?

Não. Após 5 anos com o carimbo 3 o seu marido poderá solicitar Residência de Longo Prazo. A Residência de Longo Prazo que será concedida a ele será o carimbo 3 por 5 anos. Não lhe seria concedido o carimbo 4 Residência de Longo Prazo.
Se tivesse sido concedido ao seu marido uma permissão de trabalho Cônjuge/Dependente e sido mudado para o carimbo 1, então depois de 5 anos com o carimbo 1 ele poderia solicitar o carimbo 4 Residência de Longo Prazo.

4. Eu tenho visto de estudante. Minha esposa tem visto de trabalho.Nós nos casamos recentemente. Eu posso mudar meu estado imigratório?

Sim.Você deve ir ao escritório de imigração local com sua esposa.Você deve levar os seguintes documentos : certidão de casamento, seu passaporte e de sua esposa, a permissão de trabalho atual da sua esposa e o seu P45 para provar que você não está trabalhando. O seu estado imigratório mudará para o carimbo 3.

5. Qual é a diferença entre o carimbo 4 e o carimbo 5?

O carimbo 4 pode ser emitido por muitas razões diferentes, por exemplo, refugiado, cônjuge/parceiro de um cidadão irlandês; genitor (a) de uma criança irlandesa; permissão para permanecer humanitária. Dependendo do tipo de carimbo que você tiver você pode precisar solicitar uma renovação de sua permissão para permanecer, e providenciar mais documentos para isto. Contudo, se você tiver o carimbo 4 Residência de Longo Prazo,então você pode renová-lo automaticamente no escritório de imigração local a cada 5 anos.

O carimbo 5 é um tipo de residência permanente e é válido com base no seu passaporte,por exemplo,se o seu passaporte é válido por 10 anos, então o seu carimbo 5 será válido por 10 anos e o seu cartão do GNIB será emitido por 10 anos também. O carimbo 5 é simples de ser renovado.Você precisará enviar o seu passaporte novo para “Without Condition Endorsement Section “ e um novo carimbo 5 será colocado nele .Você não precisa forncecer quaisquer outros documentos.

Nao há diferença dos direitos e benefícios para pessoas com o carimbo 4 e carimbo 5.

6. Qual a diferença entre o carimbo 5 e o carimbo 6?

O carimbo 5 é um tipo de residência permanente e é também chamado endosso “Without Condition as to Time” . Você pode solicitá-lo se você tiver 8 anos de residência reconhecidana Irlanda. Residência reconhecida é geralmente o carimbo 1,carimbo 3 ou carimbo 4.

O carimbo 6 é também chamado endosso “Without Condition”. Ele é para cidadãos com duas nacionalidades. Se você tiver cidadania irlandesa e outra cidadania ,então você pode solicitá-lo. O carimbo 6 será colocado no seu outro passaporte como evidência de sua cidadania irlandesa.Não será emitido o cartão do GNIB porque você é um cidadão irlandês.

7. Como eu posso solicitar o carimbo 5?

Você deverá ter 8 anos de residência reconhecida com base no seus carimbos da imigração para solicitá-lo.Geralmente os carimbos 1,3 e 4 serão contados. Se você tiver o carimbo 4 você deverá esperar até você ter 6 meses restantes antes de solicitá-lo . Se você tiver o carimbo 4 Residência de Longo Prazo, você nao poderá solicitar o Carimbo 5.

Não há formulário. Você deverá escrever uma carta de apresentação e fornecer os seguintes documentos : 2 cópias coloridas do seu passaporte atual, uma cópia do seu cartão do GNIB e uma prova de seu endereço atual (por exemplo , uma fatura emitida).

Você deverá enviar sua solicitação para “Without Condition Endorsement Section, INIS, 3rd Floor, 13-14 Burgh Quay, Dublin 2.”

O tempo de processamento atual é de 10 semanas.

8. Como eu posso solicitar o carimbo 6?

Não há formulário. Você deverá escrever uma carta de apresentação e fornecer os seguintes documentos:

  • Seu passaporte irlandês original ou o seu certificado original de naturalização.
  • O seu( outro) passaporte original.

Voce deverá enviar sua solicitação para “Without Condition Endorsement Section, INIS, 3rd Floor, 13-14 Burgh Quay, Dublin 2.”

O tempo de processamento atual é de 1-2 semanas.

Voce poderá também ter uma consulta marcada.As consultas marcadas estão disponíveis nas manhãs de terças e quintas-feiras das 10am ás 11.30am. Você poderá marcar sua consulta ligando para a linha de atendimento da Imigração (01) 6167700 e escolhendo a opção 3 e depois a opção 5.

9. Eu tenho visto de trabalho. Eu gostaria de convidar meus pais para me visitarem na Irlanda. O que eles precisam para solicitar o visto de visita?

TEles precisarão preencher o fomulário do visto online. Eles devem completar os formulários separadamente e estão disponíveis somente em inglês.Existem guias de informações em línguas diferentes na website” Irish Naturalisation and Immigration Service’s (INIS).”
Eles devem provar que retornarão para o país de residência e devem mostrar que possuem (ou você)fundos suficiêntes para suas estadias na Irlanda. Eles não precisarão ter seguro de viagem.
Uma lista atualizada de documentos que devem ser fornecidos juntamente com a solicitação do visto está disponível na webste da INIS .
Se você quiser mais informações contate a Crosscare Migrant Project.

10 . Eu tenho o carimbo 4 com base no meu casamento com cidadão irlandês. Meus pais estão vindo me visitar na Irlanda por 3 meses. E possível prolongar a estadia deles na Irlanda? Eles poderiam solicitar o carimbo 0?

Não. O visto de visita é emitido somente por um período de 3 meses. Visitas somente podem ser prolongadas em circunstâncias humanitárias excepcionais, como por exemplo, se seus pais ficarem doentes enquanto estão na Irlanda. Nesta situação eles podem ser concedidos o carimbo 0 ,porém por um de tempo específico somente.

11. Eu sou cidadã irlandesa. Eu posso solicitar que meu marido se reuna comigo na Irlanda?

Sim. Contudo, cidadãos irlandeses não tem o direito automático de reunificação com a família.Se seu marido é de um país que requer visto , então vocês terão que fornecer a história do relacionamento de vocês com a solicitação do visto dele.
Uma lista atualizada dos documentos que devem ser fornecidos com a solicitação está disponível na website INIS.
Se você quiser mais informações contate a Crosscare Migrant Project ou leia nossa ficha infomativa para membros da família de cidadãos irlandeses.

12. Eu recentemente me tornei cidadão irlandês. Eu posso solicitar reunificação familiar para os meus pais virem morar comigo na Irlanda?

Os cidadãos irlandeses nao tem elegibilidade automática para reunificação familiar.Você pode solicitar para seus pais se reunirem com você na Irlanda,mas eles precisariam provar que eles são auto-suficiêntes e não serão um peso financeiro para o Estado.

Se você quiser mais informações contate a Crosscare Migrant Project ou leia nossa ficha informativa para membros da família de cidadãos irlandeses .

13. Eu gostaria de mudar para a Irlanda. Eu nao pertenço a “EEA” .Como eu posso fazer isto?

Isto dependerá de como você gostaria de imigrar para a Irlanda. Se você quiser visitá-la como turista , então isto dependerá do acordo entre a Irlanda e seu país. Pode ser que seja necessário você solicitar um visto.

Se você quiser se mudar e morar na Irlanda, então haverá alguns requerimentos dependendo se você quiser estudar, trabalhar ou se reunir com membros da família na Irlanda. Você deve pesquisar na website “Irish Naturalisation and Immigration Service” para ver quais são suas opções de imigração. “Irish Naturalisation e Immigration Service” foi estabelecida em 2005 para fornecer um ‘ one stop shop’(serviços centralizados) em relação a asilo político, imigração, cidadania e vistos. Para mais informações visite : www.inis.gov.ie.

14. Recentemente nasceu minha primeira filha. Ela é cidadã irlandesa.Eu tenho o carimbo 3 e meu marido tem Residência de Longo Prazo. Eu poderia mudar para o carimbo 4 ?

Sim. Pais de crianças cidadãs irlandesas que não pertecem a “EEA” tem o direito de trabalhar e de residência na Irlanda de acordo com a Regulamentação da Corte Européia de Justiça no caso Zambrano.

Você deverá ir ao Oficial de Imigração local com sua filha. Você e levar o seu passaporte,o cartão atual do GNIB , o passaporte irlandês e a certidão de nascimento original de sua filha e um comprovante de endereço ,como por exemplo, um fatura emitida.

O Oficial de Imigração poderá mudar seu estado imigratório para o carimbo 4. Se ele não puder fazer isto eles podem pedir para que você escreva para “Repatriation Division” no Serviço de Naturalização e Imigração.

Visite a website “Irish Naturalisation and Immigration Service” para mais informações www.inis.gov.ie.

15. Eu tenho visto de trabalho. Eu tenho tido vistos de trabalho por 5 anos. Eu poderia mudar para o carimbo 4 ?

Sim. Se você tem obtido vistos de trabalho por 5 anos consecutivos você poderá solicitar o carimbo 4 temporaríamente que é válido por um ano. Contudo, se você tiver intervalos entre os carimbos da imigração por mais de 6 meses então voce poderá não estar qualificada para o carimbo 4.

Você tambêm poderá solicitar a Residência de Longo Prazo (carimbo 4) quando você tiver 60 meses de residência. A residência de 60 meses é baseada somente nos seus carimbos da imigração e não nos seus vistos de trabalhos.

16. Como eu poderia solicitar a Residência de Longo Prazo?

Aplicações para Residência de Longo Prazo na Irlanda são processadas atualmente como um esquema administrativo.As pessoas que tem residido legalmente no Estado por um período mínimo de 5 anos (ex.60 meses) com base na permissão de trabalho/autorização de trabalho/condições de visto de trabalho podem solicitar a Residência de Longo Prazo.

17. Eu tenho Permissão para Negócios. Eu poderia solicitar a Residência de Longo Prazo?

Não. No momento não é possível pessoas com Permissão de Negócios solicitarem a Residência de Longo Prazo. O Serviço Irlandês de Naturalização e Imigração estão revendo isto.

18. Como eu posso solicitar a Residência de Longo Prazo?

Não há formulário. Você deverá escrever uma carta de apresentação fornecendo uma lista dos carimbos da imigração desde sua vinda a Irlanda. Voce deve fornecer os seguintes documentos:

  • Cópias de todos os vistos de trabalho
  • Uma cópia do seu cartão do GNIB atual
  • Cópias de todos os seus passaportes desde sua chegada no país.

Voce deverá enviar seu pedido para:“Long Term Residency Section, PO box 12079,Dublin 1” O tempo de processamento atual é de 6 meses.

19. Eu tenho visto de estudante. Eu tenho um relacionamento com um cidadão do “EU” por 3 anos.Eu posso solicitar o carimbo 4?

Sim. Você pode solicitar para residência com base em ser um membro da família de um cidadão do “EU”.

Directiva 2004/38/EC sobre o direito de cidadãos da União e membros de suas famílias se locomoverem e residirem livremente dentro do território dos Estados Membros (a “Directiva”) tomou efeito na Irlanda pelas Comunidades Européias (Livre Locomoção de Pessoas) Regulamentos 2006 e 2008 ( os “Regulamentos”).
O Directiva e Regulamentos aplica a cidadãos da União Européia, cidadãos dos estados membros do “EEA” e cidadãos da Suiça que podem se locomover ou residir em um outro Estado Membro da União Européia além da qual eles são nacionais, e aos membros de suas famílias que podem acompalhá-los ou juntar-se a eles.
É muito importante que o seu parceiro cidadão da “EU” esteja exercitando seus Direitos do Tratado da UE. Isto significa que eles devem estar empregados, registrados como estudante com seguro de saúde contra todos os riscos e tenham fundos suficiêntes para manterem suas famílias.

Você deve completer o formulário “EU1” e submetê-lo juntamente com a documentação requerida para “EU Treaty Rights Section, Irish Naturalisation and Immigration Service, 13/14 Burgh Quay, Dublin 2. Você deverá tambêm fornecer provas documentadas de seu relacionamento; por exemplo, faturas emitidas conjuntas, locação residencial conjunta, fotos,registro de ligações. O “EU Treaty Right Section” geralmente procurará por provas de 2 anos de relacionamento.

Geralmente após sua solicitação ter sido submitida o “EU Treaty Rights Section” escreverá uma carta aconselhando você a ir ao seu Oficial de Imigração local para obter uma permissão temporária, o carimbo 4 por 6 meses.

O tempo de processamento atual é de no máximo 6 meses.

20. Eu tenho visto de estudante. Eu tenho um relacionamento com um cidadão irlandês por 2 anos. Eu posso solicitar mudança no meu estado imigratório?

Sim. Você precisará provar que você tem estado em relacionamento com seu parceiro cidadão irlandês por pelo menos 2 anos e ter provas documentadas do relacionamento (na Irlanda ou fora dela),por exemplo, fatura emitidas conjuntas, locação residencial conjunta,fotos,registro de ligações.

Não há formulário. Você deverá escrever uma carta de apresentação dando detalhes do seu histórico imigratório no país como também a história do seu relacionamento. Esta solicitação deverá ser submetida para “General Immigration Division,3rd Floor,Irish Naturalisation and Immigration Service,13/14 Burgh Quay,Dublin2.

Você deverá estar apto a mostrar a data inicial do relacionamento com base na documentação fornecida.Para mais informações leia nossoa ficha informativa para parceiros de cidadãos Irlandeses.

O tempo de processamento atual é de 2-5 meses.

21. Minha filha nasceu na Irlanda. Eu posso solicitar o passaporte Irlandes para ela ?

Desde 1º de janeiro de 2005 uma criança nascida na Irlanda não se torna automaticamente cidadã Irlandesa. A residência dos pais da criança é levada em consideração. Se nenhum dos pais for um cidadão irlandês então pelo menos uns deles terá que ter 3 anos de residência reconhecida, antes do nascimento da criança. Residência reconhecida geralmente inclui o carimbo 1, carimbo 3,carimbo 4 e o carimbo 5.

O mesmo se aplica aos pais cidadãos do “EEA”. Eles devem estar aptos a provarem que eles tem sido residentes no Estado por 3 anos ou mais, antes do nascimento de seus filhos.Eles devem também assinar uma declaração para confirmar isto na presença de uma testemunha autorizada.

Para mais informações visitar a website do Departmento de Relações Exteriores: http://www.dfa.ie/home/index.aspx?id=263.

22. Eu tenho permissão de trabalho.Eu tenho dois filhos e gostaria de trazê-los para Irlanda.Quais são os requerimentos para fazer isto?

Você deve estar trabalhando por 12 meses com uma permissão de trabalho e deverá ganhar acima do limite que qualificaria sua família para o Suplemento da Renda Familiar. O Suplemento da Renda Familiar é um pagamento semanal isento de taxax para pessoas com salários baixos. Os limites de renda são:

Se voce tiver : Você se qualificará para “FIS” se sua renda semanal familiar for menor de:

  • 1 criança   €506
  • 2 crianças  €602
  • 3 crianças  €703
  • 4 crianças  €824
  • 5 crianças  €950
  • 6 crianças  €1066
  • 7 crianças  €1202
  • 8 crianças  €1298

Uma lista atualizada de documentos que devem ser fornecidos com a solicitação está disponível na website da “INIS”.
Se você quiser mais informações contate a Crosscare Migrant Project.

23. O que é o programa “ Start-Up Entrepreneur”?

O programa “Start-Up Entrepreneur” é para cidadãos não originários da “EEA”com uma idéia inovadora de negócios.Os candidatos devem mostrar que tem acesso a €75.000 para investir no empreendimento.Se sua solicitação for aprovada lhe será concedido residência por 2 anos, de início. Depois você poderá solicitar a renovação por mais 3 anos . Uma vez que vocé tiver completado 5 anos você poderá renovar o seu estado imigratório a cada 5 anos.

O projeto não é para varejo , serviços pessoais, “catering” ou negócios similares.

Para maiores informações visite : http://www.inis.gov.ie/en/INIS/Pages/New%20Programmes%20for%20Investors%20and%20Entrepreneurs ou contate :investmentandstartup@justice.ie

24. O que é “Immigrant Investor Programme?”

The Immigrant Investor Programme e para cidadãos não originários da “EEA” que estabelecem compromisso para um investimento na Irlanda, por exemplo:

  • Uma once-off doação de €500,000 para o beneficiar projeto público artes, sportes, saúde, cultura ou educação
  • Investimento de pelo menos 1,000,000 em um novo ou existente negócio Irlandês por no mínimo 3 anos.
  • Um investimento de pelo menos 2,000,000 em um juros baixos especial do caução do investidor imigrante.
  • Investimento misto de pelo menos €1,000,000 em bens e um caução do imigrante investidor.

Se sua solicitação for aprovada lhe será concedido residência por 2 anos de início. Depois você poderá solicitar renovação por mais 3 anos. Uma vez que você tiver completado 5 anos você poderá renovar seu estado imigratório a cada 5 anos.

Se sua solicitação for aprovada lhe será concedido residência por 2 anos de início. Depois você poderá solicitar renovação por mais 3 anos. Uma vez que você tiver completado 5 anos você poderá renovar seu estado imigratório a cada 5 anos. Para mais informações visite : http://www.inis.gov.ie/en/INIS/Pages/New%20Programmes%20for%20Investors%20and%20Entrepreneurs or contate:investmentandstartup@justice.ie

25. Eu tenho o carimbo 4 por ser genitor (a) de uma criança irlandesa. Minha filha veio para Irlanda para se reunir com a família quando ela tinha 12 anos de idade. Ela tem agora o carimbo 4 . Ela se inscreveu para a concessão de estudante ,mas sua solicitação foi recusada. Por quê isto aconteceu?

Ela nao é elegível a ter concessão de estudante porque ela tem o carimbo 4 baseado no seu estado imigratório. Para mais informações visite :www.studentfinance.ie

26. Eu tenho o carimbo 4 baseado no meu cônjuge que é cidadão (a) Irlandês (a). Meu filho tem o carimbo 4 por ser dependente da mãe dele. Ele mora na Irlanda há 8 anos. Que taxas ele precisaria pagar para estudar em uma universidade na Irlanda? Ele é elegível a se inscrever para concessão de estudante?

Ele deverá pagar taxas da “EU”. Se ele se tornar cidadão irlandês antes dele começar seu curso na universidade então ele seria elegível a “ taxas livres” . De acordo com seu estado imigratório ele é elegível a solicitar concessão de estudante porque ele tem o carimbo 4 com base em ser dependente de um cidadão (a)irlandês(a) . Para mais informações visite: www.studentfinance.ie

27. Eu tenho o carimbo 3 com base no meu cônjuge. Eu posso estudar na Irlanda?

Sim, desde que o seu curso não involva trabalho estagiário remunerado, você pode financiá-lo por conta própria e não obter qualquer apoio do Estado.

28. Eu gostaria de estudar na Irlanda?Quais são as minhas opções de estudos?

Desde janeiro de 2011 estudantes são limitados a estudar na Irlanda por no máximo 7 anos. Três anos podem ser usados para estudar Inglês ou cursos de nível 5 ou 6 no “National Framework of Qualifications”.

Depois disto você deverá passar para o nível 7 or acima. Você pode estudar neste nível por 4 anos no total.Quando você tiver completado 7 anos de estudos é esperado que você deixe o país,pois você terá completado os seus estudos ou você poderá transferí-lo para o Programa Graduação.

O Programa de Graduação é para estudantes que adquirem qualificação para o nível 7 ou acima no” National Framework of Qualification”. Se você se qualificar para o nível 7, você poderá ter o Programa de Graduação por 6 meses. Se você for qualificado para nível 8, você poderá ter o Programa de Graduação por 12 meses.

29. Eu sou estudante na Irlanda. Eu posso ser empregado autônomo?

Não. Estudantes somente são ilegíveis a trabalhar 20 horas como empregado durante o período escolar, e 40 horas durante as férias.

30. Eu tenho visto de estudante. Eu posso trazer meu filho para a Irlanda?

Não. A norma geral do Serviço de Naturalização e Imigração é de não conceder permissão de familiares de estudantes se reunirem na Irlanda.

31. Meu estado imigratório na Irlanda é com base no meu cônjuge. Nós nos separamos. O que eu posso fazer para renovar minha permissão de permanência na Irlanda?

Você precisará informar o seu Oficial de Imigração local se você tiver separado ou divorciado de seu cônjuge.
Se você poderá ou não renovar seu estado vai depender do tipo de estado imigratório que você tiver. Pode ser que seja possível renová-lo, independentemente.
Contate a Crosscare Migrant Project para mais informações.

32. Meu estado imigratório é com base no meu cônjuge. Meu cônjuge é violento comigo.O que eu posso fazer?

Você pode contactar uma organização de apoio para pessoas em relacionamentos violentos e abusivos. Se você for mulher contate na sua localidade “women’s domestic service” - para uma lista completa de organizações de apoio contra a violência doméstica as mulheres visite : www.safeireland.ie. Se você for homem você pode contactar Amen: www.amen.ie.
A organização de apoio contra a violência doméstica fornecerá apoio prático e emocional, informações e defesa.
Você pode denunciar seu cônjuge por qualquer ataque físico ou sexual a Gardaí (policia) e/ ou procurar por uma ordem de proteção civil das cortes. A organização de apoio contra a violência doméstica também poderá te dar informações sobre isto.
Se você tiver sido agredida fisicamente você deverá ir a um médico ou hospital para ter certeza que suas lesões serão tratadas e documentadas.
Voce precisará informar o seu Oficial de Imigração local da situação.
Contate a Crosscare Migrant Project para mais informações.

Lista de Verificação para INIS e GNIB

Share |

Lista de Verificação para requerimentos ao Serviço Irlandês de Naturalização e Imigração (INIS - Irish Naturalisation and Immigration Service)

Quando fizer um requerimento ao Serviço Irlandês de Naturalização e Imigração, certifique-se de:

  • Manter uma cópia de toda documentação enviada referente à sua solicitação
  • Enviar toda a documentação referente à solicitação como carta registrada, para ter um comprovante de envio
  • Se enviar o passaporte, avise aos correios para que essa informação seja incluída no comprovante de envio
  • Sempre envie carta de apresentação informando identidade pessoal, (por exemplo: 123456-12); número da solicitação (por exemplo: 1234567-CITZ-12) ou número do departamento (por exemplo : 69/12345/00).
  • Se mudar de endereço enquanto aguarda uma resposta do Serviço Irlandês de Naturalização e Imigração, informe-lhes o endereço novo por escrito.
  • Manter as cartas originais que você receber do Serviço de Imigração e Naturalização Irlandês em lugar seguro. Em geral os INIS não emitem cópias de cartas enviadas.

No Garda Imigration Bureau ou no escritório de Imigração Local

Quando você se apresentar no No Garda Imigration Bureau ou no escritório de Imigração local, observe:

  • Não é função dos funcionários GNIB ou os agentes de imigração locais fornecer informações. Sua função principal é aprovar os passaportes e emitir cartões GNIB.
  • É seu direito pedir para falar com um supervisor.

Informações de Imigração

Share |

Ressalva: Estas informações são apenas para orientação. A política e a legislação oficiais estão sujeitas a mudanças. Consulte o Irish Naturalisation and Immigration Service (Serviço Irlandês de Naturalização e Imigração) para obter as informações mais recentes: www.inis.gov.ie

O INIS (Irish Naturalisation and Immigration Service, Serviço Irlandês de Naturalização e Imigração) e o GNIB (Garda National Immigration Bureau, Escritório de Imigração da Guarda Nacional) são os dois órgãos que administram o sistema de imigração.

As sedes do INIS e do GNIB estão localizadas em 13/14 Burgh Quay, Dublin 2.

Onde posso me cadastrar no Garda National Immigration Bureau (Escritório de Imigração da Guarda Nacional)?

Se você mora em Dublin, deve comparecer aos escritórios do GNIB, em 13/14 Burgh Quay, Dublin 2.

Se morar fora de Dublin, deve comparecer à sede distrital da Guarda para se registrar com o Oficial de Imigração. Entre em contato com o Garda Station (Posto da Guarda) local para obter mais informações. Você pode obter o endereço da Sede Distrital da Guarda no site www.citizensinformation.ie , em ‘Find an address’.

Quando se registrar no GNIB, você receberá um Certificado de Registro, na forma de uma carteira do GNIB. Essa carteira traz informações sobre a sua situação de imigração. No momento, a taxa para emissão da carteira do GNIB é de €150. Esta pode ser paga com cartão de débito/crédito ou transferência bancária. Para obter mais informações em inglês, acesse: www.garda.ie.

IMPORTANTE: Mantenha sua situação imigratória sempre atualizada. Se houver qualquer problema, como por exemplo um atraso na renovação de sua permissão de trabalho, entre em contato com seu Oficial de Imigração, que lhe dará um carimbo temporário com validade de pelo menos 3 meses.

Volta ao Topo

Informações para os jovens

Eu tenho 16 anos. Preciso me registrar no Garda National Immigration Bureau (Escritório de Imigração da Guarda Nacional), como meus pais?

Yes. Todos os jovens precisam se registrar no GNIB quando completam 16 anos. Seus pais devem acompanhá-lo ao Oficial de Imigração local.

Observação: Não existe um carimbo específico para jovens que vêm à Irlanda ficar com seus pais. Portanto, você receberá um carimbo 2 ou 2A ou, em alguns casos, um carimbo 3. Normalmente, o carimbo 2/2A não contribui para a obtenção da cidadania, mas no seu caso contará como tempo de residência para naturalização, contanto que seus pais sejam registrados no GNIB ou tenham cidadania irlandesa.

Volta ao Topo

Solicitações de visto

Desde 2008, os cidadãos de alguns países precisam solicitar o visto irlandês pela Internet. As informações para o preenchimento do formulário on-line estão disponíveis em vários idiomas em www.inis.gov.ie.

Para solicitar on-line, acesse: www.visas.inis.gov.ie

Esse formulário pode ser preenchido somente em inglês. Quando terminar de preencher o formulário, envie-o e imprima uma folha de resumo. Essa folha traz o endereço da principal embaixada/consulado da Irlanda ou setor de vistos para onde a solicitação e os documentos correspondentes devem ser enviados.

Meu casamento aconteceu em uma cerimônia religiosa fora da Irlanda. Gostaria de trazer meu cônjuge para a Irlanda. Como proceder?

Se seu cônjuge for originário de um país com exigência de visto, ele(a) deve solicitar um visto tipo D, para acompanhamento de cônjuge. Você deve fornecer informações sobre seu relacionamento antes do casamento, provas de que mantêm contato quando não estão juntos, certidão de casamento, fotos de sua cerimônia de casamento e informações sobre seu relacionamento desde que se casaram. Também recomendamos registrar seu casamento junto às autoridades civis para receber uma certidão de casamento oficial. Caso tenha visitado seu cônjuge depois do casamento, você deve apresentar as passagens e carimbos no passaporte.

Volta ao Topo

Viagens ao exterior durante a residência na Irlanda

Preciso de visto para ir ao Reino Unido?

Depende da sua nacionalidade. Se você é originário de um país para o qual é necessário visto para o Reino Unido (incluindo Irlanda do Norte), precisará solicitar um visto. Caso não seja necessário visto de seu país para o Reino Unido você não precisará de visto, mas pode estar sujeito ao controle de imigração na chegada.

Border People - Para obter informações sobre a travessia da fronteira da Irlanda do Norte, acesse a página: www.borderpeople.info

Volta ao Topo

Resumo dos carimbos de imigração

Existem 4 carimbos de imigração principais. Segue abaixo um resumo de cada um:

Carimbo de imigração

Exemplo

Carimbo 1

Emitido para quem recebeu permissão de trabalho, permissão de residência, permissão de trabalho para dependente de cônjuge, permissão para abrir um negócio

Carimbo 1A

Emitido para estudantes de contabilidade, para fins de treinamento em tempo integral

Carimbo 2

Emitido para estudantes matriculados em curso de período integral de instituição reconhecida pelo Department of Education and Science (Ministério da Educação e Ciência). Esses estudantes podem trabalhar 20 horas semanais durante o período letivo e em tempo integral durante as férias.

Carimbo 2A

Emitido para estudantes matriculados em cursos não reconhecidos pelo Department of Education (Ministério da Educação). Esses estudantes não têm permissão para trabalhar.

Carimbo 3

Emitido para originário de país não pertencente à EEA, cônjuge ou dependente de um detentor de permissão de trabalho; para visitante originário de país não pertencente à EEA; para aposentado independente originário de país não pertencente à EEA ou para ministro religioso ou membro de ordem religiosa originário de país não pertencente à EEA

Carimbo 4

Emitido para membro da família de pessoa originária de país pertencente à EEA, que não seja originário da EEA; para cônjuge/parceiro de cidadão irlandês, não originário da EEA; para refugiados, refugiados de programas humanitários, indivíduos beneficiários de reunificação familiar de acordo com a Refugee Act (Lei sobre refugiados) de 1996 (aditada))

Carimbo 4EU FAM

Emitido para parente, não originário da EEA, de cidadão de país da UE, quando se qualificar de acordo com a Regulamentação das Comunidades Europeias (Livre Circulação de Pessoas) de 2006. Consulte www.inis.gov.ie

Observação: Os portadores de autorização para trabalho/visto de trabalho receberam o Carimbo 4, mas este sistema foi substituído pelo programa de permissão de residência.

Volta ao Topo

Caminhos para a imigração

Suas opções, dentro do sistema de imigração, dependem da sua situação imigratória atual. O tempo de residência necessário para solicitar cada opção aparece entre parênteses:

Carimbo 1

Permissão de trabalho →Residência de longo prazo e/ou cidadania (60 meses)

Permissão de residência →Residência de longo prazo (24 meses) →Cidadania (60 meses)

Carimbo 2

Permissão para estudante→Programa de graduação (permissão de trabalho) →Residência de longo prazo e/ou cidadania (60 meses)

Carimbo 3

Carimbo 3 →Permissão de trabalho para dependente de cônjuge (carimbo 1) →Residência de longo prazo e/ou cidadania (60 meses)

Carimbo 3 →cidadania (60 meses)

Carimbo 4

Carimbo 4 (Filho nascido na Irlanda, autorização de permanência) →Cidadania (60 meses)

Carimbo 4 (Cônjuge de cidadão irlandês, condição de refugiado) →Cidadania (36 meses)

Observação: Carimbo 4 (Autorização de trabalho/visto de trabalho) →Residência de longo prazo e/ou Cidadania (60 meses)

Carimbo 4EU FAM

Carimbo 4EU FAM →Cartão de Residência Permanente e Cidadania (60 meses)

Para obter mais informações sobre o processo de requisição de residência de longo prazo, consulte www.inis.gov.ie ou www.migrantproject.ie

Para obter mais informações sobre cidadania, veja abaixo. Para informações sobre o processo de requisição de cidadania, acesse www.inis.gov.ie ou www.immigrantcouncil.ie

Carimbo 5

Também é possível solicitar um Endosso “Não condicionado ao tempo de permanência” (Carimbo 5). Para solicitá-lo, é necessário estar morando no estado há 8 anos. O tempo de estadia no país com visto de estudante ou pedido de asilo não contará para o Carimbo 5. Esta é uma opção de residência para pessoas que não desejem solicitar a cidadania irlandesa. Para obter mais informações, acesse: http://www.inis.gov.ie/en/INIS/Pages/Without_Condition_As_To_Time_Endorsements

IMPORTANTE: Caso esteja fazendo uma requisição em qualquer uma das seções do INIS, guarde cópias de todos os documentos que enviar ao INIS. Guarde também as cartas originais enviadas pelo INIS em local seguro e sempre envie as requisições por carta registrada. Você deve mencionar seu número do Department of Justice (Ministério da Justiça), que fica na carteira do GNIB (69/12345/00, por exemplo). Se você mudar de endereço enquanto aguarda uma resposta do Irish Naturalisation and Immigration Service (Serviço Irlandês de Naturalização e Imigração), informe-lhes o endereço novo por escrito.

Sou cônjuge dependente e me divorciei do meu cônjuge. Como isso afeta minha situação imigratória na Irlanda?

Você deve informar ao seu Oficial de Imigração qualquer mudança em sua situação pessoal. Ele(a) provavelmente o indicará para a General Immigration Division (Divisão Geral de Imigração), que analisa cada caso isoladamente.

Volta ao Topo

União estável

Não sou cidadão da UE. Tenho um parceiro irlandês. Posso solicitar residência na Irlanda?

Yes. Você precisará comprovar dois anos de relacionamento estável. Para obter mais informações, acesse www.inis.gov.ieou entre em contato com o Crosscare Migrant Project (Projeto para Migrantes da Crosscare).

Não sou cidadão da UE. Tenho um parceiro que é cidadão da UE. Posso solicitar residência na Irlanda?

Yes. Você precisará comprovar dois anos de relacionamento estável. Para obter mais informações, acesse www.inis.gov.ie ou entre em contato com o Crosscare Migrant Project (Projeto para Migrantes da Crosscare).

Volta ao Topo

Cidadania

Como me qualifico para cidadania irlandesa?

Você pode se qualificar para cidadania irlandesa através de

  • Nascimento ou descendência
  • Naturalização

Através de nascimento ou descendência

De acordo com as disposições da Irish Nationality and Citizenship Act (Lei de nacionalidade e cidadania irlandesa) de 2004, as crianças descendentes de pais estrangeiros nascidas a partir de 1º de janeiro de 2005 não adquirem direito à cidadania irlandesa automaticamente. Um dos pais deve residir legalmente na Irlanda por pelo menos três dos quatro anos imediatamente anteriores ao nascimento da criança. Mediante comprovação de ligação legítima com a Irlanda, os filhos terão direito à cidadania irlandesa.

Se um dos pais for cidadão irlandês à época do nascimento, você automaticamente terá direito à cidadania irlandesa, não importa onde nasceu. Se você tiver nascido fora da Irlanda, mas for filho de cidadão irlandês nascido na Irlanda, terá direito à cidadania irlandesa.

Se seu pai ou mãe tiver obtido a cidadania irlandesa antes de você nascer, através de casamento, adoção ou naturalização, por exemplo, você também tem direito à cidadania irlandesa.

Se um dos seus avós for cidadão irlandês, mas nenhum dos seus pais for, você pode pleitear a cidadania. Seu nascimento deverá ser registrado no Foreign Births Register (Registro de Nascimentos no Exterior).

Através de naturalização

Naturalização é o processo pelo qual um estrangeiro que vive na Irlanda pode pleitear a cidadania irlandesa. Para pleitear a naturalização, é necessário residir fisicamente na Irlanda por um certo período.

Quem pode pleitear a naturalização?

Caso deseje se tornar um cidadão irlandês através de naturalização, você deve:

  • Ter no mínimo 18 anos, ou
  • Ser menor de idade nascido no Estado, e
  • Ter boa índole – a Garda Síochána (Polícia Irlandesa) deverá apresentar um relatório sobre seus antecedentes. Qualquer registro criminal ou processo em andamento pesará na decisão do Minister for Justice, Equality and Law Reform (Ministro da Justiça, Igualdade e Reforma Legislativa) sobre a naturalização.
  • Os detalhes de qualquer processo, criminal ou civil, no Estado ou qualquer outra jurisdição, serão informados no formulário de solicitação, e
  • Contar um período de 1 ano de residência contínua no Estado imediatamente antes da data do pedido de naturalização, e um período total de residência no Estado de 4 anos, nos últimos 8 anos.

(ao todo, você deve ter 5 anos de residência comprovada nos últimos 9 anos).

  • Pretender, de boa fé, continuar residindo no Estado depois da naturalização, e
  • Fazer uma declaração de fidelidade à nação e lealdade ao Estado

Ressaltamos que o tempo com visto de estudante, visto de trabalho nas férias ou tempo durante um pedido indeferido de condição de refugiado na Irlanda não podem ser computados como períodos de residência comprovada para efeito de naturalização.

O Minister for Justice, Equality and Law Reform (Ministro da Justiça, Igualdade e Reforma Legislativa) tem o poder de desconsiderar uma ou mais das condições de naturalização:

  • Se você tiver ascendência irlandesa ou parentesco com irlandeses, ou se for pai/mãe ou guardião fazendo a solicitação em nome de um menor com ascendência irlandesa ou parentesco com irlandeses
  • Se você for pai/mãe naturalizado(a) fazendo a solicitação em nome de um menor
  • Se você for cônjuge de um cidadão irlandês (ao todo, são necessários apenas 3 anos de residência comprovada)
  • Se você morou no exterior em função de serviço público
  • Se você é reconhecido como refugiado (ao todo, são necessários apenas 3 anos de residência comprovada) ou apátrida

Estou solicitando cidadania. Preciso enviar uma tradução oficial da minha certidão de casamento. Como proceder?

Procure o serviço de um tradutor juramentado. O tradutor juramentado cumpriu todos os critérios definidos pela Irish Translators’ and Interpreters’ Association (Associação Irlandesa dos Tradutores e Intérpretes).

A lista de documentos oficiais que exigem tradução juramentada inclui:

  • Certidões de nascimento
  • Certidões de casamento
  • Documentos de divórcio ou separação
  • Certidões de óbito
  • Documentos de adoção
  • Documentos de custódia
  • Diplomas e certificados
  • Declarações juramentadas
  • Decisões judiciais

Para obter mais informações, entre em contato com:

Irish Translator’s and Interpreters’ Association, Irish Writers’ Centre, 19 Parnell Square, Dublin 1
Telefone: 01 8726282
E-mail: itiasecretary@gmail.com
Site: www.translatorsassociation.ie

Informações para os jovens

Tenho direito à cidadania irlandesa se meus pais se tornarem cidadãos irlandeses?

Depende da sua idade. Se tiver menos de 18 anos, seus pais podem solicitar a cidadania irlandesa para você. Se tiver 18 anos ou mais, você mesmo deverá pleitear a cidadania.

Para obter mais detalhes sobre cidadania e formulários de requisição de naturalização, entre em contato com o Irish Naturalisation and Immigration Service (Serviço Irlandês de Naturalização e Imigração), pelo site www.inis.gov.ie .

Volta ao Topo

Grupos de suporte à imigração perto de você:

Dublin

Crosscare Migrant Project (Projeto para Migrantes da Crosscare)
1 Cathedral Street, Dublin 1
Telefone: 01 8732844
E-mail:migrantproject@crosscare.ie
Site: www.migrantproject.ie

Migrant Rights Centre Ireland (Centro de Direitos de Migrantes da Irlanda)
55 Parnell Square West, Dublin 1
Telefone: 01 8897570
E-mail: info@mrci.ie
Site: www.mrci.ie

Immigrant Council of Ireland (Conselho de Imigração da Irlanda)
2 St. Andrews Street, Dublin 2
Telefone: 01 6740200
E-mail: info@immigrantcouncil.ie
Site: www.immigrantcouncil.ie

Integration Centre (O Centro de Integração)
18 Dame Street, Dublin 2
Telefone: 01 6453070
E-mail:  info@integrationcentre.ie
Site: www.integrationcentre.ie

Cork

NASC
Enterprise House, 35 Mary Street, Cork
Telefone: 021 4317411
E-mail: info@nascireland.org
Site: www.nascireland.org

Galway

Galway Migrant Service (Serviço ao Migrante de Galway)
C/o Galway City Partnership, 3 The Plaza, Headford Road, Galway
Telefone: 091 773466 / 086 6020580
E-mail: katya@galwaymigrantservice.ie / foley@galwaymigrantservice.ie

Integration Centre (O Centro de Integração)
Citizens Information Centre, Augustine House, St. Augustine Street, Galway
Telefone: 091 532850
E-mail: infogalway@integrationcentre.ie
Site: www.integrationcentre.ie

Limerick

Doras Luimni
Mount Street, Vincent O’Connell Avenue, Limerick
Telefone: 061 310328
E-mail:info@dorasluimni.org
Site: www.dorasluimni.org

Ennis

Clare Immigrant Support Centre (Centro de Suporte ao Imigrante de Clare)
Carmody Business Centre, Carmody Street, Ennis, Co. Clare
Telefone: 065 6822026 ou 087 2385990
E-mail: cisc@eircom.net

Volta ao Topo

Irlanda agora

Share |

Grupos liderados por imigrantes


Back to Top

Lições de inglês


Back to Top

Publicações úteis


Back to Top

Documentos sobre política e pesquisa

Recursos

Share |

 

Vida Na Irlanda

1. Imigração

2. Moradia e alojamento

3. Trabalho na Irlanda

4. Direitos trabalhistas

5. Discriminação e racismo

6. Imposto de renda e Bancos

7. Pensões

8. Previdência social

9. Educação

10. Saúde

11. Família

12. Comunidade

13. Cultura e Sociedade

14. Idioma

15. Transporte

16. Sistema político

17. Emergências

Contato

Share |

Where is Crosscare Migrant Project: Portugese Version from Crosscare Migrant Project on Vimeo.

Para mais informações sobre o projeto entre em contato conosco:

Living in Ireland (Vivendo na Irlanda)
Cathedral Street, 1
Dublin 1

Telefone: + 353 (0) 1 873 2844
Fax: +353 (0) 1 872 7003
E-mail: migrantproject@crosscare.ie

Idioma

Share |

Aprendizado de inglês

Onde posso aprender inglês na Irlanda?

Caso deseje fazer um curso de inglês, existem várias opções diferentes à disposição:

  • Os VECs (Vocational Education Centres, Centros de educação profissionalizante) geralmente oferecem cursos de inglês como língua estrangeira: www.ivea.ie
  • Você pode também procurar cursos particulares com o Advisory Council for English Idioma Schools (Conselho Consultor para Escolas do Idioma Inglês): www.acels.ie
  • Grupos comunitários locais às vezes oferecem cursos de inglês gratuitos

Você pode também:

  • Participar de sessões de conversação na biblioteca local: www.library.ie
  • Publicar seu próprio anúncio procurando por alguém para participar de um intercâmbio linguístico. Um bom lugar para colocar o anúncio é na biblioteca local ou nos quadros de avisos de universidades ou faculdades.

Volta ao Topo

Lições de inglês

Essas lições são uma introdução básica à língua inglesa. Casa lição é composta por vocabulário e, às vezes, por um diálogo curto. Você pode usar os diálogos para praticar sua compreensão oral. O inglês é geralmente falado de maneira muito rápida na Irlanda, então pode levar algum tempo até que se acostume.

Volta ao Topo

Lição A: Atendendo o telefone

Vocabulário:

Can I speak to Paul please? – Por favor, posso falar com Paul?
To be in – estar (presente), encontrar-se
To leave a message – deixar um recado
To take a message – anotar um recado
To call back – retornar a ligação
To call you back – retornar sua ligação
To pass a message on – dar um recado
wrong number – número errado

Diálogo 1:

Mary: Hello
John: Hello. Can I speak to Paul, please?
Mary: Sorry he is not in. Can I take a message?
John: Yes. This is John. Please tell him to call me back. My number is 086 1234567.
Mary: I will pass your message on.
John: Thank you.
Mary: You’re welcome.
John: Good bye.
Mary: Good bye.

Diálogo 2:

Mary: Hello
John: Hello. Can I speak to Mr. O’Connor, please?
Mary: Mr. O’Connor is not here at the moment. Would you like to leave a message?
John: Yes, please. Could you tell him that John called and I will call him back tomorrow?
Mary: I will tell him.
John: Thank you.
Mary: You’re welcome.
John: Good bye.
Mary: Good bye.

Diálogo 3:

Mary: Hello
John: Hello. Can I speak to Patrick please?
Mary: Sorry you have the wrong number. There is no Patrick here.
John: I’m sorry.
Mary: No problem.

Volta ao Topo

Lição B: Abrindo uma conta bancária

Vocabulário:

to open a bank account – abrir uma conta bancária
Photo ID – documento de identidade com foto
To fill in a form – preencher um formulário
passport – passaporte
proof of your address – comprovante de endereço
Bill – conta
Please sign here – assine aqui, por favor

Dialogue 1:

Mary: I would like to open a bank account please.
Funcionário do banco: Certainly. Please fill in this form. Do you have Photo ID with you?
Mary: Yes. I have my passport.
Funcionário do banco: Do you have proof of your address?
Mary: Yes I have an ESB bill.
Funcionário do banco: Great. I’m going to photocopy these documents. Please sign here. Your account will be active in 24 hours.
Mary: Thank you.
Funcionário do banco: You’re welcome.

Volta ao Topo

Lição C: Pedindo um depósito bancário

Vocabulário:

Bank draft – saque
How can I help you? – Em que posso ajudar?
Who is the bank draft for? – Para quem é o saque?
To pay by cash – pagar em dinheiro
To debit your account – fazer débito em conta

Diálogo 1:

Mary: Hello.
Funcionário do banco: How can I help you?
Mary: I would like a bank draft for €1000 please
Funcionário do banco: Who is the bank draft for?
Mary: The Department of Enterprise, Trade and Employment
Funcionário do banco: Would you like to pay by cash?
Mary: Yes please.
Funcionário do banco: Here is your bank draft.
Mary: Thank you.
Funcionário do banco: You’re welcome.
Mary: Good bye
Funcionário do banco: Good bye.

Diálogo 2:

Mary: Hello.
Funcionário do banco: How can I help you?
Mary: I would like a bank draft for €250 please
Funcionário do banco: Would you like to debit your account for this amount?
Mary: Yes please.
Funcionário do banco: Here is your bank draft.
Mary: Thank you.
Funcionário do banco: You’re welcome.
Mary: Good bye
Funcionário do banco: Good bye.

Volta ao Topo

Lição D: Indo à agência do correio

Vocabulário:

To send/post – enviar/postar
Stamp – selo
Registered post – carta/postagem registrada
Express post – carta/postagem expressa
Envelope – envelope
Parcel – pacote, embrulho
Package – pacote
Receipt – recibo
To fill in a form – preencher um formulário
Valuable – valioso, de valor
Change – troco
Letter - carta

Diálogo 1:

Mary: I want to send this envelope by express post?
Funcionário do correio: Please fill in this form.
Mary: There you go.
Funcionário do correio: €4.00 please.
Mary: There you go.
Funcionário do correio: And your change.
Mary: Thank you.

Diálogo 2:

Mary: I want to send this by registered post please?
Funcionário do correio: Is there anything valuable in this parcel?
Mary: No
Funcionário do correio: €5.25, please.
Mary: There you go.
Funcionário do correio: Here is your receipt.
Mary: Thank you. Good bye.
Funcionário do correio: You’re welcome. Good bye.

Diálogo 3:

Mary: Hello.
Funcionário do correio: Hello. How can I help you?
Mary: I would like to send this letter to the United Kingdom.
Funcionário do correio: 82 cent, please. Here is your change.
Mary: Thank you.

Volta ao Topo

Lição E: Preenchendo formulários

Vocabulário:

What is your full name? – Qual seu nome completo?
What is your address? – Qual seu endereço?
Please provide details of ALL your previous addresses starting with the most recent one – Forneça os detalhes de TODOS os seus endereços anteriores, começando pelo mais recente.
What is your telephone number? – Qual o número do seu telefone?
What is your date of birth? – Qual a sua data de nascimento?
What country were you born in? – Em que país você nasceu?
What is your nationality? – Qual a sua nacionalidade?
Date of arrival in Ireland? – Data de chegada na Irlanda?
Why did you come to Ireland? – Por que veio para a Irlanda?
Are you? – Você é? Single – solteiro
Married – casado
Separated – separado
Widowed – viúvo
Cohabiting – morando com alguém
Dirvorced: – Divórcio
Are you: – Você está: Employed – empregado
Retired – aposentado
Studying – estudando
Unemployed – desempregado
Other – outro

Formulários gerais que as pessoas preenchem: formulário de Habitual Residence Condition (Condição de Residência Habitual) (HRC1), Child Benefit (Benefício para filhos) (CB1) e formulário de cidadania (formulário 8 - Application for naturalisation as an Irish citizen [Requisição de naturalização como cidadão irlandês])

Volta ao Topo

Abreviações

Enviar mensagens de texto (texting) é uma prática muito popular. Seguem algumas abreviações comuns que você verá nas mensagens de texto:

Abreviação

Significado

Brb

Be right back (já volto)

Btw

By the way (aliás, por falar nisso)

Cos

Because (porque)

Cu

See you (até logo)

Defo

Definitely (com certeza)

Fyi

For your information (para sua informação)

Gr8

Great (ótimo)

L8r

Later (até mais tarde)

Lol

Laugh out loud (risada alta)

Msg

Message (mensagem)

Ppl

People (pessoas)

Ttyl

Talk to you later (nos falamos depois)

Txt

Text (texto)

Tmrw / 2moro

Tomorrow (amanhã)

U

You (você)

Ur

Your (seu/sua)

Wot

what (o que, qual)

Wud

Would (será que, indicador de incerteza)

2day

Today (hoje)

2nite

Tonight (hoje à noite)

4get

Forget (esquecer)

4u

For you (para você)

Também é comum as pessoas usarem smileys/emoticons. Os mais comuns são:

Smiley/Emoticon

Significado

:-)

Sorriso

:-(

Triste

;-)

Piscando

:-D

Risada ou gracejo

:O

Espantado

:-P

Mostrando a língua

Outras abreviações incluem:

Abreviação

Significado

ASAP

As soon as possible (o mais rápido possível)

DOB

Date of birth (data de nascimento)

Volta ao Topo

Hiberno-inglês

A língua irlandesa influencia como o inglês é falado na Irlanda. O hiberno-inglês, ou inglês irlandês, é semelhante ao inglês falado no Reino Unido, mas tem características peculiares. Existem variações e sotaques regionais dentro do inglês irlandês. Abaixo estão os exemplos mais comuns (com o significado) que você ouvirá nas conversas diárias:

Palavras e expressões comuns

  • Sorry é usado para dizer I’m sorry (Desculpe-me) e também para dizer Excuse me (Com licença). As pessoas dizem, por exemplo, ‘Sorry do you have the time’ no lugar de ‘Excuse me do you have the time?’ (Com licença, que horas são?)
  • I’m after doing my homework significa ‘I have done my homework’ (Acabei minha lição de casa)
  • Come here significa ‘listen to this’ (Ouça isso) ou ‘I have something to tell you’ (Preciso lhe falar uma coisa)
  • Amn’t quer dizer ‘am not’, por exemplo, ‘Amn’t I right?’ (Não estou certo?)
  • Yer man ou yer wan/one significa ‘your man’ or ‘your woman’ (o homem/a mulher). Usados para mencionar alguém cujo nome é desconhecido, por exemplo, ‘Yer man in the shop said it would cost €20’ (O homem da loja disse que custaria € 20).
  • Ye, Yis, Yous – you (plural), por exemplo, ‘What are yous doing?’ (O que vocês estão fazendo?)
  • Yoke – ‘uma coisa, por exemplo, ‘what did you do with that yoke?’ (O que você fez com aquilo?)
  • Class/classic – excelente, por exemplo, ‘That book is class’ (Aquele livro é excelente)
  • Deadly – brilliant (ótimo), por exemplo, ‘The party was deadly’ (A festa estava ótima)
  • Eejit – idiot, por exemplo, ‘You’re an awful eejit’ (Você é um completo imbecil)
  • Fair play – muito bem, por exemplo, ‘Fair play to you’ (Muito bem [para você])
  • Gas – divertido/engraçado, por exemplo, ‘That’s gas’ (Isso é divertido)
  • Minerals – refrigerante, bebida gaseificada, soda, por exemplo ‘would you like a mineral?’ (Você quer uma bebida?)
  • Scoop – usado para descrever uma bebida alcoólica, por exemplo, ‘are you going for a few Scoops?’ (Você vai tomar algumas doses [de bebida]?)
  • Thanks a million – forma comum de agradecer.
  • grand – bem, por exemplo, ‘how are you? – I’m grand’ (Como vai? Estou bem.
  • Do – evento ou festa, por exemplo, ‘We are having a do on Friday you should come along’. (Vamos dar uma festa na sexta-feira, você podia vir.
  • Brilliant -– ótimo, fantástico
  • What’s the story? – Como vão as coisas? O que está acontecendo?
  • Fag – cigarro, por exemplo ‘I need a fag’ (Preciso de um cigarro)
  • Gosh – expressa surpresa, por exemplo, ‘Gosh, I didn’t know that’ (Nossa, eu não sabia disso)
  • Feck – jogar, ir embora, por exemplo, ‘Feck that in the bin’ (Joque aquilo no lixo) ou ‘Feck off!’ (Cai fora!)
  • Scumbag – usado para descrever uma pessoa desprezível, por exemplo, ‘He is a total scumbag’ (Ele é totalmente desprezível)
  • Tipple, poison – bebida alcoólica, por exemplo, ‘What’s your poison/tipple?’ (O que está bebendo?)
  • Jesus, Mary and Joseph – frase comum para expressar surpresa ou frustração
  • Jaysus – Jesus, também usado para expressar surpresa ou frustração
  • To give out – repreender, dar bronca, por exemplo, ‘She gave out to him for not cleaning the house’ (Ela o repreendeu por não limpar a casa)
  • Janey mac! – usado para expressar surpresa ou admiração
  • Banger – gíria usada para descrever um carro velho, por exemplo, ‘Are you still driving that banger?’ (Você ainda está dirigindo aquela lata velha?)
  • Loo – banheiro, por exemplo, ‘Where’s the loo?’ (Onde é o banheiro?)
  • Leg it – sair correndo, por exemplo ‘Let’s get out of here, leg it!’ (Vamos sair daqui, corram!)
  • Grub – food, for Exemplo ‘Is there any grub in the house?’

Pronúncia

  • Th, no início de uma palavra, nem sempre é pronunciado claramente. Por exemplo, ‘the’ pode soar como ‘de’.

Volta ao Topo

Introdução à língua irlandesa

O irlandês (gaélico) é uma das línguas oficiais da Irlanda. Embora a maioria dos irlandeses não fale a língua diariamente, ela ainda é uma parte importante da identidade irlandesa. Você vai ver e ouvir palavras e ditados irlandeses em muitos locais diferentes. A maioria das placas das ruas e estradas, por exemplo, é bilíngue.

street sign

Todo ano, em março, acontece a Seachtain na Gaeilge (semana irlandesa). Ela destaca e promove a importância da língua irlandesa. Para obter mais informações, em inglês e irlandês, acesse: www.snag.ie

Sobrenomes em irlandês

O sobrenome dos homens geralmente tem a forma de Ó ou Mac e o das mulheres geralmente assume a forma de Ní ou Nic. Por exemplo:

Patrick Byrne = Padraig Ó’Broin
Mary Byrne = Máire Ní Broin
John Fitzgerald = Seán Mac Gearailt
Anne Fitzgerald = Áine Nic Gearailt

Nas famílias irlandesas, um filho geralmente recebe o mesmo nome de seu pai. Para diferenciar entre pai e filho, algumas vezes usa-se a palavra óg (jovem). Por exemplo: Seán seria o pai e Seán Óg, o filho.

Cumprimentos

Eis alguns cumprimentos comuns em irlandês:

Palavras e expressões comuns em irlandês

As palavras a seguir pertencem à língua irlandesa e são usadas no lugar da versão inglesa:

  • Bualadh bos – aplauso, palmas, por exemplo, ‘Bualadh bos for Mary’ (Palmas para Mary)
  • Craic – diversão, legal, por exemplo, ‘That was great craic’ (Aquilo foi muito legal), ‘what’s the craic?’ (Qual a diversão?)
  • Garda – policial (Gardaí – plural)
  • Garda Siochana – serviço policial (literalmente: guardiões da paz)
  • Sláinte – palavra irlandesa para saúde. Usado como brinde, quando se bebe. Tem o mesmo significado de ‘cheers’.
  • Mná – mulher
  • Fir – homem
  • Nuacht – notícias
  • Taoiseach – líder, legislador, primeiro-ministro
  • Tánaiste – vice-primeiro-ministro
  • Uachtaráin na hÉireann – Presidente da Irlanda
  • Áras an Uachtaráin – a residência oficial do Presidente da Irlanda
  • LUAS – velocidade (e também o serviço de trens de Dublin)
  • Slán – adeus

Nomes de locais

Gostaria de começar a aprender irlandês. Onde posso obter informações sobre isso?

As organizações abaixo oferecem aulas de irlandês:

Volta ao Topo

Uma breve história da língua irlandesa

Embora o inglês seja a língua mais falada pela maioria dos irlandeses, o irlandês ou gaélico é o primeiro idioma oficial da República da Irlanda e é um idioma oficial da União Europeia. Embora já tenha sido falado em toda a ilha da Irlanda, atualmente é geralmente falado na Gaeltacht (áreas que falam irlandês).

O irlandês deriva originalmente da língua celta e, portanto, é possível que tenha sido introduzida na Irlanda à época da chegada dos celtas à região. Depois das conquistas e plantações da Grã-Bretanha nos séculos XVI e XVII, o prestígio do irlandês foi seriamente ameaçado. No entanto, durante o século XVII e XIX o irlandês foi a língua da maioria da população rural.

A grande Fome e a introdução de um sistema de educação primária no qual o irlandês foi banido enfraqueceram ainda mais o prestígio do irlandês. A língua parecia estar perto da extinção, mas um forte movimento de restauração ajudou a impedir tal destino.

A Gaelic League (Liga Gaélica) ou, em irlandês, Conradh na Gaeilge, criada em 1893, conseguiu transformar o apoio ao irlandês em um movimento generalizado. Com o estabelecimento do Estado Livre em 1922, houve algumas tentativas de restabelecer o irlandês como língua dominante. O inglês, porém, era amplamente usado nessa época e as instituições do estado continuaram a operar com o inglês, mantendo o irlandês como segunda língua.

O apoio à língua irlandesa voltou a crescer mais recentemente. Existe uma estação de rádio em irlandês (Radio na Gaeltachta), que foi criada em 1972, e uma estação de TV de língua irlandesa (TG4 – TG ceathair), criada em 1994. Para mais informações sobre a língua irlandesa, acesse o site bilíngue www.gaeilge.ie

Volta ao Topo

Gaeltacht

O que é Gaeltacht?

Gaeltacht é a palavra irlandesa que significa ‘região que fala irlandês’. A Gaeltacht é formada por áreas da Irlanda nas quais o irlandês ainda é falado como língua da comunidade. A Gaeltacht abrange grandes áreas dos condados de Donegal, Mayo, Galway e Kerry, além de partes dos condados de Cork, Meath e Waterford.

Onde posso obter mais informações sobre a Gaeltacht?

Údarás na Gaeltachta foi criada em 1980, sendo a autoridade regional responsável pelo desenvolvimento econômico, social e cultural da Gaeltacht: www.udaras.ie

Údarás na Gaeltachta
Na Forbacha, Co. Galway
Telefone: 091 503100
E-mail: eolas@udaras.ie

Volta ao Topo

Família

Share |

Direitos das crianças

Direitos das crianças são os direitos humanos para todas as crianças e jovens com menos de 18 anos de idade, baseados na Convenção das Nações Unidas sobre os Direitos da Criança. A Irlanda ratificou a Convenção, mas não a incorporou à legislação doméstica.

Children First (Crianças em primeiro lugar) são as diretrizes nacionais para a proteção e o bem-estar das crianças. Essas diretrizes se destinam a ajudar as pessoas a identificar e denunciar abuso infantil e aprimorar a prática no estado e em organizações voluntárias que prestam serviços a crianças e famílias.

Volta ao Topo

Idade para consentimento de atividade sexual

A idade para consentimento é a idade na qual as pessoas podem fazer sexo legalmente. Na Irlanda, a idade para consentimento (em uma relação homossexual ou heterossexual) é de 17 anos.

Qual a idade legal para se casar na Irlanda?

Você precisa ter 18 anos de idade para se casar na Irlanda. Se tiver menos de 18 anos de idade, você precisa obter uma Court Exemption Order (Ordem judicial) para que o casamento seja reconhecido legalmente. Em circunstâncias excepcionais, talvez você consiga uma ordem judicial permitindo que se case, se tiver menos de 18 anos.

Volta ao Topo

Grupos de direitos das crianças

A Children’s Rights Alliance (Aliança para os direitos das crianças) é uma coalizão de mais de 80 ONGs (organizações não governamentais) que trabalha para assegurar os direitos e as necessidades de crianças da Irlanda, fazendo campanhas para a implementação total da Convenção das Nações Unidas sobre os Direitos da Criança. Ela busca melhorar a vida de todas as crianças com menos de 18 anos, garantindo as mudanças necessárias nas leis, políticas e serviços da Irlanda: www.childrensrights.ie.

4 Upper Mount Street, Dublin 2
Telefone: 01 6629400
E-mail: info@childrensrights.ie

O OCO (Ombudsman for Children’s Office, Ouvidoria do Departamento de Menores) existe para garantir que o governo e outras pessoas que tomam as decisões sobre os jovens realmente pensem no melhor para os jovens. Para obter informações em diferentes idiomas, acesse www.oco.ie

Millennium House, 52-56 Great Strand Street, Dublin 1
Telefone: 01 8656800
Ligação gratuita: 1800 20 20 40
E-mail: oco@oco.ie

A Childline faz parte da ISPCC (Irish Society for the Prevention of Cruelty to Children, Sociedade Irlandesa para Prevenção dos Maus Tratos a Crianças). A Childline oferece um serviço de ajuda on-line e telefônico para crianças: www.childline.ie

Ligação gratuita: 1800 66 66 66

A Barnardos apoia crianças cujo bem-estar está ameaçado, trabalhando com elas, suas famílias e comunidades e fazendo campanhas para o direito das crianças: www.barnardos.ie

National Office, Christchurch Square, Dublin 8
Telefone: 01 4530355
Telefone (Callsave): 1850 222 300
E-mail: info@barnardos.ie

Volta ao Topo

Imunização

A imunização é uma maneira simples, segura e eficiente de proteger seu filho contra certas doenças. Na Irlanda, todas as imunizações infantis recomendadas são gratuitas. O HSE coordena o programa de imunização.

Para consultar a tabela de imunização infantil, acesse www.immunisation.ie

Caso tenha alguma dúvida sobre vacinações, entre em contato com seu GP ou com o centro de saúde local.

Volta ao Topo

Amamentação

A Irlanda tem uma das menores taxas de amamentação da Europa. Mas a amamentação tem muitos benefícios. Por exemplo, a amamentação fornece os nutrientes necessários e ajuda a fortalecer o sistema imunológico de seu bebê.

Existem várias organizações que oferecem apoio à amamentação:

O HSE desenvolveu um site nacional de amamentação: www.breastfeeding.ie

The Breast Way é um site irlandês sobre amamentação que fornece informações, fóruns de discussão e apoio com relação a todos os aspectos da amamentação: www.thebreastway.ie

Volta ao Topo

Amamentação no local de trabalho

De acordo com a lei irlandesa, as mães lactantes têm direito a folga ou redução das horas trabalhadas para amamentar ou tirar e entregar o leite materno. Em um dia com oito horas de trabalho, uma mãe lactante tem direito a folga de uma hora (remunerada) como intervalo para amamentação. Esse intervalo pode ser dividido em:

  • Um intervalo de 60 minutos
  • Dois intervalos de 30 minutos ou
  • Três intervalos de 20 minutos.

Volta ao Topo

Opções para cuidados de crianças

Existem diferentes opções para cuidar de crianças na Irlanda:

  • Childminder - alguém que cuida dos seus filhos, em sua casa ou na própria casa
  • Day care - inclui creches. As crianças são cuidadas por mais de 3,5 horas por dia, com outras crianças da mesma faixa etária
  • Cuidados de baixo custo - para famílias de baixa renda. Elas são gerenciadas pelo City or County Childcare Committee (Comitê de Cuidados de Crianças do Município ou do Condado).

Você também pode levar seu filho para:

  • Um playgroup (grupo de recreação) - grupo onde as crianças se reúnem com outras crianças da mesma faixa etária para brincar
  • Um grupo Montessori - onde o foco são o desenvolvimento e as habilidades sociais da criança
  • Um parent and toddler group (grupo de pais e crianças de colo) - pais e seus filhos se reúnem com outros pais e filhos. As crianças brincam enquanto os adultos também se reúnem para oferecer apoio e amizade.

Volta ao Topo

Pagamentos para os cuidados das crianças

A partir de janeiro de 2010 será introduzido um ano pré-escolar gratuito de ECCE (Early Childhood Care and Education, Cuidado e Educação para a Primeira Infância), para todas as crianças com idade entre 3 anos e 3 meses e 4 anos e 6 meses. As crianças matriculadas em escolinhas de recreação (playschools) receberão pré-escola gratuita de 3 horas por dia, 5 dias por semana, em um ano de 38 semanas. As crianças matriculadas em serviços de cuidados de tempo integral receberão pré-escola gratuita de 2 horas e 15 minutos por dia, cinco dias por semana, por um período de 50 semanas. Ele substitui o Early Childcare Supplement (Complemento para cuidado precoce de crianças).

Entre em contato com o City/County Childcare Committee (Comitê de Cuidados de Crianças do Município/Condado) para obter mais informações sobre o cuidado de crianças em sua região.

O Office of the Minister for Children and Youth Affairs (Gabinete do Ministro de Assuntos Infantis e Juvenis) também fornece informações relacionadas ao programa: www.omc.gov.ie

Volta ao Topo

Grupos para cuidado de crianças

A Childminding Ireland é uma organização para associados e instituição filantrópica registrada. Fundada em 1983 por um pequeno grupo de babás (childminders), cresceu e se tornou o National Body for Childminders (Órgão Nacional para Childminders): www.childminding.ie

IPPA, a Early Childhood Organisation (Organização para a Primeira Infância) é a maior organização voluntária trabalhando para crianças pequenas e suas famílias na Irlanda. Fundada em 1969, os mais de 2400 sócios da IPPA incluem grupos de recreação, grupos para pais e crianças, grupos de cuidado de dia integral, grupos pós-escola e fora da escola e membros individuais: www.ippa.ie

Unit 4, Broomhill Business Complex, Broomhill Road, Tallaght, Dublin 24
Telefone: 01 4630010
E-mail: info@ippa.ie

A NCNA (National Children’s Nurseries Association, Associação Nacional de Creches para Crianças) apoia os envolvidos no cuidado de crianças, aumentando a conscientização pública do papel do cuidado diário e promovendo o surgimento e a manutenção de padrões relacionados aos cuidados diários.

Unit 12c, Bluebell Business Park, Old Naas Road, Dublin 12
Telefone: 01 4601138
E-mail: info@ncna.ie

A National Voluntary Childcare Collaborative (Colaboração Nacional para Cuidados Voluntários de Crianças) trabalha para o desenvolvimento da excelência nos serviços de cuidados para crianças na Irlanda: www.nvcc.ie

O Cuidiú (apoio gentil, em irlandês) é um grupo de apoio de pais que oferece serviços de apoio em três áreas:

  • Aulas pré-natais
  • Orientação para amamentação
  • Apoio pós-natal e para paternidade/maternidade

Existem filiais em todo o país: www.cuidiu-ict.ie

Carmichael Centre, North Brunswick Street, Dublin 7
Telefone: 01 8724501
E-mail: generalenquiry@cuidiu.com

A Irish Montessori Education Board (Comissão de Ensino Montessoriano da Irlanda) fornece credenciamento para escolas montessorianas na Irlanda: www.imbtrust.org.

Kingston House, 64 Patrick’s Street, Dun Laoghaire, Co. Dublin
Telefone: 01 2805705
E-mail: info@imbtrust.org

Os Parent and Toddler Groups (Grupos para pais e crianças de colo) podem ser uma ótima maneira de conhecer outras pessoas com filhos da mesma idade que o seu na vizinhança. Para mais informações sobre o grupo local, entre em contato com seu GP, com a creche distrital ou com o centro de saúde local.

Existe ainda uma Parent and Toddler Group Initiative (Iniciativa de Grupo para Pais e Crianças de Colo) que fornece bonificações para grupos. Para mais informações, entre em contato com o City/County Childcare Committee (Comitê de Cuidados de Crianças do Município/Condado) ou acesse www.khf.ie

Volta ao Topo

Paternidade/maternidade

A Parentline oferece uma linha de ajuda confidencial para pais e guardiães: www.parentline.ie.

Carmichael House, North Brunswick Street, Dublin 7
Telefone: 01 8787230
Linha de Ajuda: 1890 927 277
E-mail: info@parentline.ie

O site www.rollercoaster.ie fornece informações sobre paternidade/maternidade, gravidez e cuidado das crianças.

O site www.schooldays.ie é um recurso on-line para pais e professores.

Parents Plus é um consórcio comunitário comprometido com o desenvolvimento de materiais educacionais para pais e filhos e com o fornecimento de apoio para os profissionais que trabalham com crianças e famílias da comunidade: www.parentsplus.ie

Mater Child and Adolescent Mental Health Service (Serviço de saúde mental para mães, crianças e adolescentes),
Metropolitan Building,
James Joyce Street,
Dublin 1
Telefone: 086 172 1902
E-mail:admin@parentsplus.ie

Volta ao Topo

Apoio à família

Para informações e apoio com relação à vida familiar, entre em contato com:

Volta ao Topo

Famílias monoparentais

As organizações abaixo fornecem informações e apoio a famílias monoparentais na Irlanda:

Treoir – A National Federation of Services for Unmarried Parents and their Children (Federação Nacional de Serviços a Pais Descasados e seus Filhos) fornece informações e apoio a pais que não são casados: www.treoir.ie

14 Gandon House, Custom House Square, IFSC, Dublin 1
Telefone: 01 6700120
Central de atendimento (ligação com tarifa reduzida): 1890 252 084
E-mail: info@treoir.ie

A OPEN (One Parent Exchange and Network, Troca e Rede de Pais/Mães sozinhos) é a rede nacional de grupos locais de autoajuda a pais sozinhos, representando a diversidade de interesses de pais sozinhos (especialmente daqueles que vivem na pobreza ou em risco de pobreza) e promovendo sua inclusão e progressão na sociedade em geral: www.oneparent.ie

7 Red Cow Lane, Smithfield, Dublin 7
Telefone: 01 8148860
E-mail: enquiries@oneparent.ie

One Family é uma das principais organizações nacionais para famílias monoparentais da Irlanda: www.onefamily.ie

Cherish House, 2 Lower Pembroke Street, Dublin 2
Telefone: 01 6629212
Linha de informações com tarifa reduzida askonefamily: 1890 66 22 12
E-mail: info@onefamily.ie

Volta ao Topo

Pagamentos da previdência social

FIS (Family Income Supplement, Complemento de renda familiar)

O Family Income Supplement (Complemento de renda familiar) é um pagamento semanal isento de impostos para famílias com trabalho mal remunerado.

Quem tem direito?

Você pode se qualificar se:

  • trabalhar em emprego de tempo integral com previsão de duração de 3 meses
  • trabalhar pelo menos 19 horas por semana ou 38 horas por quinzena (se for casado ou viver com parceiro, você pode combinar as horas trabalhadas com o cônjuge ou parceiro).
  • tiver pelo menos um filho qualificado que normalmente viva com você e/ou seja sustentado por você. Filho qualificado é qualquer filho com menos de 18 anos, ou com 18 a 22 anos em caso de educação em tempo integral
  • tiver uma renda média familiar semanal

O que é considerado para a renda familiar?

Os seguintes pagamentos contam como renda familiar:

  • Seus ganhos e os ganhos de seu parceiro
  • Qualquer outra renda, incluindo pagamentos da previdência social ou do Health Service Executive (Serviço Executivo de Saúde)

Os seguintes pagamentos não contam como renda familiar:

  • Benefício para filhos
  • Carer’s Allowance (Ajuda de custo para cuidadores)
  • Supplementary Welfare Allowance (Ajuda de custo Complementar da Previdência)
  • Rent Allowance (Ajuda de custo para aluguel) para inquilinos afetados pelo descontrole de aluguéis
  • Guardian’s Payment (Pagamento a guardiães)
  • Domiciliary Care Allowance (Ajuda de custo para cuidado domiciliar)
  • Foster Child Allowance (Ajuda de custo para filho adotivo)
  • Renda de emprego ocasional pelo Health Service Executive (Serviço Executivo de Saúde) como “home help” (ajuda residencial), em alguns casos)

Por quanto tempo posso requerer o Complemento de renda familiar?

Você pode requerer o Family Income Supplement (Complemento de renda familiar) por 52 semanas, contanto que atenda aos requisitos de qualificação. Se o tamanho da família aumentar, entre em contato com a Seção de Complemento de renda familiar do Department of Social and Family Affairs (Ministério de Assuntos Sociais e de Família) para requerer um pagamento maior.

Quando posso requerer?

Você pode solicitar ao FIS assim que começar a trabalhar.

Como me candidatar?

Você precisa preencher o formulário FIS1 e enviá-lo à Seção de Family Income Supplement (Complemento de renda familiar):

Social Welfare Services (Serviços de previdência social)
Government Buildings
Ballinalee Road
Longford
Ligação com tarifa reduzida: 1890 92 77 70

O que é necessário fornecer?

Você precisará fornecer os seguintes documentos:

  • vários comprovantes de pagamento recentes para demonstrar sua renda
  • Seu P60 mais recente (caso tenha)
  • Seu certificado de crédito fiscal para o ano vigente (caso tenha)

Se estiver começando a trabalhar pela primeira vez ou tiver um emprego novo, entre em contato com o escritório local da Receita para pedir orientação sobre seus créditos fiscais. Para obter mais informações sobre o FIS você pode entrar em contato com o Social Welfare Office (Escritório do Bem-estar Social) ou com o Department of Social and Family Affairs (Ministério de Assuntos Sociais e de Família): www.welfare.ie

Volta ao Topo

Benefício para filhos

O que é o benefício para filhos?

Na Irlanda, o Child Benefit (Benefício para filhos) é pago aos pais ou guardiães de crianças qualificadas que normalmente vivem com você e são sustentadas por você.

Que filhos se qualificam?

Um filho qualificado tem:

  • Menos de 16 anos de idade ou
  • 16 a 18 anos de idade se estudar em tempo integral, participar de Youthreach Training da FÁS ou for deficiente físico ou mental e dependente de você

A partir de janeiro de 2010 o benefício para filhos será descontinuado quando seu filho completar 18 anos.

Quando devo requerer?

Você precisa requerer o Child Benefit (Benefício para filhos) até 12 meses depois:

  • Do nascimento de seu filho
  • Do mês em que a criança se tornou membro de sua família
  • Do mês em que sua família passou a viver na Irlanda

Como me candidatar?

Se estiver requerendo o Child Benefit (Benefício para filhos) pela primeira vez, você precisará preencher o formulário CB1. Você deve incluir a certidão de nascimento de seu filho e enviá-la à Seção de Child Benefit (Benefício para filhos).

St. Oliver Plunkett Road,
Letterkenny, Co. Donegal
Central de atendimento (ligação com tarifa reduzida): 1890 400 400

Não envie a certidão original. Em vez disso, vá ao Social Welfare Office (Escritório do Bem-estar Social) local e peça uma cópia da certidão de nascimento carimbada com os dados do escritório. Depois envie essa fotocópia.

Para requerer o benefício para um filho de 16 ou 17 anos, preencha o formulário CB2. O formulário deve incluir um atestado de:

  • uma escola ou faculdade, se seu filho estudar em período integral
  • FÁS, se seu filho participar do Youthreach Training (Treinamento de jovens) do FÁS
  • um médico, se seu filho tiver deficiência física ou mental

Volta ao Topo

Ajuda de custo para vestuário e calçados na volta às aulas

A Back to School Clothing and Footwear Allowance (Ajuda de custo para vestuário e calçados na volta às aulas) foi desenvolvida para ajudar a cobrir o custo de uniformes e calçados para estudantes da Irlanda que vão à escola. O programa funciona de 1º de junho a 30 de setembro, todos os anos.

Você deve estar recebendo determinados pagamentos da previdência social ou pagamentos para treinamento, programas de emprego ou educação para adultos.

A renda familiar total deve estar abaixo de um valor determinado.

Para mais informações, entre em contato com o Oficial de Previdência da Comunidade (CWO) local, ligado ao Centro de Saúde local.

Volta ao Topo

One-Parent Family Payment (Pagamento a família monoparental)

O One-Parent Family Payment (Pagamento para família monoparental) é um pagamento para homens e mulheres na Irlanda que estejam criando os filhos sem a ajuda de um parceiro. Pode ser pago a uma pessoa solteira, viúva, separada ou divorciada, a uma pessoa cujo casamento foi anulado ou ao cônjuge de um detento. Está sujeito a determinadas condições e você deve satisfazer a um critério de renda.

Quem tem direito?

Você tem direito ao pagamento se:

  • for pai/mãe, padrasto/madrasta, pai/mãe adotivo ou guardião legal de uma criança qualificada
  • for o responsável principal por pelo menos uma filho e esse filho estiver morando com você (seu filho deve ter menos de 18 anos se não estudar mais em período integral ou 18-22 se estudar em tempo integral)
  • não coabitar, ou seja, não viver com outra pessoa como parceiro
  • tiver rendimento semanal igual ou inferior a € 425 (valores de 2009) por semana
  • satisfizer ao critério de renda
  • satisfizer à condição de residência habitual

Valem também as seguintes condições:

  • se você estiver separado/divorciado, precisa estar separado há pelo menos 3 meses e ter se esforçado para obter pensão de seu cônjuge
  • se você não for casado, deve ser pai/mãe de uma criança e deverá buscar ajuda da mãe/pai de seu filho
  • se seu cônjuge estiver preso, deve ter sido condenado a pelo menos 6 meses ou estar preso há pelo menos 6 meses, sem condenação.

Por quanto tempo posso requerer o Pagamento para família monoparental?

O One-Parent Family Payment (Pagamento para família monoparental) é paga pelo período no qual você satisfizer as condições de qualificação. O pagamento é interrompido, no entanto, se você se casar ou tiver uma vida conjugal com alguém, se não tiver mais filhos dependentes ou se seus rendimentos excederem € 425 por semana.

Como me candidatar?

Para requerer o One-Parent Family Payment (Pagamento para família monoparental), preencha o formulário OPF1 e o envie ao escritório local da previdência social.

E se eu não for aprovado?

Se sua solicitação for recusada, você tem o direito de recorrer da decisão. Caso não seja contemplado com o Pagamento para família monoparental, talvez tenha direito a outros benefícios. Você deve entrar em contato com o Oficial de Previdência da Comunidade (CWO) no Centro de Saúde local ou com o Social Welfare Office (Escritório do Bem-estar Social).

Observação: Se estiver empregado, você é isento da Health Contribution (Contribuição para a saúde), não importando sua faixa de rendimento, enquanto estiver recebendo o pagamento para família monoparental. Você deve fornecer comprovante de pagamento a seu empregador.

Volta ao Topo

Pensões para viúvo/viúva

Existem dois tipos de Widow’s/Widower’s Pensions (Pensões para viúvo/viúva):

  • Pensão contributiva: Você terá direito à pensão contributiva se você ou seu falecido cônjuge tiver contribuições suficientes para o PRSI.

Para mais informações, entre em contato com o escritório local do bem-estar social ou acesse www.welfare.ie

  • Pensão não contributiva: se você ou seu falecido cônjuge não tiverem contribuições suficientes para o PRSI, você talvez se qualifique para uma pensão não contributiva, contanto que satisfaça ao critério de renda.

Para mais informações, entre em contato com o escritório local do bem-estar social ou acesse www.welfare.ie

Volta ao Topo

Informações para os jovens

Sou adolescente. Quais minhas opções para encontrar outros adolescentes e me envolver na comunidade local?

Você deve consultar o centro comunitário local, já que é onde a maioria dos jovens e grupos esportivos se reúne. Você também pode entrar em contato Foroige and Youth Work Ireland.

Você também pode fazer parte do Gaisce - o prêmio presidencial que é o National Challenge Award (Prêmio de Desafio Nacional) da Irlanda. É o programa de reconhecimento individual mais respeitado e de maior prestígio do país, sendo um desafio do Presidente da Irlanda a jovens entre 15 e 25 anos de idade. Para mais informações, acesse www.gaisce.ie

Matriz - Dublin
Gaisce – The President’s Award
State Apartments, Dublin Castle, Dublin 2.
Telefone: 01 4758746
E-mail: mail@gaisce.ie

www.whencani.ie é um site desenvolvido pela Youth Work Ireland e fornece informações em inglês sobre a idade legal na qual as crianças podem fazer determinadas coisas ou buscar determinadas informações, como por exemplo a idade de responsabilidade criminal, direitos trabalhistas e aconselhamento médico.

Youth Work Ireland é uma agência de coordenação e desenvolvimento para serviços destinados a adolescentes em todo o país, que procura dar voz às necessidades e aspirações de jovens e melhorar a qualidade de vida de jovens, no contexto de serviços comunitários para jovens: www.youthworkireland.ie .

O National Youth Council of Ireland (Conselho Nacional da Juventude da Irlanda) procura garantir que todos os jovens sejam capacitados para desenvolver as habilidades e a confiança, para que participem plenamente como cidadãos ativos em uma sociedade inclusiva. É o órgão que representa as organizações nacionais de trabalho jovem voluntário na Irlanda: www.youth.ie

3 Montague Street, Dublin 2
Telefone: 01 4784122
E-mail: info@nyci.ie

Dáil na nÓg é o National Youth Parliament of Ireland (Parlamento Nacional Jovem da Irlanda) e proporciona aos jovens a oportunidade de representar, em nível nacional, os pontos de vista dos menores de 18 anos, a idade para votar.

E-mail: info@dailnanog.ie

SpunOut.ie é uma instituição beneficente independente, administrada por jovens, que trabalha para capacitar os jovens para a criação de mudanças pessoais e sociais: www.spunout.ie

Community Creations
4th Floor, The Halls, Quay Street, Galway City
Telefone: 091 533693
E-mail: info@spunout.ie

Teenspace.ie é um novo site nacional que fornece informações sobre eventos, atividades e serviços recreativos para crianças e jovens de 10 a 18 anos.

Teen-Line Ireland fornece informações e apoio para adolescentes, através de sua linha de ajuda e seu site: www.teenline.ie.

Ligação gratuita: 1800 833 634
E-mail: info@teenline.ie

ISPCC Teenfocus oferece amplo serviço de apoio, incluindo acesso fora de horário comercial, a adolescentes de 13 a 18 anos que passam por dificuldades emocionais ou comportamentais.

ISPCC Childfocus oferece amplo serviço de apoio individualizado (incluindo acesso fora do horário comercial) para crianças com até 12 anos que possam estar passando por dificuldades emocionais e comportamentais.

The Irish Society for the Prevention of Cruelty to Children (Sociedade Irlandesa para Prevenção dos Maus Tratos a Crianças)
Telefone: 01 6767960
E-mail: ispcc@ispcc.ie

O Young Adult Support Centre (Centro de Apoio a Jovens Adultos) da Crosscare busca desenvolver programas que permitirão aos jovens retomar e continuar na educação e treinamento. Essas atividades individuais e em grupo são realizadas juntamente com aconselhamento externo e apoio familiar e de colegas.

64 Eccles Street, Dublin 7
Telefone: 01 8600877 ou 085 1461452
E-mail: yass@crosscare.ie

O Teen Counselling (Aconselhamento de adolescentes) da Crosscare é um serviço “adequado para adolescentes”, cujo objetivo é permitir que os jovens e seus pais ou responsáveis lidem com dificuldades dentro do contexto da família.

Telefone: 01 8371892 ou entre em contato com um dos cinco centros de Teen Counselling (Aconselhamento de adolescentes):

Teen Counselling Drumcondra, The Red House, Clonliffe Road, Dublin 3
E-mail: drumcondrateenc@crosscare.ie

Teen Counselling Clondalkin
Quarryvale Community and Leisure Centre, Greenfort Gardens, Dublin 22
Telefone: 01 6231398
E-mail: clondalkinteenc@crosscare.ie

Teen Counselling Tallaght
72 York Road, Dun Laoghaire, Co. Dublin
Telefone: 01 2844852
E-mail: dunlaoghaireteenc@crosscare.ie

Teen Counselling Finglas
Unit 2b Finglas Village Centre, Finglas Village, Dublin 11
Telefone: 01 8646014
E-mail: finglasteenc@crosscare.ie

Teen Counselling Dun Laoghaire
72 York Road, Dun Laoghaire, Co. Dublin
Telefone: 01 2844852
E-mail: dunlaoghaireteenc@crosscare.ie

Volta ao Topo

Direitos de lésbicas, gays, bissexuais e transexuais na Irlanda

A Civil Partnership Bill (Proposta de lei de parceria civil) de 2008 dispõe sobre o registro de parceiros de mesmo sexo, com vários direitos e deveres. A proposta ainda precisa ser transformada em lei.

Existem várias organizações que representam as comunidades lésbicas, gays, bissexuais e transexuais na Irlanda:

Outhouse é o recurso e centro comunitário para as comunitárias lésbicas, gays, bissexuais e transexuais em Dublin: www.outhouse.ie

105 Capel Street, Dublin 1
Telefone: 01 8734999
E-mail: info@outhouse.ie

A GLEN, Gay and Lesbian Equality Network (Rede para a Igualdade de Gays e Lésbicas) trabalha para atingir a igualdade e inclusão total para pessoas lésbicas, gays e bissexuais (LGB) na Irlanda e para a proteção contra todas as formas de discriminação: www.glen.ie

Tower 1, Fumbally Court, Fumbally Lane, Dublin 8
Telefone: 01 4730563
E-mail: admin@glen.ie

BeLonG To é uma organização para jovens lésbicas, gays, bissexuais e transexuais (LGBT), com idade entre 14 e 23 anos: www.belongto.org

BeLonG To Youth Services (Serviços para jovens da BeLonG To)
Parliament House, 13 Parliament Street, 1st/2nd Floor, Temple Bar, Dublin 2
Telefone: 01 6706223
E-mail: info@belongto.org

MarriagEquality é uma iniciativa que trabalha pelo casamento civil de pessoas gays e lésbicas: www.marriagequality.ie

Denshaw House, 121 Baggot Street Lower, Dublin 2
Telefone: 01 6599459

Cidadãos idosos

Senior Help Line é um serviço confidencial de ouvidoria para idosos, por idosos, pelo preço de uma ligação local de qualquer parte da Irlanda: www.seniorhelpline.ie.

Linha de ajuda: 1850 440 444

Serviços de ajuda a domicílio são às vezes prestados aos idosos, de modo que possam continuar a viver em sua própria casa, não em um local com cuidado de longo prazo. Para obter mais informações, entre em contato com a enfermeira de saúde pública local.

Volta ao Topo

Casamento na Irlanda

Eu gostaria de me casar na Irlanda. O que preciso fazer?

Você deve notificar seu casamento ao Escrivão (três meses antes da data desejada para o casamento) e fornecer os seguintes documentos:

  • Passaporte como identificação
  • Certidão de nascimento
  • Se algum dos dois for divorciado, decreto final original com respeito a todos os divórcios anteriores
  • Se algum um dos dois for viúvo, certidão de óbito do cônjuge anterior e a certidão de casamento civil do primeiro casamento
  • Seus números de PPS (caso tenham)
  • Taxa de € 150

Você também precisa fornecer as seguintes informações:

  • data prevista do casamento,
  • se precisa de uma cerimônia civil ou religiosa,
  • nome e data de nascimento de suas testemunhas, e
  • detalhes do celebrador e foto propostos.

Sou divorciado. Ainda posso me casar na Irlanda?

Yes. No entanto, você ou seu ex-cônjuge devem estar morando no país quando o divórcio foi concedido. Se nenhum dos dois morar, talvez precisem se divorciar na Irlanda para se casar novamente.

Para obter mais informações sobre como se casar na Irlanda, acesse www.groireland.ie

General Register Office (Escritório geral de registros)
Government Offices, Convent Road, Roscommon.
Telefone: 090 6632900
Ligações com tarifa reduzida: 1890 252076

Volta ao Topo

Separação e divórcio

O Family Support Agency’s Family Mediation Service (Serviço de mediação familiar da Agência de Apoio à Família) é um serviço gratuito, profissional e confidencial para casais casados e não casados que decidiram se separar ou divorciar e que querem negociar juntos os termos de sua separação ou divórcio. Existem centros de mediação familiar em todo o país: www.fsa.ie

A Family Support Agency (Agência de Apoio à Família) é responsável pelo Family and Community Services Resource Centre Programme (Programa do centro de recursos para serviços para a família e a comunidade), pelo Scheme of Grants to Voluntary Organisations providing Marriage, Child and Bereavement Counselling Services (Programa de auxílio financeiro para organizações voluntárias que prestam serviços de aconselhamento relativos a casamento, crianças e luto), pelo Family Mediation Service (Serviço de mediação familiar) e por pesquisa e informações relacionadas às suas funções: www.fsa.ie

Floor 4, St. Stephen’s Green House, Earlsfort Terrace, Dublin 2
Telefone: 01 6114100
E-mail: info@fsa.ie

AIM Family Services (Serviços familiares AIM) oferece orientação não religiosa para casais (casados, que moram juntos, do mesmo sexo), indivíduos e famílias: www.aimfamilyservices.ie

64 Dame Street, Dublin 2
Telefone: 01 6708363
E-mail: aimfamilyservices@eircom.net

Como solicito o divórcio na Irlanda?

Você precisa requisitar um decreto à Circuit Family Court (Vara de família), que encerra legalmente um casamento.

Você deve enviar os seguintes documentos:

  • Um formulário de requisição, chamado de Family Law Civil Bill
  • Formulário 37A, que lista sua renda, bens e débitos
  • Formulário 37,B que fornece informações sobre seus filhos
  • Formulário 37D, que declara que você foi informado sobre as alternativas ao divórcio..

A vara emitirá o decreto de divórcio se seu casamento tiver terminado e você cumprir as seguintes condições:

  • Você e seu cônjuge estiverem morando separados por quatro dos cinco anos anteriores à requisição
  • Não deve haver possibilidade razoável de reconciliação
  • Foram ou serão tomadas providências para o cônjuge e qualquer membro dependente da família.

Volta ao Topo

Varas do direito de família

Existem duas varas que lidam com questões de direito de família - a Vara de família e a Vara de família distrital.

O que a Vara de família distrital faz?

A Vara de família distrital lida com:

  • Violência doméstica
  • Guarda, custódia e acesso aos filhos
  • Solicitação de passaporte para filhos menores de idade, quando um guardião se recusa a assinar o formulário ou seu paradeiro é desconhecido
  • Exames de sangue para determinação de paternidade
  • Guarda para avós
  • Pagamentos de manutenção (pensão)

Você deve entrar em contato com o District Family Law Office (Escritório de direito de família do distrito) para obter mais informações: www.courts.ie

O que a Vara de família faz?

A Vara de família lida com:

  • Divórcio
  • Separação judicial
  • Reparação depois de um divórcio ou separação fora da jurisdição
  • Anulação de um casamento
  • Declaração de estado civil
  • Determinação de litígios sobre propriedade
  • Declarações de paternidade

Você deve entrar em contato com o Circuit Family Law Office (Escritório de direito de família) para obter mais informações: www.courts.ie

Volta ao Topo

Testamento

Como posso fazer um testamento válido legalmente?

Existem diretrizes muito rígidas para fazer um testamento legalmente válido. São elas:

  • A pessoa que faz o testamento precisa ter mais de 18 anos de idade
  • A pessoa deve agir de livre vontade
  • A pessoa deve ter pleno juízo e memória e entender que está fazendo um testamento
  • A pessoa deve conhecer a natureza e a extensão de sua propriedade e ser capaz de se lembrar de todas as pessoas que se beneficiarão de seu estado
  • O testamento deve ser escrito
  • O testamento precisa estar assinado pela pessoa, no final. Se a pessoa não puder assiná-lo, deve indicar outra pessoa para fazê-lo em sua presença. A assinatura deve ser feita na presença de DUAS testemunhas, ambas presentes ao mesmo tempo
  • As testemunhas precisam assinar na presença de outra pessoa, mas não necessariamente na presença uma da outra
  • Uma testemunha ou seu cônjuge não pode se beneficiar do testamento. Se essas formalidades não forem respeitadas, o testamento pode ser invalidado e, neste caso, a lei relativa à morte sem um testamento legalmente válido determinará como seu patrimônio será distribuído.

É possível escrever meu próprio testamento?

Yes. Contudo, devido à natureza legal da redação de testamentos, talvez você prefira consultar um advogado para fazer isso. Para mais informações, acesse www.flac.ie

Volta ao Topo

Providências para funeral

Um membro de minha família faleceu. Onde posso obter informações sobre providências para funeral?

Para informações gerais e detalhes para contato com funerárias locais, você deve entrar em contato com

Irish Association of Funeral Directors (Associação irlandesa de funerárias)
Mespil Business Centre, Mespil House, Sussex Road, Dublin 4
Telefone: 1800 927 111
Site: www.iafd.ie

Quais as tradições e costumes relacionados à morte na Irlanda?

A maioria dos irlandeses é católica. Por isso, quando alguém morre, há um velório, que geralmente ocorre na casa da pessoa. As pessoas vêm à casa prestar suas condolências à família. O corpo depois é levado à igreja, para o serviço de remoção. Na manhã seguinte ocorre a missa de corpo presente e o corpo é levado a um cemitério, para ser enterrado, ou ao crematório, para ser cremado.

As pessoas próximas à família costumam dar uma coroa de flores, que é colocada no túmulo depois do enterro. Outras pessoas costumam encomendar uma missa para o falecido, que é escrita em um cartão e dada à família. Um mês depois do funeral há uma missa em memória do falecido. É chamada de Month’s Mind.

Volta ao Topo

Comunidade

Share |

 

O OMI (Escritório do Secretário da Integração) foi criado em junho de 2007 após a nomeação pelo governo de um ministro de estado responsável pelo desenvolvimento da política de integração: www.integration.ie

6-7 Hanover Street East, Dublin 2
Telefone: 01 4748627
E-mail: info@integration.ie

Gostaria de me envolver de alguma forma na comunidade local. Quais são minhas opções?

Uma boa ideia é ir até o centro comunitário local e perguntar quais clubes e associações usam o centro. A biblioteca local também é uma boa fonte de informações sobre centros comunitários, atividades locais, clubes e associações que possam lhe interessar. As bibliotecas também promovem seus próprios cursos e eventos: www.library.ie

O VEC (Comitê Educacional Profissionalizante) provavelmente ministra vários cursos de educação formal e de interesse geral.

A Irlanda possui uma grande variedade de organizações comunitárias e voluntárias com as quais pode se envolver. O centro comunitário ou biblioteca local são um bom lugar para começar.

Integrating Ireland (Integração da Irlanda) é uma rede de grupos comunitários e voluntários que trabalha por uma sociedade irlandesa justa, diversificada e inclusiva, que assegure a total participação e direitos de migrantes, imigrantes, refugiados e pessoas que buscam asilo.

18 Dame Street, Dublin 2
Telefone: 01 6453070

Para encontrar organizações para migrantes em sua área, consulte o Directory of Migrant Led Organisations (Diretório de Organizações Dirigidas por Migrantes) do Immigrant Council of Ireland (Conselhos de Imigrantes da Irlanda): www.immigrantcouncil.ie

Gostaria de começar minha própria organização comunitária ou voluntária. Onde posso conseguir ajuda?

The Wheel é um órgão de apoio e representação, vinculado a organizações comunitárias e voluntárias em toda a Irlanda. Para obter mais informações, www.wheel.ie. O Carmichael Centre também é uma boa fonte de informações e apoio: www.carmichaelcentre.ie

Volta ao Topo

Esportes

Existem clubes esportivos espalhados por toda a Irlanda. Abaixo estão os sites de algumas organizações nacionais que têm uma grande rede de clubes e filiais em toda a Irlanda:

Você também pode acessar o link “Participation" de www.irishsportscouncil.ie para obter uma lista mais completa de organizações.

The Gaelic Athletic Association

A GAA (The Gaelic Athletic Association, Associação Atlética Gaélica) é a maior associação de esportes amadores na Irlanda. O objetivo principal da organização é promover os jogos gaélicos de hurling, camogie, futebol gaélico, handebol e rounders. Os mais populares, dentre esses jogos, são o futebol gaélico, o hurling e o camogie. Existem aproximadamente 2.500 clubes da GAA na Irlanda. Para mais informações sobre a história dos jogos gaélicos, a GAA e as regras dos jogos, acesse www.gaa.ie

GAA
Croke Park Stadium, Dublin 3
Telefone: 01 8363222

A SARI (Sport Against Racism Ireland, Esporte contra o Racismo na Irlanda) apoia e promove a integração cultural e a inclusão social através do esporte: www.sari.ie

20 Upper Baggot Street, Dublin 4
Telefone: 01 6688869
E-mail: info@sari.ie

Show Racism the Red Card (Dê um Cartão Vermelho para o Racismo) usa o esporte para educar contra o racismo e apoia programas que estimulam a integração e o esporte: www.theredcard.ie

Carmichael Centre for Voluntary Groups (Centro Carmichael para Grupos Voluntários), North Brunswick Street, Dublin 7
Telefone: 01 8280018
E-mail: info@theredcard.ie

Volta ao Topo

Outros esportes

  • Escalada
  • O golfe é um esporte e passatempo muito popular na Irlanda. Existem muitos campos e clubes de golfe em todo o país.
  • Trilhas/grupos de caminhada
    • o Walk Ireland fornece informações e orientação sobre as trilhas de caminhada de todo o país: www.walkireland.ie
    • o Slí na Sláinte é um programa simples e inovador, desenvolvido pela Irish Heart Foundation (Fundação Irlandesa do Coração) para estimular pessoas de todas as idades e condições para andar pelo prazer e pela boa saúde: www.irishheart.ie
  • Ciclismo: www.cyclingireland.ie
  • Vela: A Irish Sailing Association (Associação Irlandesa de Vela) lista clubes de todo o país: www.sailing.ie
  • Canoagem: www.canoe.ie
  • O surfe é um esporte popular, principalmente na costa oeste. A Irish Surfing Association (Associação Irlandesa de Surfe) fornece informações sobre clubes de todo o país: www.isasurf.ie

Volta ao Topo

Voluntariado

Outra maneira de conhecer pessoas com diferentes históricos é ser voluntário em sua comunidade local. Existem muitas oportunidades diferentes de voluntariado.

De acordo com a Volunteering Ireland (Irlanda Voluntária), a Agência Nacional para Desenvolvimento do Voluntário, existem muitos benefícios no voluntariado:

  • Experiência profissional, que pode ser adicionada a seu currículo
  • Exploração de um plano de carreira
  • Desenvolvimento e aprendizado de novas habilidades
  • Fazer diferença/contribuição positiva
  • Treinamento
  • Oportunidade de fazer algo de que gosta
  • Conhecer pessoas novas
  • Aprender sobre a cultura irlandesa

Para obter mais informações, você pode entrar em contato com:

Volunteering Ireland, 18 Eustace Street, Temple Bar, Dublin 2
Telefone: 01 6369446
E-mail: info@volunteeringireland.ie

Se quiser saber se existe um centro local de voluntariado em sua área, você pode consultar os Volunteer Centres (Centros Voluntários) da Irlanda no site www.volunteer.ie

Volta ao Topo

Comunidades religiosas

Existe uma variedade cada vez maior de comunidades religiosas na Irlanda. O catolicismo é, de longe, a maior religião da Irlanda. Existem também outras denominações cristãs:

Outras comunidades religiosas da Irlanda incluem:

Informação para a comunidade muçulmana:

As principais mesquitas da Irlanda são:

  • Islamic Cultural Centre of Ireland (Centro Cultural Islâmico da Irlanda), 19 Roebuck Road, Clonskeagh, Dublin 14
    Telefone: 01 2603740
  • Islamic Foundation of Ireland and Dublin Mosque(Fundação Islâmica da Irlanda e Mesquita de Dublin), 163 South Circular Road, Dublin 8
    Telefone: 01 4533242
  • Ahlul Bayt Islamic Centre (Centro Islâmico Ahlul Bayt), Milltown Bridge, Dundrum, Dublin 14
    Telefone: 01 2604491
  • Cork Mosque (Mesquita de Cork), Unit D, Sitecast Industrial Estate, Togher, Cork
    Telefone: 021 4320301

Lojas de alimentos halal em Dublin:

  • Asian Food Company, 54-55 Mary Street, Dublin 1
    Telefone: 01 8781099
  • Asian Grocery, 2 Church View, Church Lane, Blanchardstown Village , Dublin 15
    Telefone: 087 9269900
  • Madina Asian Store, Moore Street Market, Dublin 2
    Telefone: 01 8734011
  • Mountview Halal Meats, Unit 5, Mountiview Shopping Centre, Clonsilla, Dublin 15
    Telefone: 01 8234602
  • Maliks Shop, Unit 6, Coolmine Business Park, Dublin 15
    Telefone: 01 6405295
  • Near Buy, 12 Clonsilla Road, Blanchardstown, Dublin 15
  • RAZ Q, Sarsfield House, Chapel Hill, Lucan Village, Co. Dublin
    Telefone: 01 6219697
  • Spicy Land – Hussain Shop
    Upper Camden Street, Dublin 2 e The Square Shopping Centre, Tallaght, Dublin 24
    Telefone: 01 4783094

Lojas de alimentos halal em todo o país:

  • East End Halal Shop, Corner of Roches Street, Limerick City
  • Oriental Food Store, 11 Roches Street, Limerick City
    Telefone: 061 417139
    E-mail:alfalah.trading@gmail.com
  • Halal Packers, Ballyhaunis, Co. Mayo
  • Hidayat and Sons Asian Groceries, Main Street, Ballaghaderreen, Co. Roscommon
    Telefone: 086 0717182
    E-mail: sajidhidayat@eircom.net

Problemas de saúde para mulheres

Existe uma médica que fala árabe à disposição para consultas em:

Blackglen Medical Centre,
Unit 7, Blackglen Village Centre,
Sandyford,
Dublin 18.
Telefone: 01 216 1575

Volta ao Topo

Vigilância da vizinhança e alerta comunitário

Outra forma de se envolver na comunidade local é participar dos programas Neighbourhood Watch (Vigilância da vizinhança) ou Community Alert (Alerta comunitário).

O Neighbourhood Watch é um programa de prevenção de crimes e segurança comunitária para áreas urbanas. Ele opera em parceria com a An Garda Síochána e o público.

O Community Alert é um programa de segurança comunitária para áreas rurais, com ênfase em pessoas mais velhas e vulneráveis.

Para criar ou se envolver em um programa local de Neighbourhood Watch ou Community Alert, entre em contato com a Garda Station (Posto da Guarda) local ou acesse www.garda.ie.

Volta ao Topo

Festas e reuniões

Festas infantis

Muitas crianças matriculadas em creches e escolas convidam os colegas para sua festa de aniversário. Às vezes a festa acontece na casa da criança, em outras os pais as levam com os amigos ao cinema ou ao parque de diversões. Espera-se que as crianças convidadas para a festa tragam um presente para o aniversariante. Geralmente recebem alimentos, além de um bolo de aniversário.

Festas

As pessoas promovem festas para várias comemorações, como casamentos, batismos, aniversários e outros feriados. É comum as pessoas oferecerem jantares em qualquer época do ano. Se for convidado para um jantar, é boa ideia levar um pequeno presente, como uma garrafa de vinho, um buquê de flores ou chocolates.

Volta ao Topo

Comunidades on-line

Existem muitas comunidades on-line onde você pode saber mais sobre sua região e também conhecer pessoas:

Procure-nos no Facebook e conheça outras pessoas que vivem na Irlanda.

Volta ao Topo

Artes e entretenimento

Existem muitas opções diferentes de arte e entretenimento na Irlanda, que são uma boa maneira de encontrar pessoas e saber mais sobre a Irlanda.

Museus

  • The National Museum of Ireland (Museu Nacional da Irlanda), Dublin: www.museum.ie
    • o Archaeology (Arqueologia), Dublin
    • o Decorative Arts (Artes Decorativas), Dublin
    • o Natural History (História Natural), Dublin
    • o Country Life (Vida Rural), Mayo
  • National Wax Museum (Museu de Cera Nacional) – 4 Foster Place, Temple Bar, Dublin 2: www.waxmuseumplus.ie
  • Irish Museum of Modern Art (Museu Irlandês de Arte Moderna), Dublin: www.modernart.ie
  • Dublin Writers’ Museum (Museu de Escritores de Dublin): www.writersmuseum.com
  • National Transport Museum (Museu Nacional dos Transportes): www.nationaltransportmuseum.org

Galerias e bibliotecas

Teatros

Festivais

Cultura
  • o O Africa Day (Dia da África) é celebrado todo ano no dia 25 de março: www.africaday.irishaid.org
  • o O Chinese New Year Festival (Festival do Ano Novo Chinês) ocorre todo ano em Dublin: www.dublincity.ie
  • o A Latin American Week (Semana Latino-Americana) é organizada pelo Latin American Solidarity Centre (Centro de Solidariedade Latino-Americana): www.lasc.ie
Artes
Filmes
Música
  • o Fleadh Cheoil são festivais de música, dança, canções e língua irlandesa. Eles ocorrem em todo o país. Para obter mais informações, acesse www.comhaltas.ie
  • o Oxegen é considerado um dos principais festivais de música do mundo. Ele ocorre em Punchestown Racecourse, condado de Kildare, todo mês de julho: www.oxegen.ie.
  • o Electric Picnic é um festival de arte e música que ocorre no condado de Laois: www.electricpicnic.ie
  • o Cork Jazz Festival (Festival de Jazz de Cork): www.corkjazzfestival.com
  • o O Castle Palooza Music and Arts Festival (Festival de Música e Artes do Castelo Palooza) ocorre em Tullamore, condado de Offaly: www.castlepalooza.com
  • o Slane é um concerto que ocorre quase todo ano, desde 1981, em Slane Castle: www.slanecastle.ie
Literatura e teatro
  • o O Bloomsday Festival celebra a vida e o trabalho de James Joyce. Ocorre em junho, todos os anos: www.jamesjoyce.ie.
  • o Writers’ Week (Semana do Escritor) em Listowel: www.writersweek.ie
Comédia
Dança

Cinemas

Cinemas independentes e de arte
Cinemas comerciais

Música ao vivo

Salas de concerto
Salas de música ao vivo
  • o Gig Ireland lista todas as salas de música ao vivo na República da Irlanda e na Irlanda do Norte: www.gigireland.com

Participe de um coral de igreja, por exemplo: www.dublingospelchoir.com

Dança

Comédia

Passeios

Pubs históricos e famosos
  • o Brazen Head, em Dublin, é o segundo pub mais antigo da Irlanda: www.brazenhead.com
  • o Mulligans, em Dublin, é um pub irlandês tradicional: www.mulligans.ie
  • o Sean’s Pub, Athlone, condado de Westmeath, é o pub mais antigo da Irlanda.

Corridas de cavalos: www.goracing.ie

Para crianças

Para encontrar mais opções de artes e entretenimento, acesse:

Avise-nos se esquecemos algo!

Volta ao Topo

Sistema político

Share |

Como a Irlanda é governada?

A Irlanda é uma democracia parlamentar. O Parlamento Nacional (Oireachtas) é composto pelo Presidente e duas Casas: a Câmara dos Deputados (Dáil Éireann ou House of Representatives) e o Senado (Seanad Éireann ou Senate), cujas funções e poderes são determinados pela Constituição da Irlanda. As Câmaras do Oireachtas estão situadas em Leinster House, Dublin.

O Presidente (Uachtarán na hÉireann) exerce seus poderes na orientação do governo. O Presidente tem direito de decisão absoluto em certos assuntos, por exemplo o envio de um projeto de lei ao Supreme Court (Supremo Tribunal) para o julgamento de sua constitucionalidade. O Presidente é eleito diretamente pelo povo a cada 7 anos. O presidente atual é Michael D. Higgins. Para mais detalhes sobre a presidência, acesse www.president.ie

O método de eleição para cada Casa é diferente. O Seanad é, basicamente, órgão para aconselhamento. É composto por sessenta membros: 11 nomeados pelo Taoiseach (Primeiro-Ministro), seis eleitos por 3 universidades nacionais e 43 eleitos por grupos profissionais. O Seanad tem o poder de retardar propostas de lei. Tem 90 dias para estudar e alterar projetos enviados pelo Dáil.

Os membros do Dáil Éireann (Chamados de Teachta Dála ou TDs) são eleitos diretamente pelo povo, pelo menos uma vez a cada cinco anos. Atualmente, tem 166 membros. Desde 1922, se reúne em Leinster House, na Kildare Street em Dublin. Embora a princípio o Dáil Éireann seja apenas um dos três componentes do Oireachtas, na prática os poderes concedidos pela Constituição ao Dáil o tornam claramente dominante, o que significa que a maioria das propostas aprovadas pelo Dáil Éireann acaba se transformando em leis.

Desde os anos 90 têm havido governos de coalizão. Atualmente, existem cinco partidos políticos diferentes representados no Dáil Éireann.

Existe também um número significativo de TDs que não são membros de nenhum dos partidos principais e que são chamados de Independentes. Uma lista de todos os TDs atuais está disponível no link “Members” (Membros) do site: www.oireachtas.ie

O Governo é liderado por um primeiro-ministro chamado de Taoiseach e por um vice-primeiro-ministro chamado de Tánaiste.

Veja abaixo a lista de primeiros-ministros (Taoisigh):

  • W.T. Cosgrave: Agosto de 1922 – março de 1932
  • Eamon de Valera: Março de 1932 – fevereiro de 1948
  • John A. Costello: Fevereiro de 1948 – junho de 1951
  • Eamon de Valera: Junho de 1951 – junho de 1954
  • John A. Costello: Junho de 1954 – março de 1957
  • Eamon de Valera: Março de 1957 – junho de 1959
  • Seán F. Lemass: Junho de 1959 – novembro de 1966
  • Jack Lynch: Novembro de 1966 – março de 1973
  • Liam Cosgrave: Março de 1973 – junho de 1977
  • Jack Lynch: Julho 1977 – dezembro 1979
  • Charles J. Haughey: Dezembro de 1979 – junho de 1981
  • Garret FitzGerald: Junho de 1981 – janeiro de 1982
  • Charles J. Haughey: Março 1982 – dezembro 1982
  • Garret FitzGerald: Dezembro de 1982 – março de 1987
  • Charles J. Haughey: Março de 1987 – fevereiro de 1992
  • Albert Reynolds: Fevereiro de 1992 – dezembro de 1994
  • John Bruton: Dezembro de 1994 – junho de 1997
  • Bertie Ahern: Junho de 1997 – maio de 2008
  • Brian Cowen: Maio de 2008 – março de 2011
  • Enda Kenny: Março de 2011 – atual

Existem 15 Government Departments (Ministérios):

  • Department of Agriculture, Fisheries and Food (Ministério da Agricultura, Pesca e Alimentos): www.agriculture.gov.ie
  • Department of Tourism, Culture and Sport (Ministério das Artes, Esporte e Turismo): www.ahg.gov.ie
  • Department of Youth Affairs and Children: www.dcya.gov.ie
  • Department of Communications, Energy and Natural Resources (Ministério das Comunicações, Energia e Recursos Naturais): www.dcenr.gov.ie
  • Department of Defence (Ministério da Defesa): www.defence.ie
  • Department of Education and Skills (Ministério da Educação e Ciência): www.education.ie
  • Department of Enterprise, Trade and Innovation (Ministério de Empresas, Comércio e Emprego): www.enterprise.cov.ie
  • Department of Environment, Heritage and Local Government (Ministério do Meio Ambiente, Patrimônio Cultural e Governo Local): www.environ.ie
  • Department of Finance (Ministério das Finanças): www.finance.gov.ie
  • Department of Foreign Affairs (Ministério das Relações Exteriores): www.dfa.ie
  • Department of Health and Children (Ministério da Saúde e Crianças): www.dohc.ie
  • Department of Justice and Law Reform (Ministério da Justiça, Igualdade e Reforma Legislativa): www.justice.ie
  • Department of Public Expenditure and Reform: www.per.gov.ie
  • Department of Social Protection (Ministério de Assuntos Sociais e de Família): www.dsfa.ie
  • Department of Transport (Ministério dos Transportes): www.dttas.ie
  • Department of the Taoiseach (Ministério do Taoiseach): www.taoiseach.gov.ie

Quem pode concorrer às eleições para o Dáil Éireann?

Pode concorrer para eleição no Dáil Éireann quem tiver pelo menos 21 anos de idade e for cidadão irlandês.

Volta ao Topo

Governo local

Além das instituições centrais do Oireachtas, o sistema político da Irlanda também se estende ao governo de nível local, com as autoridades locais. As autoridades locais são compostas por:

  • 29 County Councils (Conselhos do Condado), por exemplo Fingal County Council, Cork County Council
  • 5 City Councils (Conselhos do Município), por exemplo, Dublin City Council, Galway City Council
  • 5 Borough Councils (Conselhos da Vila), por exemplo, Drogheda Borough Council, Wexford Borough Council e
  • 75 Town Councils (Conselhos da Cidade), por exemplo, Portlaoise Town Council, Tralee Town Council

Em nível regional, existem também oito Regional Authorities (Autoridades Regionais) e duas assembleias regionais.

As eleições locais ocorrem na Irlanda a cada 5 anos, no mês de maio ou junho. Nessas eleições, os membros da comunidade local elegem os Councillors (Conselheiros) para representarem a comunidade nas autoridades locais.

O conselho eleito é o braço legislativo da autoridade local. A administração diária da autoridade local é coordenada pelo administrador do condado ou da cidade.

Quais os serviços prestados pelas Autoridades Locais?

As Autoridades Locais estão envolvidas na prestação de uma grande variedade de serviços, como: fornecimento de alojamentos, gerenciamento e reciclagem de lixo, bibliotecas, rodovias e parques públicos.

Posso participar das eleições locais?

Você é elegível para uma autoridade local se for residente normal na Irlanda e tiver no mínimo 18 anos. Não é necessário ser cidadão irlandês. Todos os residentes na Irlanda, independente de nacionalidade, podem votar nas eleições locais (ver abaixo).

Volta ao Topo

Participação da União Europeia

Qual o papel da EU no sistema político irlandês?

A Irlanda é membro da União Europeia. Os estados-membros participam em instituições comuns, de forma que as decisões sobre assuntos específicos de interesse coletivo podem ser tomadas em nível europeu. Para obter mais informações sobre a UE, acesse www.europa.eu

Como sou representado na UE?

O Parlamento Europeu é eleito a cada cinco anos pelo povo da Europa para representar seus interesses. A Irlanda tem 12 MEPs (Membros do Parlamento Europeu). Os detalhes sobre os MEPs irlandeses podem ser encontrados em www.europarl.europa.eu

Quem é elegível para concorrer às eleições europeias na Irlanda?

Pode concorrer à eleição para o Parlamento Europeu quem tiver pelo menos 21 anos de idade e for cidadão irlandês ou cidadão residente da UE.

Volta ao Topo

Voto

Tenho direito a voto na Irlanda?

Depende de sua cidadania. Você deve, também, estar inscrito no Electoral Register (Cartório Eleitoral). O direito a voto na Irlanda segue abaixo:

 

Eleições locais

Eleições europeias

Eleições do Dáil

Referendo/Eleições presidenciais

Cidadão irlandês residente

Sim

Sim

Sim

Sim

Cidadão britânico residente

Sim

Sim

Sim

Não

Cidadão da UE residente

Sim

Sim

Não

Não

Cidadão residente de país não pertencente à UE

Sim

Não

Não

Não

Como incluo meus detalhes no Cartório Eleitoral?

Para ser incluído no Electoral Register (Cartório Eleitoral) você precisa atender a duas condições. É necessário:

  • Ter pelo menos 18 anos de idade no dia em que o registro se torna obrigatório (15 de fevereiro) e
  • Ser residente normal no Estado em 1º de setembro do ano anterior ao de obrigatoriedade de registro

Você pode obter formulários de inscrição na autoridade local, agências do correio e bibliotecas públicas. As inscrições para inclusão no Cartório Eleitoral devem ser preenchidas até 25 de novembro.

Para verificar se está registrado no cartório eleitoral, você também pode acessar o site www.checktheregister.ie

E se eu não estiver registrado no cartório?

Se não estiver registrado no cartório, você deve preencher o formulário RFA. Esse formulário está disponível no site www.checktheregister.ie e na autoridade local. Você deve assinar esse formulário no Garda Station (Posto da Guardal) local e devolvê-lo à autoridade local.

Como eu voto?

O local de votação depende de seu endereço. Cada rua tem um local de votação definido. Antes do dia da eleição, você receberá um cartão de votação que informará seu local de votação. No dia da eleição, você deve levar ao local de votação seu cartão de votação e uma identificação com foto. Você receberá uma cédula, com todos os candidatos relacionados. Você preencherá sua cédula com privacidade em uma cabine de votação. Você deve escrever 1 ao lado de sua primeira escolha e continuar em toda a lista de candidatos. Quando terminar, dobre sua cédula e deposite-a na urna.

Quando serão as próximas eleições?

  • Eleições locais – junho de 2014
  • Eleições europeias – junho de 2014
  • Eleições do Dáil (eleições gerais) – 2016
  • Eleição presidencial – 2018

Volta ao Topo

Links

O site www.ivote.ie é uma iniciativa de Integrating Ireland (Integração da Irlanda) – seu objetivo é fornecer informações políticas básicas sobre o voto, sem vínculo partidário, para ajudar os grupos membros a trabalhar em projetos de cidadania ativa e participação cívica.

www.vote.ie é um site hospedado pela Vincentian Partnership for Social Justice (Parceria Vincentina pela Justiça Social), que trabalha para a mudança social e econômica através do combate à pobreza e à exclusão.

The Vincentian Partnership for Social Justice (Parceria Vincentina pela Justiça Social)
Ozanam House, 53 Mountjoy Square, Gardiner Street, Dublin 1
Telefone: 01 8780425

Volta ao Topo

Uma breve história da Irlanda

Share |

Uma breve história da Irlanda ( A Brief History of Ireland: Portugese Version) from Crosscare Migrant Project on Vimeo.

Início da história irlandesa

Os historiadores estimam que a Irlanda foi ocupada por humanos pela primeira vez em um estágio relativamente tardio, em termos europeus – cerca de 10.000 anos atrás. Por volta de 4000 a.C. estima-se que os primeiros agricultores chegaram à Irlanda. A agricultura marcou a chegada da nova Idade da Pedra. Por volta de 300 a.C., os guerreiros da Idade do Ferro, conhecidos como celtas, chegaram à Irlanda vindos da Europa continental. Os celtas tiveram uma imensa influência na Irlanda. Muitos mitos irlandeses famosos derivam de histórias sobre guerreiros celtas. A primeira língua oficial da República da Irlanda atualmente, o irlandês (ou gaélico), deriva da língua celta.

Volta ao Topo

Início da Irlanda cristã

Depois da chegada de São Patrício e outros missionários cristãos no início e meados do século V, o cristianismo substituiu a religião pagã indígena por volta de 600 d.C. Os sábios cristãos irlandeses se destacaram no estudo de latim, grego e teologia cristã em monastérios em toda a Irlanda. As artes da escrita, iluminação, metalurgia e escultura floresceram e produziram tesouros como o Book of Kells (Livro de Kells), a joalheria decorativa e muitas cruzes de pedra entalhadas que ainda podem ser vistas pelo país.

Volta ao Topo

A Era Viking

No final do século VIII e durante o século IX os vikings, vindos da atual Escandinávia, começaram a invadir e, depois, a gradualmente se estabelecer e se misturar à sociedade irlandesa. Os vikings fundaram Dublin, a cidade capital da Irlanda, em 988. Depois da derrota dos vikings por Brian Boru, Grande Rei da Irlanda, em Clontarf em 1014, a influência viking diminuiu.

Volta ao Topo

A era normanda

O século XII testemunhou a chegada dos normandos. Os normandos construíram cidades muradas, castelos e igrejas. Eles também aumentaram a agricultura e o comércio na Irlanda.

Volta ao Topo

Plantações e leis penais

Depois que o Rei Henrique VIII declarou-se líder da Igreja na Inglaterra, em 1534, ele fez com que o Parlamento Irlandês o declarasse Rei da Irlanda em 1541. Daquela época até o final do século XVII, uma política inglesa oficial de “plantação” causou a chegada de centenas de colonos protestantes ingleses e escoceses. A plantação mais bem-sucedida ocorrei em Ulster. A partir desse período, o conflito religioso se tornou um tema comum na história irlandesa.

O século XVII foi um século sangrento na Irlanda. Ele culminou com a imposição do rígido regime de leis penais. Essas leis ditavam a retirada de poder dos católicos, negando-lhes, por exemplo, o direito a empréstimos ou à posse de terras acima de um determinado valor, tornando ilegal o clero católico, proibindo a educação superior e a profissionalização e impondo juramentos de obediência à igreja estatal, a Igreja da Irlanda. Durante o século XVIII o cumprimento rígido das leis penais foi aliviado, mas em 1778 os católicos detinham apenas cerca de 5% das terras na Irlanda.

Volta ao Topo

União com a Grã-Bretanha

Em 1782, uma facção do Parlamento liderada por Henry Grattan (protestante), conseguiu negociar uma relação comercal mais favorável com a Inglaterra e uma maior independência legislativa para o Parlamento da Irlanda. Londres, porém, ainda controlava muito do que acontecia na Irlanda. Inspirada pela Revolução Francesa, em 1791 foi criada uma organização chamada United Irishmen (Irlandeses Unidos), com o ideal de unir os irlandeses de todas as religiões para mudar e reduzir o poder da Bretanha na Irlanda. Seu líder era um jovem protestante de Dublin chamado Theobald Wolfe Tone. A United Irishmen foi a inspiração para a rebelião armada de 1798. A rebelião falhou, apesar das tentativas de ajuda dos franceses, e em 1801 foi aprovada a Act of Union (Lei da União), unindo politicamente a Irlanda e a Bretanha.

Em 1829, um dos maiores líderes da Irlanda, Daniel O’Connell, conhecido como “o grande libertador”, foi essencial para a aprovação da Act of Catholic Emancipation (Lei da Emancipação Católica) no parlamento de Londres. Ele conseguiu eliminar a proibição total de voto para católicos e também o direito de participação no Parlamento em Londres.

Depois dessa vitória, O’Connell pretendia cancelar a Act of Union (Lei da União) e restabelecer o parlamento irlandês. Essa tarefa, no entanto, era muito mais difícil e a abordagem não violenta de O’Connell não era apoiada por todos. Esses problemas políticos, contudo, foram obscurecidos pelo pior desastre e tragédia da história irlandesa – a grande fome.

Volta ao Topo

A grande fome

As batatas, na época, eram o principal alimento da crescente população. Quando a queima (um tipo de praga) atingiu as plantações de batata de todo o país em 1845, 1846 e 1847, seguiu-se o desastre. As batatas deixaram de ser comestíveis e as pessoas começaram a morrer de fome. A resposta do governo britânico também contribuiu para o desastre – os acordos de comércio ainda eram controlados por Londres. Enquanto centenas de milhares de pessoas sofriam com a fome extrema, a Irlanda era forçada a exportar colheitas abundantes de trigo e derivados de leite para a Grã-Bretanha, e depois, para o exterior.

Entre 1845 e 1851, dois milhões de pessoas morreram ou foram obrigadas a emigrar da Irlanda. A população da Irlanda nunca mais voltou ao nível de antes da fome, de aproximadamente 8 milhões.

A história de emigração da Irlanda continuou depois disso, com a maioria dos emigrantes irlandeses indo para os Estados Unidos.

Volta ao Topo

Autonomia política

Houve pouco desafio efetivo ao controle da Irlanda pela Bretanha, até os esforços de Charles Stewart Parnell (1846-91). Aos 31 anos, ele se tornou líder do Irish Home Rule Party (Partido Irlandês pela Autonomia Política), que se tornou o Irish Parliamentary Party (Partido Parlamentar Irlandês) em 1882.

Embora Parnell não tenha atingido o Home Rule (ou autogoverno), seus esforços e amplamente reconhecida capacidade na House of Commons (Casa dos Comuns) valeu-lhe o título de “rei não coroado da Irlanda”. O impulso dado por ele à ideia do Home Rule teve implicações duradouras.

Em Ulster, no norte da Irlanda, a maioria das pessoas era protestante. Eles estavam preocupados com a possibilidade de o Home Rule ser concedido, já que seriam uma minoria protestante em uma Irlanda independente de maioria católica. Eles eram favoráveis à união com a Grã-Bretanha. O Unionist Party (Partido Unificador) foi liderado por Sir Edward Carson. Carson ameaçou uma luta armada por uma Irlanda do Norte separada, se fosse concedida independência à Irlanda.

Um Home Rule Bill (Projeto de Lei pela Autonomia Política) foi aprovado em 1912 mas, crucialmente, não foi transformado em lei. A Home Rule Act (Lei da Autonomia Política) foi suspensa com o início da Primeira Guerra Mundial, em 1914. Muitos nacionalistas irlandeses acreditavam que a Home Rule seria concedida depois da guerra, se apoiassem os esforços de guerra britânicos. John Redmond, líder do Irish Parliamentary Party (Partido Parlamentar Irlandês), estimulou as pessoas a se unirem às forças britânicas. Muitos se uniram. No entanto, a maioria dos nacionalistas não confiou no governo britânico, levando a um dos principais eventos da história irlandesa, o Easter Rising (Levante da Páscoa).

Volta ao Topo

Levante da Páscoa

Em 24 de abril de 1916, segunda-feira de Páscoa, dois grupos de rebeldes armados, os Irish Volunteers (Voluntários Irlandeses) e o Irish Citizen Army (Exército de Cidadãos Irlandeses), tomaram pontos-chave de Dublin. Os Voluntários Irlandeses foram liderados por Padraig Pearse e o Exército de Cidadãos Irlandeses por James Connolly. Em frente ao GPO (General Post Office, Agência central do correio), no centro de Dublin, Padraig Pearse leu a Proclamação da República, que declarou uma República Irlandesa independente da Grã Bretanha. Seguiram-se as batalhas, com baixas em ambos os lados e entre a população civil. O Levante de Páscoa terminou em 30 de abril, com a rendição dos rebeldes. A maioria da população era, na verdade, contra o Levante. A opinião pública mudou, porém, quando a administração britânica respondeu executando muitos dos líderes e participantes do Levante. Todos os sete signatários da proclamação foram executados, inclusive Pearse e Connolly.

Duas das principais figuras que estiveram envolvidas no levante e que evitaram a execução foram Éamon de Valera e Michael Collins. Nas eleições de dezembro de 1918, o partido Sinn Féin, liderado por Éamon de Valera, ganhou a maioria das vagas irlandesas da House of Commons (Câmara dos Comuns). Em 21 de janeiro de 1919, os membros do Sinn Féin na Câmara dos Comuns se reuniram em Dublin para formar um parlamento da República Irlandesa, chamado Dáil Éireann, declarando unilateralmente o poder sobre toda a ilha.

Volta ao Topo

Guerra da independência

O que se seguiu é conhecido como “guerra da independência”, quando o Irish Republican Army (Exército Republicano Irlandês) – o exército da recém-declarada República Irlandesa – travou uma guerra de guerrilha contra as forças britânicas de 1919 a 1921. Um dos principais líderes dessa guerra foi Michael Collins. Em dezembro de 1921 foi assinado um tratado pelas autoridades irlandesas e britânicas. Embora um nível claro de independência tivesse sido finalmente concedido à Irlanda, o teor do tratado dividiu a opinião pública e política irlandesa. Uma das fontes de divisão foi a Irlanda ter sido dividida em Irlanda do Norte (6 condados) e no Estado Livre Irlandês (26 condados), que se estabeleceu em 1922.

Volta ao Topo

Guerra Civil

Tal foi a divisão de opinião na Irlanda que se seguiu uma Guerra Civil, de 1922 a 1923, entre forças a favor e contra o tratado, com Collins (a favor do tratado) e de Valera (contra o tratado) em lados opostos. As consequências da Guerra Civil podem ser vistas até hoje. Os dois maiores partidos políticos da Irlanda têm suas raízes nos lados opostos da guerra civil: Fine Gael (a favor do tratado) e Fianna Fáil (contra o tratado). Depois da guerra civil, seguiu-se um período de relativa estabilidade política.

Volta ao Topo

Irlanda do Norte

O Parlamento da Irlanda do Norte foi criado pela mesma Government of Ireland Act (Lei do Governo da Irlanda) de 1920, que criou o Estado Livre Irlandês. O Parlamento era composto por maioria protestante e, embora houvesse uma relativa estabilidade por décadas, ela acabou no final dos anos 60, devido à discriminação sistemática dos católicos.

O ano de 1968 testemunhou o início das marchas pelos direitos civis dos católicos na Irlanda do Norte, que levou a reações violentas de protestantes leais e da força policial. Seguiu-se um período conhecido como “the Troubles” (os conflitos), quando os grupos nacionalistas/republicanos e leais/unificadores se confrontaram.

Em 1969, tropas britânicas foram enviadas a Derry e Belfast para manter a ordem e proteger a minoria católica. Mas o exército logo passou a ser visto pela comunidade católica minoritária como uma ferramenta da maioria protestante. Essa impressão foi reforçada pelos eventos conhecidos como Bloody Sunday (Domingo Sangrento), em 1972, quando as forças britânicas abriram fogo contra uma marcha pelos direitos civis católicos em Derry, matando 13 pessoas. Seguiu-se um aumento da violência paramilitar, seguido por muitas atrocidades cometidas por ambos os lados. O período dos “Conflitos” terminou com um acordo geral, o Acordo de Belfast (ou da Sexta-feira Santa), em 10 de abril de 1998.

Estima-se que, entre 1969 e 1998, muito mais de 3.000 pessoas foram mortas por grupos paramilitares, em ambos os lados do conflito.

Desde 1998 uma considerável estabilidade e paz chegaram à Irlanda do Norte. Em 2007, o DUP (Partido Democrático Unificador) e o Sinn Féin, partidos arquirrivais, passaram a cooperar no governo da Irlanda do Norte.

Volta ao Topo

República da Irlanda – do século XX aos dias atuais

A Constituição de 1937 restabeleceu o estado como República da Irlanda.

Em 1973, a Irlanda se uniu à Comunidade Econômica Europeia (Hoje União Europeia).

Nos anos 80 a economia irlandesa estava em recessão e muitas pessoas emigraram por motivo de trabalho. Muitas pessoas emigraram para o Reino Unido, os Estados Unidos e a Austrália.

As reformas econômicas dos anos 80, juntamente com a entrada na Comunidade Europeia (hoje União Europeia), criaram uma das maiores taxas de crescimento econômico do mundo. A Irlanda, nos anos 90, até então considerada um país de emigração, se tornou um país de imigração. Esse período da história irlandesa foi chamado de Tigre Celta.

Para encontrar locais de interesse histórico na Irlanda, acesse:

www.heritageireland.ie

www.discoverireland.ie

Volta ao Topo

Cultura e sociedade na Irlanda

Share |

A cultura irlandesa tem muitos significados diferentes. Não existe definição certa da cultura irlandesa, mas existem alguns símbolos que são exclusivos da Irlanda. A Irlanda é comumente chamada de “terra de santos e sábios”, fazendo menção à idade de ouro do aprendizado monástico, ou de “ilha de esmeralda”, por causa da paisagem verde.

A bandeira irlandesa

A bandeira foi apresentada pela primeira vez por Thomas Francis Meagher, em 1848, com base na bandeira tricolor francesa. No entanto, só depois do Levante da Páscoa de 1916, quando foi hasteada acima do Correio Central de Dublin, a bandeira tricolor passou a ser considerada a bandeira nacional. A bandeira foi adotada em 1919 pela República Irlandesa durante sua guerra de independência e, depois, pelo Estado Livre Irlandês. Recebeu status constitucional pela Constituição de 1937, que estabeleceu a República da Irlanda.

A seção verde da bandeira simboliza a antiga maioria da tradição gaélica da Irlanda, composta principalmente por católicos romanos. O laranja representa a minoria predominantemente protestante. O branco no centro significa uma trégua duradoura entre as duas culturas, vivendo juntas em paz.

Volta ao Topo

A constituição

Bunreacht na hÉireann, a Constituição da Irlanda, é a legislação fundamental da Irlanda. Nenhuma lei que não a siga pode ser aprovada. A Constituição pode ser alterada apenas por um referendo, no qual cada cidadão da Irlanda maior de 18 anos é obrigado a votar. A Constituição foi aprovada em referendo em 1º de julho de 1937. A Constituição está disponível em inglês e irlandês em www.constitution.ie

Volta ao Topo

Hino Nacional

Amhrán na bhFiann, ou A Canção do Soldado, é o hino nacional da República da Irlanda. O hino foi composto em inglês por Peadar Kearney em 1907. A letra em irlandês foi composta por Liam Ó Rinn. A música se tornou o hino oficial do estado em 1926.

A música é considerada, por alguns nacionalistas, como o hino nacional de toda a Irlanda, e por isso é cantada, por exemplo, nas partidas da Gaelic Athletic Association (Associação Atlética Gaélica) que ocorrem em qualquer parte da ilha. O hino é composto por três versos e um refrão, mas geralmente só se canta o refrão.

Alguns Unionists (membros do Partido Conservador), no entanto, rejeitam esse uso do Amhrán na bhFiann e, em jogos das equipes que representam tanto a República da Irlanda quanto a Irlanda do Norte, cantam a música Ireland’s Call (Chamado da Irlanda) no lugar, ou juntamente com a Amhrán na bhFiann.

Clique aqui para ouvir o Hino Nacional

Clique aqui para ler a letra da música

Volta ao Topo

Músicas populares

Uma música não oficial que é cantada em muitos eventos esportivos é The Fields of Athenry (Os campos de Athenry). Conta história de um homem que foi preso por roubar comida durante a Grande Fome, foi condenado e transportado para a Austrália.

Clique aqui para ouvir the Fields of Athenry

Clique aqui para ler a letra da música

Volta ao Topo

O símbolo nacional

A harpa é um símbolo do estado irlandês. Ela é usada pelos Departamentos e Escritórios do Governo. Aparece também em todas as moedas irlandesas. A harpa é gravada no selo do escritório do Presidente, além de aparecer também na bandeira do Presidente da Irlanda.

Para obter mais informações sobre a bandeira, a Constituição, o hino e o símbolo da Irlanda, acesse www.constitution.ie

Volta ao Topo

O feriado nacional e o trevo

Dia 17 de março é o Dia de São Patrício, feriado nacional na Irlanda. Acredita-se que São Patrício tenha trazido o cristianismo para a Irlanda, e 17 de março é a data em que se diz que ele morreu. Os desfiles do Dia de São Patrício acontecem na maioria das cidades da Irlanda e em vários países em todo o mundo, para comemorar o feriado nacional. Muitas pessoas levam consigo uma planta chamada “trevo” no Dia de São Patrício. Não é oficial, mas talvez seja o símbolo mais reconhecido da Irlanda. Diz-se que São Patrício usava as três folhas do trevo para explicar o conceito cristão da Trindade.

Volta ao Topo

Cultura popular

A cultura popular na Irlanda é muito semelhante à de muitos outros países ocidentais em termos de TV, cinema e música e literatura popular. Porém, um aspecto da cultura popular na Irlanda que a torna algo diferente de outras culturas é a cultura do pub.

O termo “pub” refere-se a “public house”, ou bar. Embora haja um problema reconhecido de consumo excessivo de álcool na Irlanda, a cultura do pub refere-se a mais que simplesmente beber. Tipicamente, os pubs são pontos de encontro importantes, onde as pessoas podem se reunir e encontrar seus vizinhos e amigos em um ambiente descontraído. O estilo dos pubs varia muito, de acordo com os clientes que servem e com a região onde se localizam. Desde 2004 é ilegal fumar em locais de trabalho fechados na Irlanda, inclusive pubs.

Volta ao Topo

Geografia

A maioria dos irlandeses vê a si mesmos e aos outros em termos de que parte da Irlanda vêm. A Irlanda é dividida em 32 condados. Isso fica mais evidente durante as partidas entre condados da GAA (Associação Atlética Gaélica), quando os fãs se vestem com as cores específicas de seu condado. A República da Irlanda é formada por 26 condados e a Irlanda do Norte por seis. É também tradicionalmente dividida nas quatro províncias de Connaught, Leinster, Munster e Ulster. O Ulster contém 9 condados, 6 dos quais estão na Irlanda do Norte e 3 na República da Irlanda.

Counties of Ireland

Provinces of Ireland

República da Irlanda

  • Dublin
  • Wicklow
  • Wexford
  • Carlow
  • Kildare
  • Meath
  • Louth
  • Monaghan
  • Cavan
  • Longford
  • Westmeath
  • Offaly
  • Laois
  • Kilkenny
  • Waterford
  • Cork
  • Kerry
  • Limerick
  • Tipperary
  • Clare
  • Galway
  • Mayo
  • Roscommon
  • Sligo
  • Leitrim
  • Donegal

Irlanda do Norte

  • Fermanagh
  • Tyrone
  • Derry
  • Antrim
  • Down
  • Armagh

Alguns pontos importantes sobre a geografia da Irlanda

  • A montanha mais alta da Irlanda é Carrantuohill, no Condado de Kerry
  • O maior rio da Irlanda é o Shannon
  • O maior lago da Irlanda é o Lough Neagh, em Ulster

Volta ao Topo

Sociedade irlandesa e migração

Tradicionalmente, a sociedade irlandesa tem sido de emigração. Por centenas de anos, saíram mais irlandeses da Irlanda do que imigraram estrangeiros para a Irlanda. Os períodos mais notáveis de emigração ocorreram após a fome, em 1845, e mais recentemente nos anos 50 e 80, quando grande número de irlandeses emigrou em busca de uma vida melhor. Isso vem mudando desde o final dos anos 90, quando a economia da Irlanda melhorou radicalmente. Desde então, muitas pessoas têm imigrado para a Irlanda. O Censo de 2006 estimou que 1 em cada 10 pessoas na Irlanda não era cidadão irlandês. Esses números incluíam uma proporção significativa de cidadãos do Reino Unido.

Embora a emigração seja uma característica constante da sociedade irlandesa, o final dos anos 90 também testemunhou uma tendência de emigrantes irlandeses voltando a viver na Irlanda. Muitos milhões de pessoas de todo mundo, particularmente no Reino Unido, EUA, Austrália, Canadá e Nova Zelândia declaram ascendência irlandesa. Por muitas gerações, a maioria dos irlandeses tinha familiares que viviam em outro país, algo que agora é característico de imigrantes na Irlanda.

Volta ao Topo

Costumes

Como qualquer outro país, existem costumes e tradições específicos da Irlanda.

Cumprimentar pessoas

Os irlandeses têm a reputação de serem muito amigáveis. Geralmente, as pessoas apertam as mãos quando se conhecem pela primeira vez. Amigos se abraçam ou simplesmente dizem oi. Às vezes, as pessoas se beijam no rosto, se se conhecerem bem. As pessoas se olham nos olhos porque isso é sinal de confiança e de que estão interessadas no que está sendo dito.

Cumprimento de horário

Às vezes pode parecer que o cumprimento de horário não é muito importante na Irlanda. Geralmente quando alguém marca de se encontrar com você às 8 da noite, normalmente quer dizer 8:15 ou depois. Os irlandeses, em geral, são muito tranquilos com o horário.

Boas maneiras

As pessoas normalmente dizem “por favor” e “obrigado”. A maioria das pessoas, por exemplo, agradece ao motorista ao descer do ônibus.

As pessoas também costumam fazer fila e esperar a vez, por exemplo, em uma loja.

Volta ao Topo

Nômades

Os Travellers (nômades) são um grupo indígena que faz parte da sociedade irlandesa há séculos. Os Travellers têm valores culturais e tradições distintas, além de sua própria língua, Cant. Historicamente, os Travellers tiveram o papel de transportadores de cultura, inclusive música e histórias. Existem aproximadamente 25.000 Travellers na Irlanda, com muitos outros, e seus descendentes, vivendo no Reino Unido e nos Estados Unidos.

Tradicionalmente, os Travellers viviam à beira das estradas, mudando-se de local para local. Os Travellers estão envolvidos na reciclagem de sucata metálica, mercado e cavalos. Gradualmente muitos Travellers se fixaram em casas, mas muitos outros continuam a viver uma vida nômade. Em 2002, o governo irlandês criminalizou o acampamento em locais públicos ou particulares, o que afetou a vida do Traveller.

Os Travellers sofreram e continuam a sofrer um alto nível de preconceito e discriminação na sociedade irlandesa. Existem várias organizações de Travellers que fazem campanha pelos direitos dos Travellers na Irlanda:

Pavee Point
46 North Great Charles Street, Dublin 1
Telefone: 01 8780255
E-mail: info@pavee.ie
Site: www.paveepoint.ie

Irish Traveller Movement (Movimento Traveller irlandês)
4/5 Eustace Street, Dublin 2
Telefone: 01 67965 77
E-mail: info@itmtrav.ie
Site: www.itmtrav.com

Crosscare Traveller Inclusion (Inclusão de Travellers da Crosscare)
Red House, Clonliffe Road, Dublin 3
Telefone: 01 8360011

Volta ao Topo

Mídia na Irlanda

Existem quatro canais principais de televisão na Irlanda: RTE1, RTE2, TV3 e TG4 (em irlandês).

Existem várias estações de rádio nacionais, incluindo:

RTE Radio 1, 2FM, Lyric FM, Newstalk, Today FM.

Existem 3 jornais de circulação nacional:

The Irish Times, the Irish Independent e the Irish Examiner

Jornais comunitários

  • Em russo

Nasha Gazeta

  • Em chinês

Sun Emerald

Ireland Chinese News

Volta ao Topo

Comida irlandesa

As seguintes refeições são consideradas como tradicionalmente irlandesas:

  • Batatas são o estereótipo de comida da Irlanda, mas elas são comidas regularmente como purê, fritas, cozidas ou assadas.
  • Irish stew (cozido irlandês) – geralmente consiste em carne, batatas, cebolas e cenouras cozidas ou fervidas juntas
  • Bacon e repolho
  • Fry – geralmente comido no café da manhã, consiste em linguiça, rashers (bacon), tomate, cogumelos, ovo, pudim preto e branco com pão irlandês (soda bread)
  • Colcannon – normalmente consiste em batatas, repolho e alho-poró.

Volta ao Topo

A-Z da cultura popular irlandesa

A

A House foi uma banda dos anos 80 e 90. Ficaram conhecidos por seu single “Endless Art”.

Aslan é uma banda de rock irlandesa muito popular.

B

Brendan Behan foi um poeta, escritor e dramaturgo irlandês.

Blarney Stone (pedra da bajulação) – se você beijar a pedra receberá o “dom da tagarelice (fala)”.

Bodhrán é um pandeiro irlandês feito de pele de carneiro, tocado com a mão ou com uma haste de madeira chamada “tipper”.

Bosco foi um boneco infantil muito popular no fim dos anos 70 e começo dos anos 80. Ele tinha cabelos vermelhos, usava uma camisa listrada vermelha e branca e vivia em uma caixa amarela.

Bosco

Boyzone é a boy band irlandesa original.

The Brown Bull of Cooley (O touro marrom de Cooley) conta a história da Rainha Maeve e de seu marido Ailill. Ailill tinha o White Bull of Connaght (Touro branco de Connaght), então Maeve roubou o Touro marrom de Cooley.

Gay Byrne é um dos rostos mais reconhecidos da televisão irlandesa. Ele apresentava o Late Late Show e agora é presidente da Road Safety Authority (Autoridade para Segurança nas Estradas).

Gay Byrne

C

Céilí é uma reunião social de dança. As danças populares irlandesas incluem: The Walls of Limerick, Siege of Ennis

The Children of Lir (Os filhos de Lir) é uma lenda irlandesa sobre Lir, que tinha quatro filhos, Fionnuala, Aodh, Fiachra e Conn, que foram transformados em cisnes por sua madrasta. O feitiço foi quebrado apenas quando eles ouviram o som de um novo sino de Deus em seu país.

O anel de Claddagh é um anel tradicional irlandês, usado como sinal de amor ou amizade. O desenho é formado por um par de mãos que seguram um coração com uma coroa.

Claddagh ring

Michael Collins foi um líder do Levante da Páscoa de 1916 e uma figura muito importante na Guerra da Independência. Ele assinou o tratado que criou o Estado Livre Irlandês e permitiu que a Irlanda do Norte se tornasse parte do Reino Unido.

Michael Collins

The Corrs é uma banda formada por três irmãs e um irmão de Dundalk, condado de Louth.

The Cranberries foi uma banda popular de Limerick nos anos 90.

Cúchulainn, chamado originalmente de Setanta, é uma figura mítica irlandesa que ganhou este nome quando acertou uma bola na boca do cão de guarda de Culann.

D

Deirdre of the Sorrows (Deirdre das Dores) é o personagem mais trágico da mitologia irlandesa. Quando ela nasceu, os druidas previram que ela causaria grande tragédia e mágoa.

Roddy Doyle é o escritor mais conhecido de Dublin. Muitos de seus livros foram transformados em filmes, como por exemplo The Commitments.

Drácula é um romance escrito em 1897 pelo autor irlandês Bram Stoker.

The Dubliners são uma banda folclórica irlandesa, formada em 1962.

Dustin é um boneco infantil popular, que surgiu pela primeira vez em The Den e passou a representar a Irlanda no Eurovision Song Contest (Concurso Musical Eurovision).

Dustin

E

Enya é uma cantora e compositora do condado de Donegal.

Eurovision Song Contest (Concurso Musical Eurovision): A Irlanda ganhou o concurso mais vezes que qualquer outro país.

F

Fair City é uma novela ambientada em um subúrbio de Dublin, e está no ar desde 1989.

Father Ted foi um programa cômico da televisão sobre três padres e sua empregada, que viviam em Craggy Island, na costa da Irlanda.

G

Glenroe foi uma série dramática de TV ambientada na Irlanda rural e que foi ao ar de 1983 a 2001.

Granuaile ou Grace O’Malley foi uma marinheira e rebelde da Irlanda do século XVI. Ela ficou conhecida por sua liderança em terra e no mar.

H

O treinamento e as corridas de cavalos têm papel muito importante na vida irlandesa. A Dublin Horse Show (Feira de Cavalos de Dublin) é um evento anual que é um dos principais eventos equestres internacionais do mundo: www.dublinhorseshow.com. A corrida de cavalos é um passatempo popular. Muitas pessoas gostam de apostar nas corridas. A Irlanda produz alguns dos melhores cavalos de corridas do mundo.

I

O café irlandês é feito com café quente, uísque irlandês, açúcar e creme.

Irish coffee

J

James Joyce é um escritor irlandês, ganhador do Prêmio Nobel, mais conhecido por seu romance, Ulisses: www.jamesjoyce.ie

K

Patrick Kavanagh foi um poeta e romancista irlandês. Tarry Flynn é um de seus romances mais conhecidos.

Book of Kells (Livro de Kells) é o mais famoso manuscrito ilustrado criado pelos monges da Irlanda. Está localizado na Trinity College, em Dublin.

Book of Kells

Pat Kenny é um conhecido apresentador de rádio e televisão. Ele apresentou os programas Kenny Live e Late Late Show.

Pat Kenny

L

Late Late Show é o programa de entrevistas há mais tempo no ar em todo o mundo. Foi transmitido pela primeira vez em 1962 e já foi apresentado por quatro pessoas: Gay Byrne, Frank Hall, Pat Kenny e Ryan Tubridy.

M

Os casamentos arranjados foram uma forma popular de encontrar marido ou esposa. Os casamenteiros profissionais arranjavam casamentos na Irlanda tradicional. Todo ano, em setembro e outubro, ocorre um festival de casamentos em Lisdoonvarna, condado de Clare.

Molly Malone foi uma peixeira de Dublin. Existe uma estátua dela na área externa da Trinity College, em Dublin.

Molly Malone

Christy Moore é um cantor e compositor folclórico popular.

N

Ganhadores do Prêmio Nobel: Dez pessoas ganharam um Prêmio Nobel para a Irlanda. Quatro de literatura: William Butler Yeats (1923), George Bernard Shaw (1925), Samuel Beckett (1969) e Seamus Heaney (1995), um de física: Ernest Thomas Sinton Walton (1951) e cinco da paz: Sean MacBride (1974), Mairead Corrigan e Betty Williams (1976) e John Hume e David Trimble (1998).

O

Medalhas olímpicas: A Irlanda conquistou 8 medalhas de ouro, 8 medalhas de prata e 10 medalhas de bronze nos Jogos Olímpicos de Verão.

P

Medalhas paraolímpicas: A Irlanda conquistou 50 medalhas de ouro nos Jogos Paraolímpicos

Peig Sayers foi autora e seanachaí (contadora de histórias). Ela viveu nas Ilhas Blasket, próxima ao condado de Kerry. Ela ditou sua autobiografia para seu filho, porque era analfabeta. É uma das peças mais lidas da literatura irlandesa.

Poitín é uma bebida destilada de batatas ou cevada maltada. É uma das bebidas alcoólicas mais fortes do mundo.

Visita do Papa: O Papa João Paulo II visitou a Irlanda em 1979, arrastando grandes multidões para vê-lo.

Q

Questions and Answers foi um programa de debates popular transmitido pela RTE, onde os membros da equipe discutiam casos atuais e tópicos de problemas.

The Quiet Man (Depois do vendaval) é um filme estrelado por John Wayne e Maureen O’Hara, sobre americanos irlandeses que voltam à Irlanda para recuperar a fazenda da família.

R

The Riordans foi a primeira novela rural da Irlanda. Foi transmitida de 1965 a 1979. A série foi revolucionária porque usava câmeras externas em uma fazenda real.

Riverdance foi um dos destaques do Eurovision 1994. Se tornou um sucesso mundial.

S

O Salmon of Knowledge (Salmão da sabedoria) era um peixe mágico. Diz a lenda que a primeira pessoa a experimentar o salmão seria a pessoa mais sábia da Irlanda.

Scrap Saturday era um programa de rádio no final dos anos 80 e começo dos anos 90, que satirizava políticos e outras figuras públicas.

Something Happens foi uma banda de pop-rock irlandesa do fim dos anos 80 e começo dos anos 90.

T

Tir na nÓg é a terra da juventude eterna, na mitologia celta.

Tolka Row foi a primeira novela da Irlanda, transmitida de 1964 a 1968.

U

U2 é uma das bandas mais populares do mundo.

V

Van Morrison é um cantor, compositor, autor, poeta e multi-instrumentista ganhador do Grammy. Ele escreveu mais de 150 músicas.

Eamon De Valera é uma importante figura política da Irlanda. Ele fundou o partido Fianna Fáil e foi Taoiseach e Presidente da Irlanda.

Eamon De Valera

W

Westlife é uma boy band irlandesa.

Uísque ou Uisce Beatha (que significa água da vida) é uma bebida alcoólica produzida na Irlanda.

Oscar Wilde foi um poeta, dramaturgo e autor irlandês. Sua obra mais famosa foi The Importance of Being Earnest (A importância de ser sério).

A Irlanda participou de sua primeira Copa do Mundo de futebol em 1990, na Itália, e chegou às quartas de final.

X

Xmas é outra grafia para Christmas (Natal). A Irlanda um dia foi uma sociedade muito religiosa, mas o Natal se tornou um evento mais comercial que religioso, recentemente.

Y

William Butler Yeats provavelmente é o poeta mais conhecido da Irlanda, fundador do Abbey Theatre.

Z

Zig and Zag são bonecos do planeta Zog, que apareceram pela primeira vez na televisão irlandesa em 1987. Zig é bege e Zag é roxo com pintas verdes. Eles têm um cachorro azul chamado Zuppy.

Zig and Zag

 

Volta ao Topo

Discriminação e racismo

Share |

O que é discriminação?

Na Irlanda, a discriminação tem significado específico de acordo com as Employment Equality Acts (Leis de Igualdade de Emprego) de 1998 e de 2004 e as Equal Status Acts (Leis de Igualdade de Condições) de 2000 e 2004. Ela é descrita como o tratamento de uma pessoa de maneira menos favorável que outra pessoa é, foi ou seria tratada em situação comparável, em qualquer das nove categorias a seguir:

  • gênero
  • estado civil
  • situação familiar
  • idade
  • raça
  • religião
  • deficiência física/mental
  • orientação sexual
  • membro da comunidade Traveller (nômades)

Há diferentes tipos de discriminação incluídos na legislação:

Discriminação direta ocorre quando uma pessoa é tratada de forma menos favorável que outra, em circunstâncias semelhantes, com base em um dos nove fatores.

Discriminação indireta trata de práticas ou políticas que parecem justas à primeira vista, mas que na verdade, seja intencionalmente ou, como ocorre com mais frequência, sem intenção, resultam em discriminação contra um grupo ou grupos étnicos minoritários.

Discriminação por associação acontece quando uma pessoa associada a outra que pertence a determinada minoria étnica é tratada de forma menos favorável por causa dessa associação.

Se você acha que sofreu discriminação em relação a trabalho ou ao fornecimento de bens e serviços, pode obter proteção da lei de igualdade e relatar o incidente à autoridade para igualdade.

Volta ao Topo

Trabalho

As Employment Equality Acts (Leis da Igualdade no Trabalho) de 1998 e 2004 proíbem a discriminação direta e indireta no trabalho em relação às nove motivações. A lei inclui a divulgação de vagas, igualdade de salários, acesso a emprego, orientação vocacional e experiência profissional, termos e condições de emprego, promoção ou mudança de nível, classificação de postos de trabalho, demissões e acordos coletivos.

Bens e serviços

As Equal Status Acts (Leis de Igualdade de Condições) de 2000 e 2004 proíbem discriminação quando se busca acesso a mercadorias e serviços com base nas nove motivações.

A lei se aplica a pessoas que:

  • Compram e vendem uma ampla variedade de bens
  • usam ou fornecem vários tipos de serviços
  • obtêm ou oferecem acomodação
  • frequentam ou são responsáveis por estabelecimentos de ensino

Exemplos de serviços incluem:

  • Serviços bancários, seguros, concessões, empréstimos, crédito ou financiamento
  • Entretenimento, recreação ou bares e restaurantes
  • Atividades culturais
  • Transporte ou viagem
  • Serviços ou instalações oferecidas por clubes que estão disponíveis para o público ou uma parcela dele
  • Transações ou serviços profissionais

Se você tiver dúvidas com relação a discriminação, entre em contato com as autoridades para igualdade no endereço Birchgrove House, Roscrea, Co. Tipperary or 2 Clonmel Street, Dublin 2.
Central de atendimento (ligação com tarifa reduzida): 1890 245 545
Telefone: 0505 22388 / 01 4173336
E-mail: info@equality.ie
Site: www.equality.ie

Enquanto que as autoridades para igualdade podem fornecer informações e assistência, é no Tribunal para Igualdade onde são registradas as queixas oficiais relativas à legislação de igualdade. O Tribunal para Igualdade é o foro imparcial onde as queixas de suposta discriminação são ouvidas e intermediadas, com base na legislação de igualdade. É independente e quase-judicial, e suas decisões e acordos intermediados têm força de sentença judicial.

The Equality Tribunal (Tribunal para Igualdade)
3 Clonmel Street, Dublin 2
Ligações com tarifa reduzida: 1890 344 424
Telefone: 01 4774100
E-mail: info@equalitytribunal.ie
Site: www.equalitytribunal.ie

Volta ao Topo

Para registrar uma queixa: Conselhos práticos

Documente cuidadosamente o incidente e guarde cópias de toda correspondência relativa à sua queixa, incluindo os formulários preenchidos.

Contate testemunhas do incidente e reúna evidências que apoiem sua queixa, como por exemplo um atestado médico confirmando suas lesões caso tenha sofrido agressão.

O que fazer se for vítima de racismo?

Se for um crime de racismo, você deve dar queixa na Gardaí (polícia).

Crimes de racismo podem incluir:

  • Agressões, inclusive fatais
  • Danos à propriedade
  • Comportamento ameaçador, incluindo ofensa e assédio verbal
  • Incitação ao ódio
  • Circulação de material ofensivo
  • Pichações

Incidente racista é qualquer incidente entendido por uma das partes relacionadas abaixo como racialmente motivado:

  • a vítima
  • um membro da Gardaí
  • uma pessoa que estava presente e testemunhou o incidente ou
  • uma pessoa que age em nome da vítima

Se você acredita ter sido vítima de crime de racismo, deve denunciá-lo no posto da Garda local ou, no caso de emergência, ligue para 999 ou 112. Também pode contatar a Garda Racial ou o Intercultural Office (Departamento Intercultural).

Garda Racial ou o Intercultural Office (Departamento Intercultural)
Harcourt Square, Harcourt Street, Dublin 2
Telefone: 01 6663150/3817
Site: http://www.garda.ie/Controller.aspx?Page=154

Volta ao Topo

Links

A Irish Human Rights Commission (Comissão Irlandesa de Direitos Humanos) atua para assegurar que os direitos humanos de todas as pessoas no Estado sejam totalmente compreendidos e assegurados pelas leis, políticas e práticas: www.ihrc.ie

Fourth Floor, Jervis House, Jervis Street, Dublin 1
Telefone: 01 8589601
E-mail: info@ihrc.ie

Volta ao Topo

Emergências

Share |

Em caso de emergência, ligue para 999 ou 112 (que é o European Emergency Number [número de emergência da Europa])

Quando devo ligar para 112?

Ligue para 112 em qualquer emergência que precise de uma ambulância, bombeiros ou polícia.

Você pode fazer ligações para o 112 de telefones fixos, públicos e celulares. As ligações são gratuitas.

O que acontece quando eu ligo para os serviços de emergência?

Um operador vai atender sua ligação. Você deve informar seu nome, endereço e telefone. Isso ajuda o operador a identificar quem liga, em casos em que o mesmo incidente é relatado por outras pessoas.

Eu testemunhei um crime. O que devo fazer?

Você deve entrar em contato com o Garda Station (Posto policial) local ou ligar para a Garda Confidential Line (Disque-denúncia anônima da Polícia).

O Disque-denúncia anônima da Polícia é um número telefônico gratuito que permite que você deixe informações confidenciais sobre atividades criminosas em um gravador, sem precisar falar com ninguém. Todos os detalhes são verificados com o maior sigilo: 1800 666 111

Volta ao Topo

Violência doméstica

Caso seja vítima de violência doméstica, você pode entrar em contato com uma organização de apoio a pessoas em relacionamentos violentos ou abusivos. Se for mulher, você pode entrar em contato com o serviço doméstico local para mulheres – para ver a lista completa das organizações de apoio contra violência doméstica para mulheres, consulte: www.safeireland.ie. Se for homem, você pode entrar em contato com a Amen: www.amen.ie. Uma organização de apoio contra a violência doméstica fornecerá apoio prático e emocional, informações e aconselhamento.

Você pode denunciar qualquer ataque físico ou sexual por parte de seu cônjuge ou parceiro à Gardaí (polícia) e/ou buscar uma ordem judicial de proteção. Uma organização de apoio contra a violência doméstica também pode lhe dar informações sobre isso.

Se tiver sido ferido fisicamente, você deve ir a um médico ou hospital para garantir que seus ferimentos sejam tratados e documentados.

Se seu status de imigração depender do seu cônjuge ou parceiro, você deve informar a situação a seu Oficial de Imigração local.

Safe Ireland – criando segurança para mulheres e crianças
Unit 5 Centre Court, Blyry Business Park, Co. Westmeath.
Telefone: 090 6479078
E-mail: office@safeireland.ie

A Amen é um grupo voluntário que oferece uma linha de ajuda confidencial, um serviço de apoio e informações para vítimas de violência doméstica do sexo masculino.

St. Anne’s Resource Centre, Railway Street, Navan, Co. Meath.
Telefone: 046 9023718
E-mail: info@amen.ie

Volta ao Topo

Tráfico de humanos

O United Nations Palermo Trafficking Protocol (Protocolo de Palermo das Nações Unidas contra o tráfico) (ou Protocol to Prevent, Suppress and Punish Trafficking in Persons, especially Women and Children [Protocolo para Prevenir, Suprimir e Punir o Tráfico de Pessoas, especialmente Mulheres e Crianças], que complementa a Convenção contra o Crime Organizado Transnacional) oferece a definição internacional de tráfico.

O tráfico de seres humanos é uma forma de escravidão moderna. Ele envolve o recrutamento, transporte, transferência, abrigo ou recebimento de pessoas, por meio de ameaça ou uso de força ou outras formas de coação, abdução, fraude, logro, abuso de poder ou a oferta ou recebimento de pagamentos ou benefícios, para controlar uma pessoa para fins de exploração.

O contrabando normalmente não envolve a coerção ou logro para movimentação de um indivíduo. É o transporte ilegal de um indivíduo ou grupo de pessoas através de fronteiras com documentos falsos ou roubados. Para obter mais informações, consulte www.blueblindfold.gov.ie

Blue Blindfold Campaign (Campanha da Venda Azul)

Anti Human Trafficking Unit (Unidade antitráfico de humanos),
Department of Justice and Law Reform (Ministério da Justiça e Reforma Legislativa),
51 St. Stephen's Green
Dublin 2
Ligação gratuita: 1800 25 00 25
E-mail: blueblindfold@garda.ie

Volta ao Topo

Prostituição

Muitas pessoas traficadas para a Irlanda acabam na indústria do sexo daqui. Existem diferentes grupos que podem oferecer assistência:

A Ruhama trabalha com mulheres envolvidas em prostituição e outras formas de exploração sexual comercial, incluindo mulheres que são vítimas de tráfico sexual. Para obter informações em diferentes idiomas, acesse www.ruhama.ie.

Senior House, All Hallows College, Drumcondra, Dublin 9.
Telefone: 01 8360292
E-mail: admin@ruhama.ie

O Women’s Health Project (Projeto de Saúde da Mulher) é um serviço de saúde sexual e apoio para mulheres que trabalham na prostituição. O projeto oferece exames para saúde sexual, serviços para viciadas, visitas em ruas e salões, oficinas de treinamento e educação. Para obter mais informações, acesse http://www.hse.ie/eng/Find_a_service/Sexualhealth/Women%27s_Health_Project/

Baggot Street Clinic, 19 Haddington Road, Dublin 4
Telefone: 01 6699515
Ligação gratuita: 1800 201 187

Volta ao Topo

Assédio sexual e estupro

Se você for vítima de assédio sexual ou estupro, as seguintes organizações podem ajudá-lo:

Dublin Rape Crisis Centre (Centro de Crises por Estupro de Dublin) é uma organização nacional que oferece vários serviços a mulheres afetadas por estupro, investidas sexuais, assédio sexual ou abuso sexual na infância. Os serviços incluem uma linha de ajuda nacional ininterrupta, aconselhamento individual, acompanhamento de processos judiciais, serviços de ajuda, treinamento, aumento da conscientização e lobby: www.drcc.ie

70 Lower Leeson Street, Dublin 2
Telefone: 01 6614911
Ligação gratuita: 1800 778 888
E-mail: rcc@indigo.ie

O One in Four representa e apoia homens e mulheres que sofreram abuso e/ou violência sexual. Também atende amigos e familiares: www.oneinfour.ie

2 Holles Street, Dublin 2
Telefone: 01 6624070
E-mail: info@oneinfour.org

Volta ao Topo

Fórum/tribunal

Preciso comparecer ao fórum/tribunal. Não tenho certeza se consigo entender tudo o que é dito. Tenho direito a um intérprete presente?

Yes. Você tem direito a um intérprete nos processos legais. Você deve informar ao juiz que deseja um intérprete.

Volta ao Topo

Transporte

Share |

Transporte público

Quais os sistemas de transporte público da Irlanda?

Existem vários sistemas de transporte público de ônibus e trens na Irlanda. Existem também várias empresas particulares de ônibus, que prestam serviços locais e para viajantes.

Ônibus

Bus Éireann é o principal prestador de serviços públicos de ônibus na Irlanda: www.buseireann.ie

Na cidade de Dublin e nas áreas vizinhas o principal prestador público de transporte por ônibus é a Dublin Bus. A Dublin Bus também oferece os serviços Nitelink, que circulam nas noites de sexta-feira e sábado, da meia-noite às 4 da madrugada, saindo de College Street, D’Olier Street e Westmoreland Street. Para obter uma lista de itinerários, acesse www.dublinbus.ie

Photo by: infomatique

Trem

A Irish Rail presta serviços de trem entre muitas cidades e municípios principais da Irlanda: www.irishrail.ie

Em Dublin existem outros serviços ferroviários: DART (Dublin Area Rapid Transit, Trânsito Rápido da Área de Dublin) e LUAS (serviço de trens leves). Consulte www.dart.ie e www.luas.ie para obter mais detalhes.

Todos os sites acima fornecem detalhes sobre itinerários, paradas, horários e preços.

Como chego e saio do aeroporto?

Para obter informações sobre como chegar e sair dos 3 aeroportos internacionais, consulte os sites abaixo:

Há também 6 aeroportos regionais:

Volta ao Topo

Táxis e hackneys

Qual a diferença entre um táxi e um hackney?

Um táxi

  • pode ficar em um ponto de táxi ou na rua
  • deve exibir uma placa “Táxi” no teto do carro.

Um hackney

  • deve ser contratado particularmente, através de uma central de hackneys
  • não pode ser acionado em local público
  • o motorista precisa combinar o valor da corrida com o cliente antes do início da viagem.

Volta ao Topo

Programa de viagens gratuitas

Qualquer pessoa com mais de 66 anos de idade pode viajar gratuitamente na maioria dos serviços públicos de transporte

Qualquer pessoa incapacitada com menos de 66 anos de idade também pode se qualificar para um passe de viagem gratuita.

Para obter mais informações, procure “Free Travel” (Viagem gratuita) em www.welfare.ie

Como me candidato ao passe de viagem gratuita?

Você deve preencher o formulário FT1 e enviá-lo à Seção Free Travel (Viagem Gratuita):

Correio gratuito
Social Welfare Services (Serviços de previdência social)
College Road
Sligo

Volta ao Topo

Dirigindo na Irlanda

Carteira de habilitação

Posso usar, na Irlanda, uma carteira de habilitação que não seja irlandesa?

Se você tirou sua carteira de habilitação em um dos países abaixo, pode dirigir na Irlanda por um período temporário de até 12 meses. Se permanecer na Irlanda por mais de 12 meses e sua habilitação for de um desses países, você pode trocá-la por uma irlandesa: Austrália, Áustria, Bélgica, Bulgária, República Tcheca, Chipre, Dinamarca, Estônia, Finlândia, França, Alemanha, Gibraltar, Grécia, Guernsey, Hungria, Islândia, Itália, Ilha de Man, Japão, Jersey, Letônia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Holanda, Noruega, Polônia, Portugal, Romênia, Eslováquia, Eslovênia, África do Sul, Coreia do Sul, Espanha, Suécia, Suíça e Reino Unido.

Se sua carteira de habilitação não for de nenhum dos países acima e você tiver uma carteira de habilitação nacional ou permissão internacional para dirigir emitida por outro país, você pode dirigir na Irlanda pela duração de sua visita temporária (até 12 meses). Se sua permanência na Irlanda for maior que 12 meses, você deve requerer uma carteira de habilitação irlandesa.

Como posso trocar minha carteira de habilitação por uma irlandesa?

Você precisa preencher:

  • Um formulário “Exchange of Driving Licence” (Troca de carteira de habilitação) (formulário D900)
  • Um formulário de requisição de carteira de habilitação plena (formulário A.D401)
  • Você precisa também passar por um exame médico com um médico registrado, que preencherá um formulário de relatório médico (formulário D501) em seu nome

Esses formulários estão disponíveis no Motor Tax Office local (departamento local de impostos sobre veículos). Os formulários preenchidos devem ser devolvidos ao departamento local de impostos sobre veículos.

Quais documentos preciso fornecer?

  • 2 fotografias de passaporte (você precisa assinar o verso de ambas as fotos)
  • Sua carteira de habilitação atual (deve ser válida)
  • A taxa correspondente (entre em contato com o departamento local de impostos sobre veículos para obter mais detalhes)

Eu preciso de um relatório médico quando solicitar uma carteira de habilitação na Irlanda?

Você precisa pedir para um médico preencher um formulário de relatório médico (formulário D501) se estiver trocando sua habilitação ou se estiver solicitando uma carteira de habilitação das categorias C, C1, D1, D, EC1, EC, ED1 ou ED. O formulário é dispensável se você forneceu anteriormente um relatório médico que ainda é válido.

O relatório médico é obrigatório para todas as categorias de habilitação, se você:

  • tiver 70 anos ou mais
  • sofrer de qualquer deficiência, epilepsia ou alcoolismo ou se tomar regularmente medicamentos ou drogas que possam prejudicar sua capacidade de dirigir com segurança.

Um médico credenciado deve realizar seu exame médico e depois preencher o formulário D401. Esse formulário está disponível no departamento local de impostos sobre veículos ou no Garda Station (Posto da Guarda) local. Você precisa assinar a Declaração no formulário de relatório médico, na presença do médico credenciado.

Como posso me candidatar para uma carteira de habilitação irlandesa?

Para solicitar uma carteira de habilitação irlandesa, você deve:

  • Concluir um teste teórico de direção (consulte www.dtts.ie para mais detalhes. Esse teste está disponível apenas em inglês.)
  • Solicitar sua carteira de habilitação provisória (formulário D.201)
  • Fazer seu exame de direção na Irlanda. Atualmente, o tempo de espera para conseguir um exame de direção é de aproximadamente 2-3 meses. Para detalhes sobre o tempo de espera no centro local, consulte www.drivingtest.ie

Observação: É obrigatório carregar a carteira de habilitação ao dirigir na Irlanda.

Onde posso obter mais informações?

Você pode obter mais informações ligando para 1890 406 040 ou entrando em contato com:

The Driver Testing Section (Seção de exames de direção)
Department of Transport Government Buildings Ballina, Co. Mayo
Telefone: 096 24200
Site: www.transport.ie

Os detalhes do departamento local de impostos sobre veículos estão disponíveis no Department of Environment, Heritage and Local Government (Ministério de Ambiente, Patrimônio Cultural e Governo Local), através dos telefones 1890 20 20 21 ou 01 8882000 ou do site www.environ.ie

Volta ao Topo

Seguro de veículo

Preciso de seguro de veículo para dirigir um automóvel na Irlanda?

Yes. É uma exigência legal na Irlanda ter seguro de veículo se quiser dirigir em local público. Caso contrário, receberá multas, pontos de penalização e pode ser desqualificado como motorista.

Observação: Algumas companhias de seguro dão bônus para pessoas com bônus por franquia não usada de um país da UE ou de outro país com leis semelhantes sobre seguros.

Onde posso encontrar mais informações sobre seguros de veículos na Irlanda?

As companhias de seguros têm departamentos de atendimento ao cliente que fornecem informações sobre as opções de apólice.

Um serviço útil é o Insurance Information Service (Serviço de Informações sobre Seguros). É um serviço telefônico para informações e queixas, operado pela IIF (Irish Insurance Federation, Federação Irlandesa de Seguros). Seu objetivo é responder às dúvidas dos segurados e ajudar a resolver problemas.

Insurance Information Service (Serviço de informações sobre seguro)
39 Molesworth Street, Dublin 2
Telefone: 01 6761820
Site: www.iif.ie

Observação: Na Irlanda o seguro de veículos aplica-se ao motorista, não ao carro. Assim, se outra pessoa dirigir seu carro ela precisa ter uma apólice de seguro que a cubra.

Volta ao Topo

VRT (Vehicle Registration Tax)

Se eu importar meu veículo de outro país para a Irlanda, preciso pagar imposto sobre ele?

Vai depender de sua situação, já que existem algumas isenções. O VRT (Vehicle Registration Tax, Imposto sobre registro de veículos), um percentual do preço de varejo esperado do veículo importado, é cobrado no registro do veículo na Irlanda. Todos os veículos motorizados do estado, excetuando-se os trazidos temporariamente por visitantes, precisam ser registrados.

Isenções ao pagamento do Imposto sobre registro de veículos

Existe diferentes abatimentos e isenções ao VRT. Mesmo se não for obrigado a pagar o VRT, você deve registrar seu veículo quando vier para a Irlanda. Os seguintes grupos são isentos de pagamento do VRT:

  • Determinados motoristas incapacitados
  • Visitantes na Irlanda, que já possuíam seu veículo no exterior há mais de 6 meses e que morarão aqui temporariamente
  • Pessoas que já possuíam o veículo no exterior há mais de 6 meses e que estão se mudando permanentemente para a Irlanda
  • Pessoas alocadas na Irlanda como parte de corpos diplomáticos

Observação: Se você estiver se mudando para a Irlanda e estiver entre os isentos de pagamento de VRT, você não pode vender seu veículo por mais de 12 meses depois do registro. Se for obrigado a pagar o VRT, pode vender o veículo na Irlanda quando desejar, depois que tiver sido registrado. Informações adicionais estão disponíveis no departamento local de registro de veículos.

Como pago o Imposto sobre registro de veículos?

Você pode registrar o carro e pagar o Imposto sobre registro de veículos em um Departamento de registro de veículos. O Departamento central de registro de veículos pode dar informações adicionais sobe o Imposto sobre registro de veículos e a localização dos Departamentos de registro de veículos em toda a Irlanda:

St. John’s House, Tallaght, Dublin 24
Telefone: 01 4149700
Site: www.revenue.ie

Volta ao Topo

Imposto sobre veículos

O que é o imposto sobre veículos?

O imposto sobre veículos é uma cobrança à parte do Imposto sobre registro de veículos. Para carros registrados antes de julho de 2008, o valor do imposto pagável sobre o veículo depende do tamanho do motor do veículo. Para carros novos, registrados a partir de 1º de julho de 2008, o imposto sobre veículo é proporcional à quantidade de CO2 emitida. A Lei na Irlanda obriga a pagar o imposto sobre veículo quem quiser dirigir em local público. Você é obrigado ainda a exibir o disco do imposto no para-brisas de seu veículo, como comprovante de pagamento do imposto sobre veículos. Não exibir o disco é considerado infração de trânsito e resultará em uma multa aplicada no local, emitida por um guarda de trânsito ou um Garda (policial).

Onde posso encontrar mais informações?

Para mais informações ou para solicitar o imposto sobre veículos, entre em contato com a autoridade da área: www.environ.ie ou www.motortax.ie

Volta ao Topo

Teste de veículos

O que é um NCT? Preciso de um?

NCT é um National Car Test (Teste Nacional de Veículo). Desde 2002, todos os carros com quatro anos ou mais devem ser testados. Os veículos aprovados repetirão o teste a cada 2 anos. O teste visa a melhorar a segurança das vias e a aumentar a proteção ambiental, garantindo que o carro cumpra padrões mínimos. Se o seu veículo não for aprovado, as falhas precisarão ser corrigidas e depois o veículo será testado novamente.

Onde posso agendar um Teste Nacional de Veículo e encontrar mais informações sobre ele?

Existem centros de Teste Nacional de Veículos em todo o país. Para saber onde fica o centro de NCT mais próximo, entre em contato com:

The Booking Department (Departamento de agendamento), National Car Test Service Ltd.
Citywest Business Campus, Lakedrive 3026, Naas Road, Dublin 24
Telefone: 1890 412 413
Site: www.ncts.ie

Volta ao Topo

Limites de velocidade

Na Irlanda, todos os limites de velocidade são sinalizados em quilômetros por hora (kph).

Limite de velocidade (quilômetros por hora)

Onde se aplica

30 km

Limite de velocidade especial: aplica-se a rodovias ou zonas indicadas

50 km

Áreas construídas, como municípios e cidades

60 km

Limite de velocidade especial: aplica-se a rodovias ou zonas indicadas

80 km

Rodovias regionais e locais (secundárias)

100 km

Rodovias nacionais (incluindo vias duplas)

120 km

Autoestradas

Observação: Veículos com menos de 50 cc, bicicletas, pedestres, animais e motoristas em processo de habilitação não são permitidos nas autoestradas da Irlanda.

Volta ao Topo

Pontos de penalização

Foi introduzido um sistema de pontos de penalização na Irlanda em 2002, para salvar vidas e prevenir lesões nos acidentes rodoviários. Os pontos de penalização são, essencialmente, uma advertência formal da Gardaí (polícia), endossada em sua carteira de habilitação, que demonstra que você é culpado de uma infração de trânsito específica. As infrações que incorrem em pontos de penalização incluem excesso de velocidade, dirigir sem seguro, direção perigosa, infrações por falta de cinto de segurança, ultrapassagem perigosa e fechar cruzamentos. Qualquer motorista que receba 12 pontos de penalização em qualquer período de 3 anos será automaticamente desqualificado para dirigir por 6 meses.

Os detalhes sobre os pontos de penalização estão disponíveis em www.penaltypoints.ie. Novas infrações incluídas em 2006 também estão disponíveis para consulta em diferentes idiomas nesse site.

Volta ao Topo

Sinalização rodoviária

Dangerous corner aheadCurva acentuada perigosa à frente

Series of dangerous corners aheadSérie de curvas acentuadas perigosas à frente

Series of dangerous bends aheadSérie de curvas perigosas à frente

Staggered junction with roads of less importanceJunções sucessivas com vias de menor importância

Roundabout aheadInterseção em círculo à frente

Junction ahead with road of less importanceJunções à frente com via de menor importância

Road narrows aheadJunções à frente com via de menor importância (continuação)

Junction ahead with road of equal importance or widthEstreitamento de pista à frente

Junction ahead with road of equal importance or widthJunções à frente com via de igual importância ou largura

Two-way trafficMão Dupla adiante

Low bridge aheadPonte baixa à frente

Advance warning of a major roadAviso de via principal

Sharp depression aheadDepressão à frente

Series of bumps or hollows aheadPista irregular à frente

Sharp rise aheadSaliência ou lombada à frente

Unprotected quay, canal or river aheadPier, canal ou rio desprotegido à frente

Steep ascent aheadAclive acentuado à frente

Steep descent aheadDeclive acentuado à frente

Level crossing ahead, guarded by gates or lifting barriersPassagem de nível à frente, protegida por barreira

Stop Pare

Yield right of wayDê a preferência

No left turnProibido virar à esquerda

No entrySentido proibido

No right turnProibido virar à direita

No parking Proibido estacionar

Keep leftMantenha a esquerda

Turn leftVire à esquerda

Turn rightVire à direita

Straight ahead onlySiga em frente

Parking permittedEstacionamento regulamentado

Speed limitLimite de velocidade

End of speed limit – National Speed Limit appliesFim do limite de velocidade – aplica-se o Limite Nacional de Velocidade

Clearway stoppingProibido parar e estacionar

Taxi ranksPontos de táxi

Pedestrian street, traffic prohibitedVia para pedestres, trânsito proibido

Volta ao Topo

Placas de informação

Essas placas trazem informações sobre direção, distância e localização. Elas podem ter letras pretas sobre fundo branco ou letras brancas sobre fundo verde, como as ilustradas.

Entry to motorway   Entrada para via expressa

Approaching end of motorway   Final da via expressa se aproximando

Roadside facilities   Serviços auxiliares

Camping and caravan park   Área de camping e trailers

Road narrows ahead at left sideEstreitamento de pista à esquerda

Traffic crossover aheadCruzamento de nível à frente

Traffic lights aheadSemáforo à frente

Diverted traffic   Desvio do trânsito

Major road works ahead   Obras à frente

Eu gostaria de comprar um carro. Por onde começo?

Você pode comprar um carro novo ou usado de:

Eu comprei um carro novo. Eu gostaria de transformar meu carro velho em sucata. Como proceder?

Carros ou veículos comerciais leves que vão ser transformados em sucata são chamados de ELV (end-of-life vehicles, veículos no fim da vida útil). Desde janeiro de 2007 o proprietário registrado deve depositar o veículo em uma ATF (authorised treatment facility, unidade de tratamento autorizada), que não pode cobrar pelo veículo. Quando o veículo estiver destruído, o proprietário recebe um certificado de destruição.

Volta ao Topo

Direitos do consumidor

Os direitos do consumidor são protegidos pela lei irlandesa e da EU. Se não estiver contente com produtos ou serviços que tenha adquirido, você tem o direito de reclamar.

A National Consumer Agency (Agência Nacional do Consumidor) é o órgão regulamentador estabelecido pelo governo irlandês em maio de 2007. Ela procura defender os interesses do consumidor e criar uma forte cultura de defesa do consumidor na Irlanda: www.consumerconnect.ie

National Consumer Agency
4 Harcourt Road, Dublin 2
Linha de ajuda ao consumidor: 1890 432 432 or 01 4025555

De acordo com a Agência Nacional do Consumidor, você deve:

  • Conhecer seus direitos antes de fazer uma queixa
  • Agir rapidamente
  • Saber com quem falar
  • Antes de mais nada, fazer a queixa verbalmente
  • Fazer uma queixa mais formal por escrito se sua queixa verbal não resolver (existem modelos de carta disponíveis em www.consumerconnect.ie)
  • Finalmente, você pode levar sua queixa adiante, dependendo do tipo de queixa, por exemplo:

o Small Claims Court (Tribunal de pequenas causas)

o Financial Services Ombudsman (Ouvidoria dos serviços financeiros)

Se não tiver certeza sobre a quem apresentar a queixa, entre em contato com o Citizens Information Centre (Centro de Informação aos Cidadãos) local ou com a National Consumer Agency (Agência Nacional do Consumidor) para obter assistência.

Volta ao Topo

Previdência social

Share |

Os pagamentos se dividem em 3 categorias:

1. Contributivos: Os pagamentos do seguro social (geralmente chamados de benefícios) se relacionam às contribuições ao seguro social (PRSI) feitas durante o emprego, no ano fiscal em questão.

O PRSI (Pay Related Social Insurance, Seguro Social Relacionado ao Pagamento) é um pagamento feito pelos empregadores e pelos empregados da Irlanda a um fundo nacional.

O ano fiscal relevante para uma reivindicação é o penúltimo ano fiscal completo antes do início do ano em que a reivindicação é feita. Por exemplo: se você está reivindicando em 2009, o ano fiscal relevante é 2007.

2. Não contributivos: Os pagamentos da assistência social dependem de sua renda e são pagos a pessoas que não têm contribuições suficientes para se qualificarem para um pagamento de benefício contributivo ou que já usaram desse direito. Eles costumam ser chamados de ajudas de custo.

A verificação da renda é feita pelo Department of Social and Family Affairs (Ministério de Assuntos Sociais e de Família). Ele examina toda sua renda para confirmar se sua renda total está abaixo de um certo nível.

3. Universal: Não dependem de contribuições para seguro nem da renda. Por exemplo: Viagem gratuita em transporte público para residentes com mais de 66 anos

Volta ao Topo

Condição de residência habitual

A residência habitual é uma condição que você deve satisfazer para se qualificar para alguns pagamentos da assistência e previdência social. Essa condição passou a vigorar a partir de 1º de maio de 2004 e afeta todos os requerentes, independente da nacionalidade.

O que é isso e como pode me afetar?

Se você deseja se qualificar para alguns pagamentos de assistência social, precisa comprovar que reside habitualmente na Irlanda ou em parte da zona comum de viagem. Isso significa que você precisa demonstrar que tem um vínculo próximo comprovado com a Irlanda ou com outras partes da zona comum de viagem. A zona comum de viagem incorpora a Irlanda, Grã-Bretanha, as Ilhas do Canal e a Ilha de Man.

Como posso comprovar que sou residente habitual?

São considerados 5 fatores:

  • Sua residência na zona comum de viagem
  • Seus motivos para deixar a Irlanda ou a zona comum de viagem
  • Seu registro de emprego na Irlanda e no exterior
  • Seu principal centro de interesse (ou seja, você tem família ou amigos próximos, uma casa ou emprego na Irlanda?)
  • Sua intenção futura de permanecer na Irlanda (você conseguiu um emprego, comprou uma casa ou assinou um contrato de locação?)

Quem é considerado residente habitual?

Você pode ser considerado residente habitual se:

  • Viveu na Irlanda ou na zona comum de viagem toda a vida, ou
  • Passou a viver na Irlanda e satisfaz aos cinco fatores.

Quais pagamentos estão sujeitos à condição de residência habitual?

Você deve ser residente habitual da Irlanda para se qualificar para os seguintes pagamentos:

  • Jobseeker’s Allowance (Ajuda de custo para quem procura emprego)
  • Pensão do Estado (não contributiva)
  • Blind Pension (Pensão para cegos)
  • Widow(er)’s Non-Contributory Pension and Guardian’s Payment (Non-Contributory) (Pensão não contributiva para viúvos e Pagamento a guardiões [não contributiva])
  • One-Parent Family Payment (Pagamento a família monoparental)
  • Carer’s Allowance (Ajuda de custo para cuidadores)
  • Disability Allowance (Ajuda de custo por incapacidade)
  • Benefício para filhos
  • Supplementary Welfare Allowance (Ajuda de custo Complementar de Previdência) (que não o Excepcional, único, e os Urgent Needs Payments [Pagamentos para necessidades urgentes]).

E se eu não satisfizer à condição de residência habitual?

Caso não satisfaça à condição de residência habitual, talvez se qualifique para um pagamento pelo programa Supplementary Welfare Allowance (Ajuda de Custo Complementar da Previdência).

Volta ao Topo

Regulamentos da CE

O que são os regulamentos da CE?

Os Regulamentos da CE se aplicam a pessoas que viajam e trabalham na Área Econômica Europeia (EEA).

Os Regulamentos da CE abrangem quais países?

Áustria, Bélgica, Bulgária, República Tcheca, República do Chipre (Chipre do Sul), Dinamarca, Estônia, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Hungria, Islândia, República da Irlanda, Itália, Letônia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Polônia, Portugal, Romênia, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Suécia, Suíça, Holanda e Reino Unido.

A quem os Regulamentos da CE se aplicam?

Eles abrangem trabalhadores e pessoas que recebem benefícios de seguridade social, que sejam cidadãos dos países acima, apátridas ou refugiados vivendo permanentemente em qualquer um desses países, assim como seus dependentes. Cidadãos de países não pertencentes à UE que trabalharam em outro país da UE serão cobertos em breve.

O que os Regulamentos da CE garantem?

  • o mesmo tratamento dispensado aos cidadãos dos países acima, onde você trabalha, em assuntos de seguridade social
  • as contribuições ao seguro social em qualquer um desses países podem ser usadas para se qualificar para os benefícios de seguridade social na Irlanda

Volta ao Topo

Para requerer

Os formulários estão disponíveis no escritório local da previdência social ou no Department of Social and Family Affairs (Ministério de Assuntos Sociais e de Família), www.welfare.ie.

Volta ao Topo

SWA (Supplementary Welfare Allowance, Ajuda de custo Complementar da Previdência)

O que é a Supplementary Welfare Allowance (Ajuda de custo Complementar de Previdência)?

Você pode receber o Bônus Complementar de Previdência se não tiver dinheiro suficiente para cuidar de si mesmo. Você deve satisfazer ao critério de renda. Você pode requerer se:

  • Houver requerido outro pagamento da previdência social e tiver sido recusado
  • Se qualificar apenas para um pagamento de previdência social com valor reduzido e não tiver nenhuma outra fonte de renda
  • Estiver aguardando uma decisão sobre um pagamento da previdência social (precisará repor o dinheiro se obtiver o pagamento da previdência social)
  • Estiver recorrendo de uma decisão para receber um pagamento da previdência social
  • Tiver começado a trabalhar mas estiver aguardando seus salários (você precisará devolver o dinheiro).

Quem tem direito à SWA (Supplementary Welfare Allowance, Ajuda de custo Complementar de Previdência)?

Você normalmente se qualificará para a Ajuda de custo Complementar de Previdência se satisfizer às seguintes condições:

  • Está morando no estado
  • Satisfaz ao critério de renda
  • Solicitou outros benefícios ou ajudas de custo
  • Satisfizer à condição de residência habitual
  • Registrou-se na FÁS (agência estatal de treinamento e emprego), caso esteja em idade de trabalhar

Você normalmente tem direito à Ajuda de custo Complementar de Previdência se:

  • trabalhar em tempo integral (mais de 30 horas por semana)
  • estudar em tempo integral
  • estiver envolvido em um litígio comercial (você pode requerer a Ajuda de custo Complementar de Previdência para seus dependentes).

Se eu me qualificar para a Supplementary Welfare Allowance (Ajuda de custo Complementar de Previdência), quais outros pagamentos posso obter?

  • Rent Supplement (Complemento de aluguel) ou Mortgage Interest Supplement (Complemento para juros de hipoteca)
  • Ajuda de custo para vestuário e calçados na volta às aulas
  • Exceptional Needs Payments (Pagamentos para necessidades excepcionais)
  • Urgent Needs Payments (Pagamentos para necessidades urgentes)
  • Cartão médico
  • Fuel Allowance (Ajuda de custo para combustível)

O que é o Rent Supplement (Complemento de aluguel)?

O Complemento de aluguel é uma assistência financeira para pagamento de sua acomodação privada para locação. É uma forma de SWA.

Quem tem direito ao Complemento de aluguel?

  • Você tem direito ao complemento de aluguel se satisfizer a um dos seguintes critérios:
  • Você deve ser avaliado por uma autoridade em alojamento e ser considerado como necessitado
  • Você deve ser considerado sem-teto por uma autoridade em alojamento
  • Você deve ser locatário de um alojamento fornecido por órgãos autorizados, de acordo com o Capital Assistance Scheme (Programa de Assistência de Capital)
  • Você deve ter 65 anos ou mais
  • Você deve receber ajuda de custo por incapacidade, pensão por invalidez, pensão por cegueira ou tipo equivalente de pagamento de outro país da EEA (Área Econômica Europeia)
  • O Health Service Executive (Serviço Executivo de Saúde), responsável pela prestação de serviços de saúde na Irlanda, deve julgar que você tem direito ao complemento

E

  • Ser aprovado no teste de residência habitual
  • Satisfazer ao critério de renda

Desde abril de 2009, apenas pessoas que foram locatárias por 6 meses podem pleitear o complemento de aluguel. As pessoas que vivem em acomodações alugadas há menos de 6 meses ou que estão alugando pela primeira vez precisarão passar por uma avaliação completa de alojamento pela autoridade local.

Como me qualifico para um Exceptional Needs Payment (Pagamento para necessidades especiais)?

Você pode receber um pagamento para necessidades especiais para auxiliar em despesas essenciais ocasionais como, por exemplo, despesas de funeral. O pagamento ocorre a critério do CWO (Community Welfare Officer, Oficial de Previdência da Comunidade).

Como me qualifico para um Urgent Needs Payment (Pagamento para Necessidades Urgentes)?

Você pode receber um pagamento para necessidades urgentes mesmo se normalmente não tiver direito a assistência, de acordo com o Supplementary Welfare Scheme (Programa de Previdência Complementar). Os pagamentos normalmente são feitos para auxiliar com necessidades imediatas, como alimentos e vestuário depois de um incêndio ou enchente. Dependendo das suas circunstâncias, talvez você precise devolver todo ou parte do que receber, por exemplo se estiver trabalhando ou depois que uma requisição de seguro for definida.

Por quanto tempo posso requerer a Supplementary Welfare Allowance (Ajuda de custo Complementar de Previdência)?

A Ajuda de custo Complementar de Previdência pode ser paga enquanto você satisfizer as condições de qualificação.

Como me candidatar?

Você pode requerer a Ajuda de custo Complementar de Previdência CWO (Community Welfare Officer, Oficial de Previdência da Comunidade) no Health Centre (Centro de Saúde) local.

O que é necessário fornecer?

Você deve apresentar:

  • Seu número do PPS
  • Identificação (certidão de nascimento ou passaporte)
  • Comprovante de renda
  • Nota do escritório do bem-estar social e o último comprovante de pagamento, caso tenha acabado de requerer o Benefício/Ajuda de custo para quem procura emprego
  • Sua caderneta de Child Benefit (Benefício para filhos) ou a certidão de nascimento de todos os filhos para os quais estiver requerendo (caso não tenham números de PPS)
  • Seu livro de locação, se solicitar assistência para pagar o aluguel
  • Declaração com detalhes dos pagamentos de juros de seu financiamento, caso esteja requerendo ajuda para pagamento de juros de financiamento

Se precisar de informações adicionais, você pode entrar em contato com o CWO (Oficial de Previdência da Comunidade) de seu Centro de Saúde local.

E se eu não conseguir a Supplementary Welfare Allowance (Ajuda de custo Complementar de Previdência)?

Você tem o direito de recorrer da decisão. Caso deseje recorrer, você deve escrever ao Appeals Officer (Oficial de Recursos) do Centro de Saúde local.

Volta ao Topo

Pagamentos a pessoas doentes ou incapacitadas

Existem vários pagamentos de seguro e assistência social para pessoas doentes ou incapacitadas. O Illness Benefit (Benefício por doença) e a Invalidity Pension (Pensão por invalidez) se baseiam nas contribuições do histórico de trabalho. O Benefício por doença se destina às pessoas com doença de período curto, mas pode ser pago a longo prazo. A Pensão por invalidez é um pagamento de longo prazo. A Disability Allowance (Ajuda de custo por incapacidade) e a Blind Pension (Pensão por cegueira) são pagamentos de longo prazo baseados na renda. Existe também o Occupational Injuries Benefit Scheme (Programa de Benefício por Acidente de Trabalho), que se aplica a acidentes e doenças relacionados ao trabalho, e o Disablement Benefit (Benefício por invalidez), para perda de faculdades físicas ou mentais causada por um acidente de trabalho ou por uma doença ocupacional prescrita.

Para obter mais informações sobre serviços de saúde para pessoas incapacitadas, acesse www.dohc.ie , no link “Health Information” (Informações sobre saúde).

Volta ao Topo

Ajuda de custo para quem mora sozinho

O LAA (Living Alone Allowance, Ajuda de custo para quem mora sozinho) é um pagamento semanal para pessoas com 66 anos de idade ou mais, que recebem um pagamento do Department of Social and Family Affairs (Ministério de Assuntos Sociais e de Família) e vivem inteira ou principalmente sozinhas.

Volta ao Topo

Programa Nacional de Combustível

O National Fuel Scheme (Programa Nacional de Combustível) destina-se a ajudar residências que dependem de pagamentos da previdência social ou do Health Service Executive (Serviço Executivo de Saúde) a longo prazo ou que não podem pagar por suas próprias necessidades relativas a aquecimento. O programa funciona durante 26 semanas, do final de setembro a meados de abril.

Como me candidatar?

Se estiver recebendo um pagamento da previdência social, você precisa preencher o formulário NFS1 e requerer no escritório local da previdência social ou enviar o formulário aos escritórios dos Social Welfare Services (Serviços da Previdência Social) em Longford ou Sligo. Se estiver recebendo pagamento do Serviço Executivo de Saúde (HSE), deve requerer ao seu CWO (Oficial de Previdência da Comunidade) no Centro de Saúde local.

Volta ao Topo

Programa de benefício para tratamento

O Treatment Benefit Scheme (Programa de benefício para tratamento) está à disposição dos trabalhadores e aposentados segurados que tenham o número necessário de contribuições para o PRSI. De acordo com o programa, você recebe uma contribuição referente aos custos envolvidos em:

Benefício dentário

  • Exame dentário

Benefícios oftalmológicos

  • Exame dos olhos

Aparelhos auditivos

  • O DFSA paga por metade do custo de um aparelho auditivo ou de consertos em aparelhos auditivos.

De quantas contribuições ao PRSI eu preciso para me qualificar para o programa?

O montante de seguro social de que precisa depende da sua idade. Procure “Treatment Benefit” (Benefício para tratamento) em www.welfare.ie para obter mais informações.

Como me candidatar ao Benefício para tratamento?

Dentário: Seu dentista tem os formulários.

Oftalmológico: Os formulários estão disponíveis em seu oftalmologista, no escritório local dos Social Welfare Services (Serviços de Bem-estar Social) ou na seção de Benefício para tratamento.

Audição: Os formulários estão disponíveis nos fornecedores particulares de equipamentos (aparelhos auditivos) ou na seção de Benefício para tratamento.

Se você não for contemplado com o Benefício para tratamento em seu registro de seguro social irlandês, mas trabalhou e fez contribuições para o seguro social em outro país coberto pelos Regulamentos da CE, pode usar seu registro de seguro social naquele país para ajudá-lo a se pleitear o benefício, contanto que tenha pago pelo menos uma contribuição ao PRSI nas classes A, E, H e P (a maioria dos empregados paga PRSI de classe A).

Onde posso obter mais informações?

Treatment Benefit Section (Seção de Benefício para tratamento)
Department of Social and Family Affairs (Ministério de Assuntos Sociais e de Família)
St. Oliver Plunkett Road, Letterkenny, Co. Donegal
Central de atendimento (ligação com tarifa reduzida): 1890 400 400 (ramal 4480)
Telefone: 01 7043000

Volta ao Topo

Pensões

Share |

Pensões

Existem diferentes tipos de pensão às quais você pode ter direito quando se aposentar na Irlanda. Conforme a quantidade de contribuições com o seguro social ou a sua situação financeira, é possível que você tenha direito a uma pensão do estado. Muitos empregadores organizam sistemas de pensão para seus funcionários. Esses sistemas são chamados de Occupational Pensions (Pensões ocupacionais). Você também pode organizar sua própria conta de pensão pessoal.

Volta ao Topo

Pensões do estado

Existem 3 tipos diferentes de pensão do estado: dois se baseiam no valor das contribuições feitas ao seguro social, State Pension - (Transition) [Pensão do Estado - Transição] e State Pension - (Contributory) [Pensão do Estado - Contributiva], e um se baseia na renda, a State Pension - (Non-Contributory) [Pensão do Estado - Não Contributiva].

Volta ao Topo

Pensão do Estado (Transição)]

O que é a State Pension – (Transition) [Pensão do Estado - Transição]?

A State Pension – (Transition) [Pensão do Estado - Transição] é paga a pessoas na Irlanda com 65 anos, que se aposentaram do trabalho e têm contribuições suficientes com o seguro social. Ela não depende da renda. Em geral, você deve ter sido empregado, pagando contribuições integrais ao seguro social.

Caso seja autônomo, é possível que se qualifique, se tiver feito contribuições suficientes.

Quem tem direito?

É necessário:

  • Ter entre 65 e 66 anos de idade
  • Satisfazer certas contribuições do seguro social (pesquise “State Pension – (Transition)” [Pensão do Estado - Transição] em www.welfare.ie para obter mais informações)
  • Estar aposentado do trabalho em tempo integral (você pode ganhar até € 38 por semana em emprego ou € 3.174 por ano em trabalho autônomo)

Observação: Essa condição cessa quando você completa 66 anos e é transferido para a State Pension – (Contributory) [Pensão do Estado - Contributiva].

E se eu tiver pago minhas contribuições com o seguro social no exterior?

Se você trabalhou em um país abrangido pelos Regulamentos da CE ou em um país com o qual a Irlanda mantém um acordo bilateral de seguridade social, você pode se qualificar para uma pensão pro rata. Essa pensão combina seu registro do seguro social da Irlanda e seu registro do seguro social do outro país. Você pode entrar em contato com o Department of Social and Family Affairs (Ministério de Assuntos Sociais e de Família) para saber a quanto tem direito.

Quando devo requerer?

Você deve requerer 4 meses antes de completar 65 anos (ou 6 meses, se tiver pago contribuições no exterior). Você também pode se candidatar à Supplementary Welfare Allowance (Ajuda de custo Complementar da Previdência) enquanto sua reivindicação é processada.

Como me candidatar?

Você deve preencher o formulário RP/CP1. Ele está disponível no escritório local da previdência social. Você deve enviá-lo para:

Department of Social and Family Affairs (Ministério de Assuntos Sociais e de Família),
Social Welfare Services (Serviços de previdência social)
College Road
Sligo
Telefone: 071 9157100
Volta ao Topo

Pensão do Estado (Contributiva)

O que é a State Pension – (Contributory) [Pensão do Estado - Contributiva]?

A Contributory State Pension (Pensão do Estado Contributiva) é paga na Irlanda para pessoas a partir dos 66 anos, com contribuições suficientes ao seguro social. Ela não depende da condição financeira e você pode ter renda própria. É possível que você deva pagar impostos sobre essa pensão.

Quem tem direito?

Você tem direito à Contributory State Pension (Pensão do Estado Contributiva) se:

  • For maior de 66 anos
  • Satisfizer certas contribuições do seguro social (pesquise “State Pension – Contributory” [Pensão do Estado Contributiva] em www.welfare.iepara obter mais informações)

O que é o Homemaker’s Scheme (Programa para pessoas que trabalham em casa)?

O Homemaker’s Scheme (Programa para trabalhadores do lar) permite que um(a) dono(a)-de-casa se qualifique para a State Pension (Contributory) [Pensão do Estado - Contributiva]. Ele facilita a obtenção da State Pension (Contributory) [Pensão do Estado - Contributiva] por trabalhadores do lar.

Quem são os trabalhadores do lar?

Um trabalhador do lar é um homem ou mulher que abre mão de trabalhar fora de casa, a partir de 6 de abril de 1994, para cuidar de uma criança menor de 12 anos ou de uma pessoa incapacitada.

Quem tem direito a participar do programa?

É necessário:

  • Estar morando permanentemente no Estado
  • Ter menos de 66 anos de idade
  • Ter iniciado o trabalho segurado ou autônomo a partir dos 16 anos e antes dos 56
  • Não trabalhar em período integral (você pode ganhar até € 38 por semana)

Para obter mais informações, procure “Homemaker’s Scheme” (Programa para trabalhadores do lar) em www.welfare.ie.

E se eu tiver pago minhas contribuições com o seguro social no exterior?

Se você trabalhou em um país abrangido pelos Regulamentos da CE ou em um país com o qual a Irlanda mantém um acordo bilateral de seguridade social, você pode se qualificar para uma pensão pro rata. Essa pensão combina seu registro do seguro social da Irlanda e seu registro do seguro social do outro país. Você recebe sua pensão pro rata no país em que reside.

Como posso verificar se tenho contribuições suficientes para o seguro social?

Você deve verificar seu registro de seguro social junto à Seção PRSI Records (Registros do PRSI) do Department of Social and Family Affairs (Ministério de Assuntos Sociais e de Família). Você precisará de seu número do PPS para verificar seu registro do seguro social.

Quando devo requerer?

Você deve requerer 3 meses antes de completar 66 anos (ou 6 meses, se pagou contribuições no exterior). Você não precisa estar aposentado do trabalho para fazer a requisição.

Como me candidatar?

Você deve preencher o formulário RP/CP1. Ele está disponível no escritório local do bem-estar social, no Department of Social and Family Affairs (Ministério de Assuntos Sociais e de Família) e em www.welfare.ie

Onde posso obter mais informações?

Se desejar mais informações, você deve entrar em contato com o escritório local da previdência social ou com o Department of Social and Family Affairs (Ministério de Assuntos Sociais e de Família).

O Pension Services Office (Escritório de Serviços de Pensão) possui também uma unidade de previsão de pensões, que orienta as pessoas com mais de 55 anos sobre as contribuições para pensão de que precisam para assegurar que obtenham uma pensão contributiva do Estado.

E se eu não me qualificar para uma Contributory State Pension (Pensão do Estado Contributiva)?

Se você não se qualificar para uma pensão contributiva, pode requerer uma non-Contributory Pension (Pensão não contributiva).

Volta ao Topo

Pensão do Estado (não contributiva)

O que é a State Pension (Non-Contributory) [Pensão do Estado - Não Contributiva]?

A Pensão do Estado não contributiva é um pagamento dependente da renda para pessoas com 66 anos de idade ou mais, que não se qualificam para a Pensão de Transição do Estado ou para a Pensão Contributiva do Estado, com base em seu registro do seguro social.

Quem tem direito?

Para ter direito ao benefício, você deve:

  • Satisfazer à condição de residência habitual
  • Ter 66 anos ou mais
  • Morar no Estado
  • Ter um número do Serviço Público Pessoal (número do PPS) válido)
  • Satisfazer ao critério de renda

Quando devo requerer?

Você deve requerer pelo menos 3 meses antes de completar 66 anos.

Como me candidatar?

Você deve preencher o formulário SPNC1 e devolvê-lo para:

State Pension (Non-Contributory) Section [Seção de Pensão do Estado (não contributiva)]
Pensions Services Office (Escritório de serviços de pensão)
College Road
Sligo
Ligações com tarifa reduzida: 1890 500 000

O que é necessário fornecer?

Você deve enviar os seguintes documentos originais (e não o xerox):

  • Sua certidão de nascimento (se tiver nascido fora da República da Irlanda)
  • Certidão de nascimento de seu cônjuge ou parceiro (se nascido fora da República da Irlanda)
  • Sua certidão de casamento (se tiver se casado fora da República da Irlanda)
  • Certidão de nascimento de seu(s) filho(s) dependente(s) (se nascido(s) fora da República da Irlanda). Se estiver recebendo Child Benefit (Benefício para filhos), você não precisa enviar a certidão de nascimento deles.

Volta ao Topo

Programas de pensão trabalhista

Em geral, os grandes empregadores da Irlanda têm programas de pensão trabalhista, mas muitos empregadores menores do país não têm. Você deve perguntar sobre isso diretamente a seu empregador.

Cada programa de pensão tem suas próprias regras. Os programas de pensão costumam ser regulados pela Pensions Board (Comissão de pensões) em todo o país.

Programas especiais, chamados de PRSAs, foram criados para serem usados no lugar dos programas de pensão trabalhista pelos empregadores que preferem não patrocinar esses programas.

Volta ao Topo

PRSA (Personal Retirement Savings Account, Conta Pessoal de Poupança para Aposentadoria)

O que é a PRSA?

A PRSA (Personal Retirement Savings Account, Conta Pessoal de Poupança para Aposentadoria) é uma conta de poupança para pensão privada de baixo custo e fácil acesso. Foi criada para permitir que você poupe para a aposentadoria. Você tem direito a investir na PRSA, não importa sua condição empregatícia. As PRSAs são transferíveis de um emprego para outro e estão à disposição a partir de vários fornecedores.

Quem oferece as PRSAs?

As PRSAs são oferecidas por bancos privados ou companhias de seguro de vida.

Onde posso obter mais informações?

Se desejar informações adicionais, você deve entrar em contato com:

The Pensions Board (Comissão de pensões)
Verschoyle House, 28-30 Lower Mount Street, Dublin 2.
Telefone: 01 6131900
Central de atendimento (ligação com tarifa reduzida): 1890 656 565
Site: www.pensionsboard.ie

Existem folhetos de informação em vários idiomas no site da Comissão de pensões.

Existe também uma Calculadora de pensões, que permite que você estime o valor com o qual você precisa contribuir para sua pensão para receber o nível de pensão que espera na aposentadoria.

Volta ao Topo

Tributo sobre a pensão

O tributo sobre pensão que foi introduzido em março de 2009 se aplica somente às pessoas que trabalham no setor público e que participam de um programa de pensão do serviço público, como por exemplo servidores públicos, trabalhadores da autoridade local e funcionários do HSE. As alíquotas são:

  • 3% sobre um salário bruto de € 15.000
  • 5% sobre € 25.000
  • 6,4% sobre € 35.000
  • 7,2% sobre € 45.000
  • 7,7% sobre € 55.000
  • 8,1% sobre € 65.000
  • 8,5% sobre € 85.000
  • 8,8% sobre € 100.000
  • 9,2% sobre €150.000
  • 9,4% sobre € 200.000
  • 9,6% sobre € 300.000

Volta ao Topo

Direitos trabalhistas

Share |

Embora a grande maioria dos empregadores seja honesta, nem todos são. Caso tenha alguma queixa trabalhista, você deve entrar em contato com seu sindicato, com a NERA (National Employment Rights Authority, Autoridade Nacional de Direitos Trabalhistas) ou o Rights Commissioner Service (Serviço de Delegados de Direitos). Você também pode pedir orientação no Crosscare Migrant Project (Projeto para Migrantes da Crosscare) ou no Migrant Rights Centre Ireland (Centro de Direitos de Migrantes da Irlanda).

Os trabalhadores da Irlanda têm direito a:

  • Ter seus direitos trabalhistas definidos por escrito
  • Receber pelo menos o salário mínimo de € 8,65 por hora
  • holerites
  • Máximo de 48 horas de trabalho por semana
  • Férias remuneradas
  • Descanso mínimo
  • Ser tratados com igualdade, sejam funcionários de meio período ou período integral
  • Aviso prévio mínimo, caso devam ser demitidos

A NERA tem um Guide to Employment Rights (Guia de direitos trabalhistas) no site: www.employmentrights.ie. Em “Select your Language” (Selecione seu idioma), escolha o idioma no qual gostaria de ler essas informações. O Guia de direitos trabalhistas está no fim da lista. Esse guia traz informações básicas. Abaixo estão outras perguntas frequentes sobre direitos trabalhistas:

Volta ao Topo

Salário mínimo

Quem tem direito ao salário mínimo?

A National Minimum Wage Act (Lei Nacional do Salário Mínimo) se aplica a todos os empregados, exceto nas circunstâncias a seguir:

  • Parentes próximos do empregador, como pai, mãe, filhos e irmãos
  • Funcionário em treinamento estruturado, como estagiários, por exemplo (exceto aprendizes de cabeleireiro)

Volta ao Topo

Holerites

O que posso fazer se meu empregador não me der um holerite?

Se não estiver recebendo seus holerites, entre em contato com seu sindicato ou com a NERA.

Também é aconselhável manter seu próprio registro de horas trabalhadas e o nome e os detalhes de contato de seu empregador e supervisor.

Volta ao Topo

Máximo de horas trabalhadas

Eu recebo algum extra por trabalhar aos domingos?

Se já não estiver incluso no valor a pagar, os funcionários geralmente têm direito ao pagamento de horas extras ou prêmio por trabalharem aos domingos. Alguns setores têm Registered Employment Agreements (Contratos de Trabalho Registrados) contendo normas relativas ao trabalho aos domingos.

Quando não existir acordo coletivo em vigor, o empregador deverá adotar o acordo coletivo mais próximo aplicável, que se aplique a trabalho idêntico ou semelhante e em condições semelhantes, e determine um prêmio para trabalho aos domingos.

Volta ao Topo

Períodos de descanso

Meu empregador é obrigado a pagar por meus intervalos?

Não, o pagamento de intervalos não é um direito obrigatório. No entanto, é prática comum os funcionários receberem por um intervalo de 15 minutos. Alguns setores abrangidos pelos REAs (Registered Employment Agreements, Contratos de Trabalho Registrados) e EROs (Employment Regulation Orders, Ordens de Regulamentação do Emprego) contêm disposições obrigatórias com relação ao pagamento dos intervalos.

Volta ao Topo

Feriados públicos

Quantos feriados públicos são observados?

Existem nove feriados públicos.

  • Confraternização universal (1º de janeiro)
  • St. Patrick’s Day (Dia de São Patrício) (17 de março)
  • Segunda-feira de Páscoa
  • Primeira segunda-feira de maio
  • Primeira segunda-feira de junho
  • Primeira segunda-feira de agosto
  • Última segunda-feira de outubro
  • Dia de Natal (25 de dezembro)
  • St. Stephen’s Day (Dia de Santo Estêvão) (26 de dezembro)

Posso acumular férias se estiver doente?

Não. Contudo, o tempo de férias é acumulado sobre o tempo trabalhado, as férias anuais, licença-maternidade, licença-maternidade adicional, licença-paternidade, licença por força maior, licença por adoção e o tempo gasto nas primeiras 13 semanas de licença para cuidadores.

Será que tenho direito ao pagamento de feriado público?

Funcionários em tempo integral têm direito inerente ao pagamento de feriados públicos. Funcionários de meio período devem ter trabalhado um total de 40 horas por um período de cinco semanas imediatamente anterior ao feriado público para ter direito ao benefício.

A Good Friday (Sexta-feira Santa) é feriado público?

Não, a Sexta-feira Santa não é feriado público, mas conforme o setor em que você trabalha, pode ser prática comum observar esse feriado.

Volta ao Topo

Demissão sem justa causa

Quem está coberto pelas Unfair Dismissals Acts (Leis de Demissão sem Justa Causa) de 1977 a 2005?

As Unfair Dismissals Acts (Leis de Demissão sem Justa Causa) se aplicam a funcionários acima de 16 anos de idade, com pelo menos 12 meses de serviço contínuo. As leis não contemplam funcionários que atingiram a idade normal de aposentadoria ou menores de 16 anos, parentes próximos do empregador que morem e trabalhem na mesma casa ou fazenda particular, membros das Defence Forces (Forças Armadas) ou Gardaí (Polícia), oficiais de VECs, CEO dos Health Services Executive (Serviços Executivos de Saúde) e gerentes de município ou condado ou aprendizes da FÁS.

Volta ao Topo

Desemprego

Perdi o emprego. Onde posso obter mais informações sobre isso?

Para obter mais informações sobre desemprego, acesse www.redundancy.ie

Volta ao Topo

Licença médica

Meu empregador precisa me pagar se eu ficar doente?

A licença médica não é um direito obrigatório. A política relativa à licença médica pode ser decidida pelo empregador e incluída como parte dos termos e condições de emprego do funcionário. Alguns setores abrangidos pelos REAs e EROs contêm normas obrigatórios com relação à licença médica.

Volta ao Topo

Outros assuntos

Tenho direito ao pagamento de horas extras?

O pagamento de horas extras não é um direito obrigatório, embora seja prática comum que a maioria dos empregadores ofereça um valor para pagamento de horas extras.

A política referente às horas extras pode ser decidida pelo empregador e incluída como parte dos termos e condições de emprego do funcionário. Alguns setores são obrigados por lei a pagar horas extras, já que são abrangidos pelos REAs (Registered Employment Agreements, Contratos de Trabalho Registrados) e EROs (Employment Regulation Orders, Ordens de Regulamentação do Emprego).

Uma agência que me prometeu emprego me enviou uma cobrança, isso é legal?

Não. Na Irlanda, é ilegal uma agência cobrar para encontrar um emprego para alguém. Um empregador pode usar os serviços de uma agência para recrutar funcionários, e é o empregador quem paga a agência. Entre em contato com o Department of Enterprise, Trade and Employment (Ministério das Empresas, Comércio e Emprego) se você, como funcionário, recebeu cobrança de uma agência de empregos. Telefone: 01 6312121

Tenho direito a uma referência?

As referências não são um direito obrigatório e, portanto, são fornecidas a critério do empregador.

Volta ao Topo

Licença para cuidadores

O que é a licença para cuidadores?

A licença para cuidadores permite que um funcionário forneça pessoalmente cuidado e atenção em tempo integral para alguém que precise desses cuidados. O direito mínimo assegurado por lei é de 13 semanas, mas um funcionário tem direito a um máximo de 104 semanas para qualquer “pessoa relevante”. Uma pessoa relevante é alguém considerado pela autoridade competente do Department of Social and Family Affairs (Ministério de Assuntos Sociais e de Família) como necessitado de cuidado e atenção em tempo integral.

Quem tem direito à licença para cuidadores?

Você tem direito a tirar a licença para cuidadores se tiver pelo menos 12 meses de serviço contínuo.

Volta ao Topo

Pagamentos para cuidadores

Os dois pagamentos principais para cuidadores são o Carer’s Benefit (Benefício para cuidadores), baseado nas contribuições para o PRSI, e o Carer’s Allowance (Ajuda de custo para cuidadores), baseado na renda. Existe também o Domiciliary Care Allowance (Ajuda de Custo para Cuidado Domiciliar), que pode ser pago para uma criança com deficiência. Os beneficiários desses pagamentos podem se candidatar a uma Respite Care Grant (Bolsa para Cuidado no Descanso).

Volta ao Topo

Carer’s Benefit (Benefício para cuidadores)

Carer’s Benefit é um pagamento feito para pessoas seguradas que se afastam da força de trabalho para cuidar de uma pessoa (ou pessoas) que necessita(m) de cuidado e atenção em tempo integral. De acordo com a legislação relativa à Licença para cuidador, você pode ter direito a licença temporária não remunerada de seu emprego para cuidar de uma pessoa. Se estiver cuidando de mais de uma pessoa, pode ter direito a mais 50% do valor pessoal semanal do Benefício para cuidadores.

Quem tem direito?

  • Você se qualificará para o Carer’s Benefit (Benefício para cuidadores) se:
  • Tiver entre 16 e 66 anos de idade
  • Satisfizer às condições de contribuição para o PRSI (procure “Carers Benefit” em www.welfare.ie para obter mais informações)
  • Tiver parado de trabalhar para cuidar de uma pessoa (ou pessoas) em tempo integral (nesse emprego, deve ter trabalhado um mínimo de 17 horas por semana ou 34 horas por quinzena)
  • Não estiver empregado ou for autônomo fora de casa (você pode trabalhar até 15 horas por semana)
  • Residir no Estado e não estiver morando em hospital, casa de recuperação ou outra instituição semelhante, e

A(s) pessoa(s) de quem você está cuidando:

  • for(em) incapacitada(s) e necessitar(em) de cuidado e atenção em tempo integral (é necessário atestado médico)
  • não estiver(em) vivendo normalmente em um hospital, casa de repouso ou outra instituição semelhante

Quando a Domiciliary Care Allowance (Ajuda de Custo para Cuidado Domiciliar) for paga pelo Health Service Executive (Serviço Executivo de Saúde) para uma criança, não é necessário atestado médico.

Como me candidatar?

Preencha o formulário CARB1 e envie para o departamento de Benefício para cuidadores:

Social Welfare Services Office (Escritório de Serviços do Bem-estar Social)
Government Buildings, Ballinalee Road, Longford
Telefone: 043 3345211
Ligações com tarifa reduzida: 1890 927 770

E se eu não for aprovado?

Caso sua requisição não seja aprovada, você pode se candidatar à Carer’s Allowance (Ajuda de custo para cuidadores).

Volta ao Topo

Carer’s Allowance (Ajuda de custo para cuidadores)

O Carer’s Allowance é um pagamento para cuidadores de determinadas pessoas com necessidades de cuidado e atenção em tempo integral e que preenchem os critérios de condição financeira. Cuidadores responsáveis por mais de uma pessoa podem ter direito a um bônus de 50% do valor máximo semanal do Benefício para cuidadores, conforme o valor semanal avaliado.

Quem tem direito?

  • Você tem direito à Carer’s Allowance (Ajuda de custo para cuidadores) se:
  • For maior de 18 anos
  • Satisfizer ao critério de condição financeira
  • Morar com a(s) pessoa(s) de quem cuida ou puder ser contatado rapidamente por um sistema de comunicação direta entre sua casa e a casa da pessoa de quem cuida
  • Estiver cuidando da(s) pessoa(s) em tempo integral
  • Não estiver empregado ou for autônomo fora de casa, além de 15 horas por semana
  • Morar no Estado
  • Satisfizer à condição de residência habitual
  • Não estiver morando em hospital, casa de recuperação ou outra instituição semelhante, e

A(s) pessoa(s) de quem você está cuidando:

for(em) incapacitada(s) e necessitar de cuidado e/ou atenção em tempo integral (é necessário atestado médico)

  • não estiver(em) morando normalmente em um hospital, casa de repouso ou outra instituição semelhante
  • tiver(em) 16 anos de idade ou mais, ou
  • tiver(em) menos de 16 anos, se a Domiciliary Care Allowance (Ajuda de Custo para Cuidado Domiciliar) for paga a ela pelo Health Service Executive (Serviço Executivo de Saúde). É necessário apresentar documentação comprobatória desse benefício.

Como me candidatar?

Preencha o formulário CR1 e envie para o departamento de Carer’s Allowance (Ajuda de custo para cuidadores):

Social Welfare Services Office (Escritório de Serviços do Bem-estar Social)
Government Buildings, Ballinalee Road, Longford
Telefone: 043 3345211
Ligações com tarifa reduzida: 1890 927 770

E se eu não for aprovado?

Você tem o direito de recorrer da decisão. Se ainda assim não for contemplado, entre em contato com o escritório do bem-estar social da sua região ou o Department of Social and Family Affairs (Ministério de Assuntos Sociais e de Família).

O Crosscare Carers Support (Suporte a Cuidadores da Crosscare) é um programa que visa a melhorar a qualidade de vida de cuidadores da família, que normalmente estão fragilizados e em situação de estresse. O Suporte aos cuidadores oferece apoio, descanso, instrução e treinamento aos cuidadores. Para obter mais informações, acesse www.crosscare.ie ou entre em contato com:

Crosscare Carers Support Programme (Programa de Suporte a Cuidadores da Crosscare),
The Red House, Clonliffe College, Drumcondra, Dublin 3
Telefone: 01 8360011
E-mail: nkirrane@crosscare.ie ou rdaynes@crosscare.ie

Volta ao Topo

Licença-maternidade

Caso esteja grávida e empregada na Irlanda, você tem direito a tirar a licença-maternidade no trabalho por um período básico de 26 semanas. Pelo menos duas semanas devem ser tiradas antes do fim da semana do nascimento previsto do bebê e pelo menos quatro semanas depois. Você pode decidir como dispor das 16 semanas restantes. Geralmente, as funcionárias tiram duas semanas antes do nascimento e 24 semanas depois. Você pode também se beneficiar de 16 semanas adicionais de licença-maternidade não remunerada.

O direito à licença-maternidade do emprego se estende a todas as mulheres empregadas na Irlanda (inclusive trabalhadoras temporárias ou eventuais), não importa há quanto tempo trabalham na empresa e quantas horas por semana.

Tenho direito a remuneração durante a licença-maternidade?

Seu empregador não tem que lhe pagar enquanto estiver em licença-maternidade. Você pode, contudo, ter direito ao Maternity Benefit (Benefício para maternidade).

Volta ao Topo

Maternity Benefit (Benefício para maternidade)

O Maternity Benefit (Benefício para maternidade) é um pagamento feito a mulheres na Irlanda em licença-maternidade do trabalho, que pagaram um determinado valor de contribuições ao PRSI (procure “Maternity Benefit” em www.welfare.ie para obter mais informações). É necessário se candidatar ao pagamento 6 semanas antes da data em que pretende sair em licença-maternidade (12 semanas se for autônoma). O valor pago semanalmente dependerá do seu rendimento.

Eu tenho direito ao Maternity Benefit (Benefício para maternidade) se estiver recebendo outros pagamentos de assistência social?

Você pode receber metade do valor do Maternity Benefit (Benefício para maternidade) caso esteja recebendo um dos seguintes benefícios:

  • One-Parent Family Payment (Pagamento a família monoparental)
  • Widow’s (Contributory) Pension (Pensão contributiva de viúvos)
  • Widow’s (non-Contributory) Pension (Pensão não contributiva de viúvos)
  • Deserted Wife’s Benefit (Benefício para esposa abandonada)
  • Prisoners Wife’s Allowance (Ajuda de custo para esposa de detento)
  • Deserted Wife’s Allowance (Ajuda de custo para esposa abandonada)
  • Death Benefit (Benefício por óbito) na forma de Widow’s/Widower’s ou Dependent Parents’ Pension (Pensão para Viúvo, Viúva ou Pai/Mãe Dependente), de acordo com o Occupational Injuries Scheme (Programa de Acidentes de Trabalho)

Por quanto tempo posso requerer o Maternity Benefit (Benefício para maternidade)?

O Maternity Benefit (Benefício para maternidade) é pago por 26 semanas consecutivas. Pelo menos 2 e não mais de 16 semanas de licença-maternidade precisam ser tiradas antes do fim da semana na qual espera-se o nascimento do bebê.

Se seu bebê nascer depois do esperado e você tiver menos de 4 semanas de licença-maternidade a cumprir, você pode ter o direito de prorrogar a licença-maternidade, para garantir que tenha 4 semanas completas de afastamento depois da semana do nascimento. Nessas circunstâncias, o Maternity Benefit (Benefício para maternidade) continuará a ser pago até que o bebê tenha quatro semanas de vida. Você deve notificar a seção de Benefício para maternidade do Department of Social and Family Affairs (Ministério de Assuntos Sociais e de Família), enviando uma carta de seu médico, com a declaração da data de nascimento de seu bebê.

Como me candidatar?

Você deve preencher o formulário MB10 seis semanas antes da data prevista para o início da licença-maternidade e enviá-lo à seção de Benefício para maternidade.

Volta ao Topo

Licença-paternidade

A Equality Authority (Autoridade para Igualdade) fornece um resumo da licença-paternidade:

  • A Parental Leave Act (Lei da licença-paternidade) de 1998 dá ao pai e à mãe o direito a 14 semanas de licença parental não remunerada.
  • A licença deve ser tirada antes que a criança tenha 8 anos, ou 16 anos no caso de criança com deficiência.
  • Essa licença não é transferível entre os pais, exceto quando ambos trabalham para o mesmo empregador. Neste caso, isso está sujeito à anuência do empregador.
  • Você deve informar seu empregador com 6 semanas de antecedência sobre sua intenção de tirar a licença parental.
  • A licença pode ser “dividida”, com o consentimento do empregador.
  • Os litígios serão ouvidos pelos Rights Commissioners (Delegados de Direitos). Informações adicionais sobre os procedimentos de litígio e formulários de queixa estão disponíveis no site dos Rights Commissioners: www.lrc.ie

Volta ao Topo

Licença por adoção

A Equality Authority (Autoridade para Igualdade) fornece um resumo da licença-paternidade:

  • A mãe ou pai sozinho que adotar uma criança tem direito a 24 semanas de licença por adoção
  • O funcionário deve notificar seu empregador por escrito com 4 semanas de antecedência antes de sair de licença
  • Os empregadores não são obrigados a pagar o funcionário, mas este pode ter direito a um benefício da previdência social.

Volta ao Topo

Licença por força maior

Os funcionários na Irlanda têm o direito limitado de se afastar do trabalho em períodos de crise familiar. Essa ausência é conhecida como “force majeure leave” (licença por força maior). Você deve notificar seu empregador, assim que possível, de que precisa da licença por força maior. Imediatamente após seu retorno ao trabalho, você deve fazer a solicitação a seu empregador. O período máximo da licença é de 3 dias em qualquer período de 12 meses ou de 5 dias em um período de 36 meses. Você tem direito a pagamento durante a licença por força maior.

Volta ao Topo

Licença por óbito

A licença por óbito é concedida no caso de morte de um familiar do funcionário. Não há direito legal à licença por óbito, que geralmente é concedida a critério do empregador.

Onde posso obter informações sobre licença parental, licença por adoção e licença por força maior?

Informações sobre todas as licenças acima podem ser obtidas com a Equality Authority (Autoridade para Igualdade): www.equality.ie.

Telefone: 01 4173333
Central de atendimento (ligação com tarifa reduzida): 1890 245 545

Volta ao Topo

Saúde e segurança no local de trabalho

Saúde e trabalho no trabalho significa trabalhar em um ambiente seguro e, quando houver riscos, que eles sejam minimizados ou eliminados, além de ser tratado com dignidade e respeito. A HSA (Health and Safety Authority, Autoridade para Saúde e Segurança) é o órgão nacional da Irlanda com a responsabilidade de garantir a saúde e a segurança no trabalho.

O que é o Safe Pass Programme (Programa Passe Seguro)?

O Safe Pass Health and Safety Awareness Training Programme (Programa Passe Seguro de Treinamento de Conscientização em Saúde e Segurança) é um programa da FÁS (autoridade irlandesa para treinamento e emprego) com duração de um dia. O objetivo do Safe Pass é garantir que todas as obras e todos os trabalhadores da autoridade local na Irlanda tenham um conhecimento básico de saúde e segurança. Serve para capacitá-los a trabalhar em obras sem serem um risco para si mesmos ou para outras pessoas que possam ser afetadas por suas ações.

Onde posso aprender mais sobre o programa Safe Pass?

Informações adicionais sobre o Safe Pass Programme (Programa Passe Seguro) para a setor de construção da Irlanda estão disponíveis no escritório local da FÁS ou no Safe Pass Department (Departamento do Passe Seguro): safepass@fas.ie

Volta ao Topo

Condições de trabalho insalubres ou inseguras

Estou preocupado com questões de saúde e segurança em meu local de trabalho. O que devo fazer?

Você deve entrar em contato com o Health and Safety Officer (Encarregado de Saúde e Segurança) de seu local de trabalho. Se não ficar satisfeito com o resultado, deve entrar em contato com a HSA (Health and Safety Authority, Autoridade para Saúde e Segurança). A HSA monitora o cumprimento da legislação no local de trabalho e toma medidas de fiscalização (culminando em processos).

Health and Safety Authority (Autoridade para Saúde e Segurança)
The Metropolitan Building, James Joyce Street, Dublin 1
Telefone: 1890 289 389
Site: www.hsa.ie

Estou sendo perseguido no trabalho. O que posso fazer?

Você pode entrar em contato com o Health and Safety Officer (Encarregado de Saúde e Segurança) de seu local de trabalho ou com a Health and Safety Authority (Autoridade para Saúde e Segurança).

Volta ao Topo

Acidentes de trabalho

Eu me feri no trabalho e não poderei trabalhar devido à lesão. Como posso obter auxílio financeiro?

Você pode ter direito ao Injury Benefit (Benefício por acidente).

O que é o Injury Benefit (Benefício por acidente)?

O Benefício por acidente é um dos benefícios do Occupational Injuries Scheme (Programa para Acidentes de Trabalho). É um pagamento semanal que você recebe se não estiver apto a trabalhar devido a um acidente no trabalho ou porque contraiu uma doença devido ao tipo de trabalho que realiza.

O Benefício por acidente normalmente é pago no quarto dia de sua doença/incapacidade. O pagamento pode ser feito por até 26 semanas, a contar da data do acidente ou do desenvolvimento da doença. Se você ainda estiver impossibilitado de trabalhar depois de 26 semanas, talvez tenha direito ao Illness Benefit (Benefício por doença) se satisfizer certas condições de contribuição ao PRSI (procure por “Illness Benefit” no site www.welfare.ie para obter mais informações).

Como me candidatar ao Injury Benefit (Benefício por acidente)?

Você deve consultar um médico e obter um First Social Welfare Medical Certificate (Primeiro Atestado Médico para Previdência Social), que inclui um formulário de requisição. Preencha esses formulários e envie para o escritório do bem-estar social local ou à Seção de Injury Benefit (Benefício por acidente). Você deve solicitar o Injury Benefit (Benefício por acidente) até 21 dias após adoecer. Você deve encaminhar um atestado médico por semana, durante todo o período em que permanecer inapto para o trabalho.

Nem todo acidente/doença de trabalho resulta imediatamente em doença ou incapacitação. Nesse caso, para salvaguardar seu futuro direito ao benefício, você deve solicitar uma declaração (formulário DB/OB1) para evidenciar que seu acidente/doença ocorreu no trabalho. Esse formulário de declaração está disponível na Seção de Injury Benefit (Benefício por acidente) do Department of Social and Family Affairs (Ministério de Assuntos Sociais e de Família), Áras Mhic Dhiarmada, Store Street, Dublin 1.

Telefone: 01 7043018

Como pleitear indenização por acidentes sofridos no trabalho?

Depende da natureza do acidente e da lesão. Você talvez deseje abrir um processo no tribunal. Pode haver, porém, uma opção mais barata através da InjuriesBoard.ie (antiga Personal Injuries Assessment Board [Comissão de Avaliação de Acidentes Pessoais]).

O que é o InjuriesBoard.ie?

InjuriesBoard.ie é um órgão competente que fornece avaliação independente de indenização por acidentes pessoais para vítimas de acidentes no local de trabalho, motores e responsabilidade pública. Essa avaliação é fornecida sem a necessidade da maioria dos custos legais.

Onde posso obter mais informações?

InjuriesBoard.ie
P.O. Box 8, Clonakilty Co. Cork
Central de atendimento (ligação com tarifa reduzida): 1890 829 121
E-mail: enquiries@injuriesboard.ie
Site: www.injuriesboard.ie

Volta ao Topo

Links

NERA (The National Employment Rights Authority, Autoridade Nacional para Direitos Trabalhistas): www.employmentrights.ie
O’Brien Road, Carlow
Telefone: 059 9178800
E-mail: info@employmentrights.ie

The Labour Relations Commission (Comissão de Relações Trabalhistas): www.lrc.ie
Rights Commissioner Service, Tom Johnson House, Haddington Road, Dublin 4
Telefone: 01 6136700
E-mail: rightscomm@lrc.ie

Crosscare Migrant Project (Projeto para Migrantes da Crosscare)
1 Cathedral St., Dublin 1
Telefone: 01 8732844
E-mail: migrantproject@crosscare.ie
Site: www.migrantproject.ie

Migrant Rights Centre Ireland (Centro de Direitos de Migrantes da Irlanda)
55 Parnell Square West, Dublin 1
Telefone: 01 8897570
E-mail: info@mrci.ie
Site: www.mrci.ie

SIPTU - o Services, Industrial, Professional and Technical Union (Sindicato de Serviços, Industrial, Profissional e Técnico) representa mais de 200.000 trabalhadores em quase todos os setores da economia da Irlanda:www.siptu.ie

Liberty Hall, Dublin 1
Telefone: 01 8586389
E-mail: info@siptu.ie

O ICTU (Irish Congress of Trade Unions, Congresso Irlandês dos Sindicatos do Comércio) é a maior organização da sociedade civil da ilha da Irlanda, representando e trabalhando em nome de cerca de 832.000 trabalhadores: www.ictu.ie

31/32 Parnell Square, Dublin 1
Telefone: 01 8897777
E-mail: congress@ictu.ie

Volta ao Topo

Imposto de renda

Share |

Como funciona o sistema de imposto de renda na Irlanda?

Os empregados, na Irlanda, pagam o imposto através do sistema PAYE (Pay As You Earn, Pagamento conforme vencimentos). Isso significa que o empregador deduz o imposto devido diretamente do salário dos funcionários e paga diretamente aos Revenue Commissioners (Delegados da Receita Federal).

Como pagar imposto de renda na Irlanda?

É importante garantir que seu imposto receba o tratamento correto e que o empregador deduza o valor correto do seu pagamento. Para assegurar que isso aconteça, você precisará tomar duas providências (o mais rápido possível):

  • Solicitar um número de PPS ao Department of Social and Family Affairs (Ministério de Assuntos Sociais e de Família). Ele é seu número de identificação individual, usado para todos os assuntos referentes à Receita e outros departamentos do governo. Quando receber esse número, informe-o ao seu empregador.
  • Solicitar um certificado de créditos fiscais, preenchendo o formulário 12A (disponível no escritório local da Receita ou, para download, em www.revenue.ie) e enviar para o escritório local da Receita. Seu empregador pode fornecer todas as informações relevantes de que você precisa para preencher esse formulário, como por exemplo o número de registro PAYE do empregador. A Receita lhe enviará um certificado de crédito fiscal e emitirá uma cópia dos seus créditos fiscais para seu empregador, para que sejam processadas as devidas deduções de imposto do seu salário.

Suas circunstâncias pessoais definem o valor dos créditos fiscais aos quais você tem direito. O escritório da receita, depois, lhe encaminhará um extrato detalhado de seus créditos fiscais. Seu empregador também será notificado de seus créditos fiscais.

Quanto vou pagar de imposto?

O valor de imposto que você paga depende de vários fatores, incluindo estado civil, se tem filhos, se mora em casa própria ou não.

O que são créditos fiscais?

Os créditos fiscais reduzem o valor do imposto de renda pago. Pelo sistema de crédito fiscal, você tem direito a créditos fiscais dependendo de suas circunstâncias pessoais, por exemplo, créditos fiscais para pessoa casada, crédito fiscal do PAYE, crédito fiscal para acomodação alugada e despesas médicas. Para obter mais informações, acesse www.revenue.ie

Como reivindicar créditos fiscais?

A maneira mais fácil e rápida de reivindicar créditos fiscais é usar o PAYE anytime (PAYE a qualquer hora).

O PAYE anytime é um sistema pela internet que permite fazer transações eletrônicas com a Receita, 365 dias por ano. Para usar o PAYE anytime, é necessário fazer o cadastro: www.revenue.ie

Você pode, também, entrar em contato com a Receita telefonando para o Serviço LoCall (ligação de tarifa reduzida) do PAYE, que funciona de segunda a sexta-feira. Você precisará do seu número de PPS para usar esse serviço.

Alguns escritórios da Receita também possuem guichês de informação. Também há Local Enquiry Offices (Escritórios de Consulta Local) espalhados pelos edifícios administrativos dos condados fora de Dublin.

O que é o imposto de Emergência?

Se seu empregador não recebeu:

  • Um certificado de créditos fiscais do escritório da receita ou
  • Seu formulário P45 (partes 2 e 3), sobre seu emprego anterior

Ele deverá deduzir o imposto a título de emergência quando pagar seu salário. Isso significa que é deduzido do seu ordenado um valor de imposto maior que o necessário. Por isso, você deve obter seu certificado de crédito fiscal.

Volta ao Topo

P45s e P60s

O que são P45s e P60s?

P45: Se você sair do emprego, seu empregador deve lhe fornecer um P45. Trata-se de uma declaração de seu pagamento e do imposto e PRSI deduzidos até a presente data por seu empregador. É um documento muito importante, do qual você vai precisar se:

  • For mudar de emprego - a ser entregue para o novo empregador, para não ter que pagar o imposto de emergência
  • Estiver desempregado - para reivindicar uma restituição de imposto ou benefícios da previdência social

Se seu empregador não lhe fornecer um P45, peça para ele.

P60: Ao fim de cada ano fiscal, seu empregador deve lhe fornecer um P60, que é uma declaração de seu pagamento e do imposto e PRSI deduzidos pelo empregador durante o ano. O P60 é um documento importante, e contém duas partes. Você deverá enviá-lo ao escritório da Receita para reivindicar uma declaração de imposto de renda (P21) no final do ano. Se precisar reivindicar um benefício, você deve enviar a segunda parte ao Department of Social and Family Affairs (Ministério de Assuntos Sociais e de Família) como comprovante das contribuições pagas ao PRSI.

E se meu empregador não fornecer um P45 ou P60?

Você pode informar o escritório local da Receita se seu empregador ou ex-empregador não lhe entregar um P45 ou P60.

Se seu empregador não lhe entregar um P60 ou P45, pode ser que não o tenha registrado para PRSI. Pode acontecer que você tenha sido registrado mas seu empregador não tenha pago as contribuições devidas ao PRSI ou não tenha pago o valor correto. O empregador é obrigado por lei a registrar todos os funcionários para PRSI, pagar as devidas contribuições, manter registros precisos de todos os funcionários e apresentar esses registros quando solicitado pelos inspetores de previdência social. O empregador que não cumprir essa determinação está sujeito a punições, processo ou ambos.

E se eu suspeitar que meu empregador não está fazendo as contribuições de PRSI e impostos em meu nome?

Seu empregador é obrigado por lei a lhe fornecer um comprovante que detalha as deduções de imposto e PRSI e as contribuições de PRSI feitas em seu nome.

Onde posso denunciar um empregador que não esteja fazendo as contribuições de PRSI em meu nome?

Caso ainda esteja trabalhando para o empregador, você pode fazer uma queixa confidencial (no escritório local do bem-estar social), que seu nome será mantido em sigilo. Se ficar provado que seu empregador atual ou ex-empregador não pagou o PRSI em seu nome, ele pode ser forçado a pagar retroativamente suas contribuições ao PRSI.

Para sua própria segurança, é importante que seu empregador pague suas contribuições do seguro social. A inclusão no sistema do PRSI garante seus direitos em relação aos pagamentos de previdência social, em caso de desemprego, doença, acidente de trabalho, licença-maternidade ou requisição de pensão.

Você deve informar o problema ao escritório local da Receita. Os detalhes do escritório local da Receita podem ser encontrados informando seu número de PPS no link “Contact Locator” [Localizador de contato], em www.revenue.ie.

Eu cometi uma infração se trabalhei para um empregador e não paguei o PRSI?

Se isso tiver acontecido sem o seu consentimento, você não cometeu uma infração. Caso você denuncie um empregador que não pagou as contribuições, pode ser possível que os inspetores forcem o empregador a pagar seu PRSI retroativamente.

Posso conseguir restituição de parte do imposto pago?

Existem várias circunstâncias nas quais você pode conseguir a restituição do imposto pago:

  • Seu empregador é obrigado a deduzir o imposto em uma alíquota emergencial se não receber seu certificado de crédito fiscal ou um P45 de um empregador anterior. Uma vez que o empregador receba qualquer um desses documentos, poderá calcular quanto imposto deve deduzir de seus salários. O empregador pode, nesse estágio, restituir o valor de imposto pago a mais.
  • Depois de cada ano fiscal (depois de 31 de dezembro) você pode pedir à finanças que verifique se pagou imposto a mais naquele ano. Para isso, envie seu formulário P60 ao escritório da Receita local e solicite uma análise de fim de ano (P21) para o ano em questão.
  • Se você estiver desempregado há 4 semanas ou estiver saindo da Irlanda, também pode conseguir uma restituição. O formulário a ser utilizado é o P50, disponível no escritório local da Receita e em www.revenue.ie.

Volta ao Topo

O que é um P21?

P21 é uma declaração de renda total, crédito fiscal e imposto pago em um determinado ano fiscal. Essa declaração demonstrará se pagou a mais ou a menos em um determinado ano. Se houve pagamento a mais, será feita uma restituição em sua conta bancária (caso tenha informado seus dados bancários à Receita) ou emitido um cheque no valor correspondente. Caso tenha pago imposto a menos, o escritório local entrará em contato.

Para que preciso de um P21?

Você pode ter que enviar um P21 à autoridade local, ao banco ou à construtora como comprovativo de rendimento, quando precisar de uma bolsa de estudos, uma casa ou um financiamento. Ele também demonstra se pagou imposto a mais ou a menos no ano. Se pagou a mais, será emitido um cheque no valor correspondente. Caso tenha pago imposto a menos, o escritório local entrará em contato.

Onde posso obter mais informações sobre impostos?

Você pode

  • Acessar www.revenue.ie
  • Ligar para o escritório local da Receita
  • Ligar para o Central Revenue Information Office (Escritório Central de Informações da Receita), localizado em Cathedral Street, Dublin 1, ou para o Revenue Information Office (Escritório de Informações da Receita), Level 2, The Square, Tallaght, Dublin 24,
  • Telefonar para o Serviço telefônico de tarifas reduzidas do PAYE

Também é possível fazer transações fiscais pela internet. Você deverá acessar www.reachservices.ie e passar pelo processo de registro.

Que imposto devo pagar, sendo um empregador?

Todo empregador deve se registrar para fins de PAYE se realizar pagamentos maiores que:

  • € 8 por semana (ou € 36 por mês) a um funcionário de tempo integral ou
  • € 2 por semana (ou € 9 por mês) para um funcionário que tenha outro emprego.

O empregador também deve notificar seu nome e endereço aos Revenue Commissioners (Delegados da Receita Federal), além de informá-los de que está fazendo tais pagamentos até 9 dias após a data de início.

Como me registrar como empregador com os Revenue Commissioners (Delegados da Receita Federal)?

Para se registrar para PAYE/PRSI você deve preencher um destes formulários:

  • Formulário TR1 , caso seja empresário individual ou sócio
  • Formulário TR2 , caso esteja se registrando como empresa
  • Formulário PREM Reg , caso já esteja registrado para imposto de renda ou imposto empresarial.

Quando devolver o formulário preenchido à Receita, você receberá confirmação de seu registro como empregador e um número registrado para fins de PAYE e PRSI.

Como pagar meu imposto?

Todo ano, os empregadores devem enviar seus registros de PAYE/PRSI e tributo sobre renda deduzidos de seus funcionários. Isso pode ser feito preenchendo-se um P35 à mão ou on-line.

Você pode obter assistência adicional sobre o Employer’s Guide to PAYE [Guia do Empregador para o PAYE] (http://www.revenue.ie/en/business/paye/guide/index.html) ligando para a Employer Information and Customer Service Unit (Unidade de Informação ao Empregador e Serviço ao Cliente):

Telefone: 1890 25 45 65
E-mail: employerhelp@revenue.ie
Site: www.revenue.ie

Volta ao Topo

Bancos

Quem oferece contas?

Bancos, sociedades de construção, cooperativas de crédito e o correio oferecem diferentes contas.

O que é preciso para abrir uma conta bancária?

Para abrir uma conta bancária na Irlanda, você precisa de:

  • 1 a 2 formas de identificação com foto e
  • Comprovante de endereço na Irlanda

Quais documentos de identificação com foto podem ser usados?

  • Passaporte válido
  • Carteira de habilitação
  • Age card (comprovante de idade) emitido pela Gardaí (Polícia)
  • Documento de identificação com fotografia, assinado por um membro da An Garda Síochána (Polícia Irlandesa)
  • Documentos emitidos pelos órgãos do governo, trazendo seu nome.

O que pode ser usado como comprovante de endereço?

  • Conta recente de serviço público, como luz ou telefone, por exemplo)
  • Declaração do escritório da Receita
  • Apólice de seguro residencial ou de veículo atual que traga seu endereço
  • Documento emitido por um órgão do governo, que traga seu endereço
  • Documento de seguro social que traga seu endereço
  • Carta de seu empregador ou de uma agência de empregos credenciada declarando que você começou a trabalhar, mas ainda não tem como apresentar comprovante de endereço na Irlanda (será necessário apresentar o comprovante de endereço posteriormente).

É difícil abrir uma conta bancária na Irlanda?

Você deve saber que talvez tenha dificuldade, inicialmente, para abrir uma conta bancária. Cada banco tem suas regras.

Como posso transferir dinheiro da Irlanda para meu país natal?

Existem várias maneiras de transferir dinheiro para outros países.

  • Usando um sistema de transferência de dinheiro autorizado pelo Financial Regulator (Órgão regulador financeiro)
  • Em um banco
  • Em qualquer agência dos correios
  • Em algumas cooperativas de crédito

Onde posso obter orientação e informações independentes sobre produtos e serviços bancários?

O National Consumer Agency oferece informações e instrução aos clientes com relação a custos, riscos e vantagens de produtos financeiros. Se precisar de mais informações, entre em contato com:

National Consumer Agency

4 Harcourt Road

Dublin 2

Lo-Call: 1890 432 432

Site: www.itsyourmoney.ie

Onde posso obter ajuda com relação a orçamento doméstico ou gestão do meu dinheiro?

O MABS (Money Advice and Budgeting Service, Serviço de Orientação Financeira e Orçamentária) é um serviço gratuito e confidencial para pessoas com débitos ou problemas de gestão financeira na Irlanda. Existem escritórios do MABS espalhados por toda a Irlanda, com consultores financeiros treinados. Os consultores financeiros:

  • Ajudam a administrar dívidas e a criar um orçamento
  • Analisam sua renda, para garantir que você está recebendo tudo a que tem direito
  • Entram em contato com seus credores em seu nome, com ofertas de pagamento, caso você não consiga fazer isso
  • Ajudam a decidir a melhor maneira de fazer seus pagamentos

Para obter dados do escritório do MABS mais próximo, acesse www.mabs.ie ou entre em contato com a Linha de Ajuda do MABS: 0761 07 2000

Volta ao Topo

Trabalho na Irlanda

Share |

Quais os requisitos para se trabalhar na Irlanda?

Se você for cidadão de um país não pertencente à EEA é possível que não tenha direito a trabalhar na Irlanda automaticamente. Talvez seja necessário obter uma permissão de trabalho ou uma permissão de residência para poder trabalhar. De acordo com o Department of Enterprise, Trade and Employment (Ministério das Empresas, Comércio e Emprego), os cidadãos de países não pertencentes à EEA que não precisam de permissão de trabalho incluem:

  • cidadão de país não pertencente à EEA que obteve permissão explícita do Department of Justice, Equality and Law Reform (Ministério da Justiça, Igualdade e Reforma Legislativa) para continuar residindo e trabalhando no Estado
  • cidadão de país não pertencente à EEA em condição oficial de refugiado
  • cidadão de país não pertencente à EEA com a devida autorização para operar um negócio no Estado
  • cidadão de país não pertencente à EEA registrado como estudante, trabalhando menos de 20 horas por semana
  • cidadãos da Suíça.

Volta ao Topo

Sistema de permissão de trabalho

Permissão de trabalho

As permissões de trabalho são emitidas para o período máximo de 2 anos. De forma geral, o salário deve ser igual ou superior a € 30.000 ao ano e o empregador deve fazer uma verificação prévia da situação do mercado de trabalho. O custo da permissão de trabalho de 2 anos é de € 1.000. Depois de 12 meses de trabalho no país, os detentores de permissão de trabalho podem pleitear autorização para a vinda da família. Em 1º de junho de 2009, foram instituídos novos requisitos para os candidatos à primeira permissão de trabalho na Irlanda. Para obter a lista das profissões e funções que têm direito ao benefício e as novas regras, acesse www.enterprise.gov.ie

Permissão de residência

As permissões de residência são emitidas para cargos com salário acima de € 60.000 por ano. As permissões de residência também são emitidas para alguns cargos com salário anual entre € 30.000 e € 59.999. Para obter a lista atualizada de cargos que se enquadram nessa categoria, acesse www.enterprise.gov.ie. Não existe verificação da situação do mercado de trabalho. Deve haver uma oferta de emprego para o período de 2 anos ou mais. Os detentores de permissão de residência podem pleitear autorização para reunião imediata da família.

Permissão de trabalho para cônjuge/dependente

As permissões de trabalho para cônjuge/dependente são emitidas para cônjuge ou dependentes (que chegarem à Irlanda antes de completar 18 anos). Se o detentor principal da permissão de trabalho recebeu sua permissão antes de 1º de junho de 2009:

  • Não existe verificação da situação do mercado de trabalho
  • Não há taxa para a permissão de trabalho
  • Todos os cargos fazem jus ao benefício

Se o detentor principal da permissão de trabalho recebeu sua permissão depois de 1º de junho de 2009, o cônjuge ou dependente precisará solicitar uma permissão de trabalho para si, o que significa que:

  • Há verificação da situação do mercado de trabalho
  • Existe uma taxa pela permissão de trabalho
  • Nem todos os cargos fazem jus ao benefício

O que mais é necessário para trabalhar na Irlanda?

Você deve ter um número do PPS (Personal Public Service, Serviço Público Pessoal). Seu número do PPS é um número de referência exclusivo, que seu empregador usa para fazer, em seu nome, as contribuições tributárias e de seguro social obrigatórias. O número do PPS também serve para acessar benefícios de saúde e previdência social.

Como solicitar um número do PPS?

Através do Department of Social and Family Affairs (Ministério de Assuntos Sociais e de Família). Nem todos os escritórios de previdência social emitem números de PPS; por isso, entre em contato com o escritório de previdência social da sua região ou com o próprio Ministério acesse “Contact Us” (Fale conosco) em www.welfare.ie

O que é necessário para solicitar um número do PPS?

Para receber um número do PPS, você precisará preencher um formulário de requisição e comprovar sua identidade. Você precisará apresentar os seguintes documentos:

  • Seu passaporte ou carteira de imigração
  • Comprovante de endereço na Irlanda, como por exemplo conta residencial (luz, telefone, gás) ou contrato de locação em seu nome.

Quanto tempo demora para obter um número do PPS?

Normalmente 10 dias úteis, a partir da data da requisição.

Tenho qualificações obtidas em um país fora da Irlanda. Essas qualificações serão reconhecidas pelos empregadores da Irlanda?

Depende da natureza da qualificação e do país onde foi obtida. Pode ser que você consiga obter o reconhecimento formal de sua qualificação na Irlanda. A National Qualifications Authority of Ireland (Autoridade Nacional de Qualificações da Irlanda) tem uma maneira de relacionar qualificações no exterior com a qualificação mais próxima comparável na Irlanda. Você deve entrar em contato com Qualifications Recognition Ireland (Reconhecimento de Qualificações na Irlanda). Esse serviço é gratuito.

Qualifications Recognition National Qualifications Authority of Ireland (Reconhecimento de Qualificações da Autoridade Nacional de Qualificações da Irlanda)

5th Floor Jervis House, Jervis St. Dublin 1

Telefone: 01 8871500

E-mail: info@qualificationsrecognition.ie

Site: www.qualrec.ie

Estou procurando trabalho. Por onde começo?

  • Atualize seu currículo
  • Consiga cartas de referências profissionais do empregador atual e de ex-empregadores
  • Providencie a tradução em inglês dos detalhes das suas qualificações e entre em contato com Qualifications Recognition Ireland (Reconhecimento de Qualificações na Irlanda) para obter um reconhecimento formal das suas qualificações.

Que tipo de currículo devo preparar?

O formato do currículo pode variar. O mais importante é que ele seja claro e fácil de ler. Ele deve conter dados pessoais para contato, formação acadêmica/escolar, habilidades ou interesses relevantes e, o mais importante, a descrição da sua experiência profissional.

O voluntariado também pode ser uma ótima maneira de ganhar experiência profissional na Irlanda: www.volunteeringireland.ie

Onde posso obter ajuda com meu CV?

Em Dublin, você também pode entrar em contato com:

  • A EPIC – Employment for People from Immigrant Communities (Emprego para pessoas de comunidades de imigrantes) procura ajudar cidadãos de países pertencentes ou não à UE (carimbo 4) a encontrar emprego e/ou treinamento e formação na Irlanda: www.bitc.ie

31 Lower O’Connell Street, Dublin 1

Telefone: 01 8743840/1

E-mail: epic@bitc.ie

  • A Jobcare ajuda pessoas a encontrar emprego, oferecendo treinamento, recursos, experiência e oportunidades de desenvolvimento pessoal: www.jobcare.ie

28a Pearse Street, Dublin 2

Telefone: 01 6773897

E-mail: info@jobcare.ie

  • The Larkin Unemployed Centre (Centro de desempregados de Larkin): www.larkinctr.com

57-58 North Strand Road, North Strand, Dublin 3

Telefone: 01 8365544

E-mail: info@larkinctr.com

Por onde posso começar a procurar emprego?

FÁS é a autoridade nacional para treinamento e emprego. Para obter mais informações, verifique o site www.fas.ie ou ligue para o escritório local da FÁS.

Pode se registrar na FÁS quem tem um carimbo 1 e perdeu o emprego; fora esse caso, a FÁS registrará apenas pessoas com carimbo 4.

Você também pode entrar em contato com o LES (Local Employment Service, Serviço Local de Emprego).

Você pode consultar os jornais locais e nacionais: The Irish Times e The Irish Examiner (caderno de empregos às sextas-feiras), The Irish Independent (caderno de empregos às quintas-feiras), The Sunday Independent e The Evening Herald.

Procure a ajuda dos seus contatos pessoais, como por exemplo parentes ou amigos que possam saber de vagas.

Você também pode consultar a internet para obter detalhes de vagas atuais. Alguns sites para quem procura emprego:

Posso obter ajuda para procurar emprego, caso eu tenha uma deficiência?

A FÁS tem um Supported Employment Programme (Programa de Emprego Amparado) para auxiliar pessoas com deficiência a encontrar emprego no mercado de trabalho aberto.

Para se candidatar ao emprego amparado, procure ajuda do escritório local da FÁS ou do Local Employment Service (Serviço Local de Emprego) e cadastre-se na FÁS.

Perdi meu emprego, tenho direito a um pagamento da previdência social enquanto procuro por outro emprego?

Existem dois tipos de pagamento para pessoas desempregadas: Jobseeker’s Benefit (Benefício para quem procura emprego) e Jobseeker’s Allowance (Ajuda de custo para quem procura emprego) Para se qualificar para qualquer um dos dois, você deve:

  • Estar apto para trabalhar e
  • Estar disponível e em busca legítima de um emprego em período integral

É importante destacar que você pode conseguir trabalho de meio período, temporário ou eventual e ainda assim ser considerado desempregado. Portanto, você pode ter direito ao pagamento parcial se estiver em trabalho temporário ou eventual ou de meio período.

Volta ao Topo

Jobseeker’s Benefit (Benefício para quem procura emprego)

Quem tem direito?

Esse pagamento se baseia nas contribuições de seguro pagas durante o emprego na Irlanda (PRSI) ou em outro país abrangido pelos Regulamentos da CE (consulte a seção de Previdência social). Você pode se candidatar ao Jobseeker’s Benefit (Benefício para quem procura emprego) se:

  • Tiver menos de 66 anos de idade
  • Tiver perdido o emprego
  • Tiver pago contribuições suficientes ao seguro social (procure ‘Jobseeker’s Benefit’ [Benefício para quem procura emprego] em www.welfare.ie para obter mais informações)
  • Estiver disponível e em busca legítima de trabalho
  • Você deve estar desempregado por no mínimo 3 dias em qualquer período de seis dias consecutivos

Como me candidatar?

Para se candidatar, você deve se registrar no Department of Social and Family Affairs (Ministério de Assuntos Sociais e de Família) do Social Welfare Office (Escritório do Bem-estar Social). Procure se registrar logo, porque o Benefício para quem procura emprego não é pago nos 3 primeiros dias de desemprego. Preencha o formulário UP1 e leve-o ao Escritório do Bem-estar Social da sua região.

O que é necessário fornecer?

  • Comprovante de identidade (certidão de nascimento longa ou passaporte)
  • Comprovante de endereço
  • Formulários P45 e P60 de seu emprego na Irlanda

E se eu não for aprovado?

Se sua requisição de Benefício para quem procura emprego for recusada, você tem direito a recorrer da decisão. Se ainda você não for aprovado, pode se candidatar à Jobseeker’s Allowance (Ajuda de custo para quem procura emprego)

Volta ao Topo

Jobseeker’s Allowance (Ajuda de custo para quem procura emprego)

Quem tem direito?

Para ter direito ao benefício, você deve:

  • Ter mais de 18 e menos de 66 anos de idade
  • Estar desempregado
  • Estar disponível e em busca legítima de emprego em tempo integral
  • Satisfazer à Habitual Residence Condition (Condição de Residência Habitual). Consulte a seção Previdência social)
  • Satisfazer ao critério de renda
  • Estar apto para trabalhar

Por quanto tempo posso solicitar a Ajuda de custo para quem procura emprego?

Você pode solicitar a Ajuda de custo para quem procura emprego por quanto tempo precisar, contanto que satisfaça a todos os requisitos.

Como me candidatar?

Você deve preencher o formulário UP1 e levá-lo ao escritório do bem-estar social mais próximo.

O que devo levar comigo?

  • Detalhes das suas tentativas de encontrar trabalho
  • P45
  • Informações sobre os filhos dependentes
  • Comprovante de identidade (certidão de nascimento longa/passaporte)
  • Comprovante de endereço

E se eu não for aprovado?

Se sua solicitação de Ajuda de custo para quem procura emprego for recusada você tem direito a recorrer da decisão. Se ainda não se qualificar, pode ter direito a outros pagamentos. Você pode entrar em contato com o CWO (Community Welfare Officer, Oficial de previdência social da comunidade) do Health Centre (Centro de saúde) local ou com o escritório do bem-estar social da sua região para obter mais informações.

Volta ao Topo

Links:

Caso tenha perdido o emprego, www.redundancy.ie fornece informações práticas em inglês.

As informações sobre todos os benefícios da previdência social estão disponíveis em: www.welfare.ie e www.losingyourjob.ie

A Irish National Organisation for the Unemployed (Organização Nacional Irlandesa para os Desempregados) representa os interesses e os pontos de vista de todas as pessoas desempregadas e seus dependentes, em âmbito nacional: www.inou.ie

Araby House, 8 North Richmond Street, Dublin 1
Telefone: 01 8560090
E-mail: info@inou.ie

Volta ao Topo

Abrir um negócio na Irlanda

Quais são os requisitos para abrir um negócio na Irlanda?

Se você vier de um país não pertencente à EEA, você pode precisar de uma permissão para abrir um negócio na Irlanda, conforme a sua situação imigratória.

Você não precisa obter uma permissão para abrir um negócio se:

  • Estiver em situação oficial de refugiado, declarada pelo Minister for Justice, Equality and Law Reform (Ministro da Justiça, Igualdade e Reforma Legislativa) (carimbo 4)
  • For familiar dependente de um cidadão de país pertencente à EEA em exercício de direito legítimo de residência na Irlanda (carimbo 4 EU FAM)
  • Tiver recebido permissão para permanecer no Estado, sob uma das seguintes condições:
  • como cônjuge de cidadã(o) irlandês(a)(carimbo 4)
  • como pai/mãe de filho nascido na Irlanda (carimbo 4)
  • recebeu permissão temporária para permanecer no Estado com base em critérios humanitários, estando no processo de asilo (carimbo 4).

Para maiores detalhes, consulte www.inis.gov.ie ou entre em contato com a Business Permission Unit (Unidade de permissão para abrir negócio):

Immigration Services Section (Setor de serviços de imigração)

Irish Naturalisation and Immigration Service (Serviço Irlandês de Naturalização e Imigração)
1st Floor, 13/14 Burgh Quay, Dublin 2

Que ajuda posso obter se quiser abrir um negócio na Irlanda?

A Enterprise Ireland oferece orientação e suporte financeiro para empresas novas com alto potencial e estimula todas as formas de empreendedorismo: www.enterpriseireland.ie

As City e County Enterprise Boards (Comissões de Empresas do Município e do Condado) apoiam a abertura e o desenvolvimento de empresas locais na Irlanda. O apoio inclui orientação, aconselhamento e verbas ou auxílios financeiros para treinamento e crescimento: www.enterpriseboards.ie

Câmaras da Irlanda: Câmara de comércio é uma organização composta por representantes das empresas locais, que se unem para promover o desenvolvimento econômico e social de sua comunidade para torná-la um lugar melhor para viver, trabalhar e fazer negócios: www.chambers.ie

A Emerge Skillnet trabalha para desenvolver e expandir as EME (Ethnic Minority Enterprises, Empresas de Minorias Étnicas) e ajudá-las a superar obstáculos comerciais nos âmbitos regulamentar e cultural: www.emergeskillnet.ie

Toil and Trouble [Trabalho e problemas] é um excelente guia sobre os vários procedimentos a serem percorridos para trabalhar por conta própria na Irlanda.

Cultura e Sociedade

Share |

text here

Comunidade

Share |

text ehere

Prosperidade

Share |

text here

Educação

Share |

Acesso à educação com base na situação imigratória

Crianças

As crianças que residem na Irlanda têm direito a frequentar a escola primária e pós-primária. No entanto, existem diretrizes específicas para filhos de estudantes provenientes de países não pertencentes à EEA. Para informações adicionais, acesse www.inis.gov.ie

Adultos

Qualquer pessoa com carimbo 1, 2, 3 ou 4 tem acesso à educação, mas precisará pagar o valor integral das anuidades. Mas, se houver um elemento de trabalho remunerado no curso, talvez seja necessário solicitar a alteração da situação imigratória para permitir que a pessoa trabalhe.

Volta ao Topo

Educação para crianças

Todas as crianças na Irlanda têm direito a educação primária e pós-primária gratuita, fornecida pelo estado. A frequência em educação de tempo integral é obrigatória para todas as crianças entre seis e dezesseis anos de idade. Embora as crianças na Irlanda não sejam obrigadas a frequentar a escola até completarem seis anos, a maioria começa na escola no mês de setembro após o quarto aniversário.

Apesar de a educação primária e pós-primária ser gratuita, existem vários custos envolvidos. Os principais são uniformes e livros (veja “Ajuda de custo para vestuário e calçados na volta às aulas” no capítulo Família). Também é possível enviar seus filhos a escolas secundárias pagas e a escolas particulares primárias e secundárias.

Os pais se reúnem com os professores?

Yes. Nos níveis primário e pós-primário, as reuniões entre pais e professores ocorrem durante o ano letivo. A escola de seu filho informará a data e o horário da reunião. Se desejar conversar com o professor fora dessas reuniões, entre em contato com a escola e marque uma reunião.

Meu filho não fala irlandês (gaélico), ele precisará aprender?

O irlandês normalmente é obrigatório nas escolas primárias e pós-primárias. Os estudantes que se enquadram nos casos abaixo, no entanto, podem ser dispensados de estudar irlandês:

  • Estudantes que receberam a educação primária, até os 11 anos de idade, na Irlanda do Norte ou fora da Irlanda.
  • Estudantes que eram matriculados em escola primária ou pós-primária e que agora, depois de viverem no exterior, voltam a se matricular. O estudante precisa ter morado no exterior por pelo menos três anos. O estudante precisa ter pelo menos 11 anos de idade quando voltar a frequentar.
  • Estudantes com capacidade média ou acima da média, mas que apresentam uma dificuldade de aprendizado específica ou geral, de modo que não aprendem ou não atingem os níveis esperados de realização em sua língua-mãe.

Volta ao Topo

Escolas primárias

O ano letivo para crianças na escola primária começa em setembro e se estende até o fim de junho. O ciclo da escola primária tem 8 anos de duração, começando com 2 anos na pré-escola, seguidos do 1o. ao 6o. anos.

Quais os tipos de escolas primárias disponíveis?

O setor de educação primária da Irlanda consiste em escolas primárias custeadas pelo estado e escolas primárias particulares. As escolas primárias custeadas pelo Estado são também conhecidas como ‘‘escolas nacionais”. As escolas primárias são geralmente administradas pelas Boards of Management (Comissões de administração). As escolas custeadas pelo estado incluem escolas religiosas, escolas sem denominação, escolas de várias denominações e Gaelscoileanna (escolas que ensinam em irlandês). Para obter uma lista de escolas, acesse “Find a School” em www.education.ie. Você também pode entrar em contato com os CIC (Citizens Information Centres, Centros de Informações aos Cidadãos) locais, espalhados por todo o país.

Como conseguir uma vaga para meu filho em uma escola primária?

Você deve entrar em contato com a escola primária local para obter uma cópia de sua política de matrícula e do formulário de matrícula. Você deve solicitar por escrito uma vaga na escola assim que possível, devido às longas listas de espera em várias áreas. Você vai precisar de uma cópia da certidão de nascimento de seu filho quando for matriculá-lo na escola. Todas as escolas devem matricular de acordo com suas políticas de matrícula. Pode haver problemas para garantir uma vaga na escola, se as turmas estiverem completas e houver lista de espera para vagas. Algumas escolas pós-primárias dão prioridade aos alunos de certas escolas primárias, então talvez seja útil planejar com antecedência quando escolher uma escola primária para seu filho.

Qual o papel da religião nas escolas irlandesas?

A maioria das escolas primárias irlandesas são católicas romanas. Existem escolas de outras denominações para crianças de fé protestante, judaica e muçulmana. Crianças católicas romanas recebem sua Primeira Comunhão no segundo ano, e as do sexto ano se preparam para o Sacramento da Crisma.

Existem também muitas escolas multi-denominação e outras não religiosas. Todas as escolas são obrigadas por lei a matricular as crianças de acordo com suas políticas de matrícula. Essa política pode definir que a escola pode dar prioridade para crianças de uma determinada crença religiosa, mas também admite crianças com outra ou nenhuma crença religiosa. Crianças de outras crenças não são obrigadas a assistir às aulas de religião. Elas têm direito legítimo a essa opção, de acordo com a Education Act (Lei da Educação) de 1998.

Para mais informações sobre escolas primárias, acesse: “The Education System” e depois “Primary” em www.education.ie.

Volta ao Topo

Escolas pós-primárias

O ano letivo das escolas pós-primárias começa na primeira semana de setembro e vai até a primeira semana de junho, mas algumas escolas abrem em agosto. Os exames do Estado ocorrem durante o mês de junho: www.examinations.ie

Quais os tipos de escolas pós-primárias disponíveis?

O sistema de escolas pós-primárias inclui escolas secundárias (algumas das quais são pagas), escolas profissionalizantes, escolas comunitárias ou abrangentes e escolas particulares. Os valores cobrados pelas escolas secundárias particulares podem variar consideravelmente. Você precisará consultar cada escola. As escolas secundárias são de propriedade, geridas e normalmente administradas por ordens religiosas, embora os professores dessas escolas não sejam religiosos, de maneira geral. As escolas/faculdades profissionalizantes e comunitárias ou abrangentes normalmente oferecem outras oportunidades de educação para adultos e pessoas que pararam de estudar da comunidade local.

Para obter uma lista completa das escolas pós-primárias, acesse “Education Provider Search” (Pesquisa por fornecedor de educação) em www.education.ie.

Como matricular meu filho em uma escola pós-primária?

Entre em contato direto com a escola. Você deve matricular seu filho assim que possível, porque muitas escolas têm listas de espera.

Qual o currículo das escolas pós-primárias?

Existem dois ciclos no nível pós-primário: o ciclo júnior, que termina com os exames para Junior Certificate (Certificado Júnior), e o ciclo sênior, que termina com os exames para Leaving Certificate (Certificado de Conclusão). Geralmente os alunos fazem 8 ou 9 matérias para os exames do Certificado Júnior e 6 ou 7 matérias para os exames do Certificado de Conclusão. As matérias principais incluem: matemática, irlandês e inglês. Os alunos prestam os exames no nível superior ou ordinário. Irlandês e matemática também podem ser estudados no nível fundamental. Esse nível se destina a alunos com dificuldade nessas matérias.

Existem três opções no programa do Certificado de Conclusão:

  1. O Established Leaving Certificate Programme (Programa estabelecido para o Certificado de Conclusão), que é o programa mais adotado
  2. O LCVP (Leaving Certificate Vocational Programme, Programa profissionalizante para o Certificado de Conclusão), que é semelhante ao Programa Estabelecido, com a inclusão de conteúdo profissionalizante e matérias técnicas
  3. O LCA (Leaving Certificate Applied, Certificado de Conclusão aplicado) é um programa composto por projetos práticos e projeto de trabalho.

Algumas escolas pós-primárias também oferecem o programa de ano de transição entre o ciclo júnior e o sênior. Para obter mais informações, acesse: http://ty.slss.ie/

Para obter mais informações sobre escolas pós-primárias, acesse “The Education System” e depois “Post-Primary” em www.education.ie.

O projeto Youthreach é uma parte essencial do programa nacional de segunda oportunidade em educação e treinamento na Irlanda. Ele é voltado para jovens desempregados entre 15 e 20 anos de idade e que abandonaram a escola. Para obter mais informações, acesse: www.youthreach.ie

Volta ao Topo

Ensino terciário

O ensino terciário é composto por Higher Education (Ensino Superior) e Further Education (Educação Adicional).

O que é Ensino Superior?

Na Irlanda, Ensino Superior normalmente se refere a cursos:

  • nas sete universidades (National University of Ireland Maynooth, National University of Ireland Cork, National University of Ireland Galway, University of Limerick, Dublin City University, University College Dublin e Trinity College, Dublin)
  • nos quatorze institutos de tecnologia: www.ioti.ie
  • nas cinco faculdades de treinamento de professores. Essas instituições são patrocinadas pelo Estado, mas também existem faculdades particulares pagas.

Essas faculdades podem ser chamadas, coletivamente, de Higher Education Institutions (Instituições de Ensino Superior): www.education.ie

Como ingressar no Ensino Superior?

Existem vários critérios que definem o ingresso no Ensino Superior na Irlanda. Eles incluem:

  • requisitos para ingresso no curso
  • idade
  • situação legal

Observação: O processo seletivo para alunos maduros (acima de 23 anos de idade) pode ser à parte)

O ingresso no Ensino Superior na Irlanda geralmente é decidido por concorrência. Ao final da formação pós-primária, você presta um exame do Estado para o Certificado de Conclusão. As seis melhores notas que receber (no Certificado de Conclusão ou no Programa Profissionalizante do Certificado de Conclusão) serão convertidas em pontos (veja tabela abaixo). Esses pontos são calculados e as vagas no Ensino Superior são concedidas usando esse critério. 600 pontos é a pontuação máxima que você pode obter. Para ingressar em alguns cursos de Ensino Superior é necessário preencher os requisitos do curso, como notas específicas em determinadas matérias, comp por exemplo matemática e irlandês.

Nota

Nível superior

Nível ordinário

A1

100

60

A2

90

50

B1

85

45

B2

80

40

B3

75

35

C1

70

30

C2

65

25

C3

60

20

D1

55

15

D2

50

10

D3

45

5

As inscrições para os cursos de terceiro nível são feitas através do site do CAO (Central Applications Office, Escritório central de inscrições): www.cao.ie

Tower House, Eglinton Street, Galway
Telefone: 091 509800

Para obter a lista completa de cursos do Ensino Superior, acesse: www.qualifax.ie

E se eu concluir meus exames da escola secundária em outro país?

Se você fez os exames da escola pós-primária em outro sistema, de outro país, será necessário verificar se suas qualificações satisfazem aos requisitos de ingresso no curso. Para isso, é aconselhável entrar em contato com a instituição do curso em questão.

Como posso ter acesso a amparo financeiro?

Anuidades gratuitas: Se você é cidadão da UE/EEA ou tem situação oficial de refugiado e residiu normalmente em um estado-membro da UE/EEA em pelo menos três dos cinco anos anteriores ao início do ensino superior, você não pagará por cursos de graduação aprovados de tempo integral em universidades e Institutos de Tecnologia administrados pelo Estado. Talvez você precise, porém, pagar um valor menor para matrícula e exames. O financiamento não é concedido quando os alunos já têm uma graduação, mudam de curso ou precisam repetir um ano do curso.

Anuidades para UE: Se você é um cidadão da UE/EEA ou está em situação oficial de refugiado e recebeu toda a sua educação pós-primária na UE/EEA, mas não residiu em um Estado da UE em três dos cinco anos anteriores ao início do ensino superior, você tem direito às anuidades da UE. Alternativamente, se você não é cidadão da UE mas residiu em um país da UE por três dos cinco últimos anos anteriores ao ingresso no Ensino Superior, é possível que você tenha direito às anuidades da UE.

Anuidades para estrangeiro não proveniente da UE: Se estiver se candidatando a uma vaga no nível superior como aluno estrangeiro, você deverá pagar o valor integral das anuidades.

Se preferir se matricular em uma faculdade particular, você terá que pagar anuidade. As anuidades variam de faculdade para faculdade.

Observação: Se a sua situação imigratória mudar enquanto você estiver frequentando o ensino superior (se você, por exemplo, se tornar cidadão irlandês), ainda será necessário pagar a mesma anuidade de quando começou o curso.

Para obter mais informações sobre anuidades, acesse: www.studentfinance.ie

Existe abatimento fiscal sobre anuidades escolares?

O abatimento fiscal, em um percentual padrão, está disponível para anuidades de instituições de Ensino Superior aprovadas. Entre em contato com o escritório da Receita local para obter mais detalhes.

E quanto a bolsas de manutenção?

Para obter informações sobre bolsas de manutenção e diferentes opções de apoio financeiro, acesse www.studentfinance.ie

Que nível de inglês é necessário para ser aprovado em uma Instituição de Ensino Superior na Irlanda?

O inglês é, em geral, o principal idioma de instrução em todas as instituições de Ensino Superior na Irlanda, então você precisa demonstrar o nível de proficiência necessário para o curso. Os requisitos das instituições variam, mas geralmente buscam por um teste de proficiência em inglês aceitável, como o TIE (Test of Interactive English, Teste de inglês interativo) ou equivalente.

Existem aulas de inglês disponíveis em todo o país:

Os VEC (Vocational Education Committees (Comitês de Ensino Profissionalizante) oferecem aulas de inglês: www.ivea.ie

A MEI é uma associação de 69 escolas de inglês de alta qualidade, oferecendo cursos do idioma em mais de 120 locais na Irlanda: www.mei.ie

Lower Pembroke Street, Dublin 2
Telefone: 01 6180910/11

ACELS – O Advisory Council for English Language Schools (Conselho Consultor para Escolas do Idioma Inglês) foi estabelecido em 1969 para controlar os padrões das escolas e organizações de Inglês como Língua Estrangeira (EFL): www.acels.ie

National Qualification Authority of Ireland (ACELS), 5th Floor, Jervis House, Jervis Street, Dublin 1
Telefone: 01 8871500
E-mail: info@acels.ie

Volta ao Topo

Educação Adicional

O que é Educação Adicional?

A Further Education (Educação Adicional) ocorre depois da escola de nível secundário. Não é fornecida em instituição de Ensino Superior. Alguns cursos deste nível podem facilitar a entrada no Ensino Superior.

Existem várias maneiras de continuar sua educação. O VEC (Vocational Educational Committee, Comitê de Ensino Profissionalizante) pode ter algumas opções adequadas. Consulte www.ivea.iepara obter os dados para contato. A FÁS também oferece uma ampla variedade de cursos especificamente desenvolvidos para melhorar suas perspectivas de emprego: www.fas.ie. Os Institutos de Tecnologia e universidades também oferecem opções para educação comunitária e de adultos e cursos profissionalizantes para adultos.

Os cursos de PLC (Post Leaving Certificate, Certificado Pós-Conclusão) são abertos aos egressos da escola e para participantes adultos que desejam capacitação profissionalizante ou tecnológica. Para obter uma lista completa dos cursos para PLC, acesse: www.education.ie

O QualifaX é o banco de dados nacional de estudantes da Irlanda, parte da National Qualifications Authority of Ireland (Autoridade Nacional de Qualificações da Irlanda): www.qualifax.ie

A Learning Ireland fornece informações sobre aulas e cursos na Irlanda: www.learningireland.ie

O VTOS (Vocational Training Opportunities Scheme, Programa de Oportunidades de Treinamento Profissionalizante) oferece aos desempregados uma oportunidade de retornar à aprendizagem estruturada: www.qualifax.ie

A BTEI (Back to Education Initiative, Iniciativa pela Volta à Educação) oferece programas de Educação Adicional em meio período para jovens e adultos. Ela oferece às pessoas uma oportunidade de conciliar estudo e aprendizagem com família, trabalho e outras responsabilidades. Qualquer pessoa que tenha abandonado o estudo em tempo integral pode participar de um curso, mas quem tem nível de escolaridade abaixo do ensino secundário tem prioridade. Não serão cobradas anuidades de pessoas que recebam benefícios da previdência social ou tenham cartão médico. Para obter mais informações, acesse www.education.ie

Tenho qualificações obtidas em outro país. Essas qualificações serão reconhecidas na Irlanda?

Consulte a seção Trabalho na Irlanda.

Volta ao Topo

Links

Department of Education and Science (Ministério da Educação e Ciência): www.education.ie
Marlborough Street, Dublin 1
Telefone: 01 8734700

O National Parents Council Primary (Conselho Nacional de Pais do Primário) trabalha junto a pais, professores e ao Ministro da Educação para aprimorar o sistema de educação e oferecer melhores recursos para a educação primária: www.npc.ie

12 Marlborough Street, Dublin 1
Telefone: 01 8874034
Linha de Ajuda: 01 8874477

Para informações sobre o sistema da escola primária (em árabe, chinês e russo), acesse www.npc.ie

O NPCPP (National Parents Council – Post Primary, Conselho Nacional de Pais - Pós-Primário) representa os interesses e defende os direitos de pais e responsáveis por jovens no ensino pós-primário. Serve e representa pais e guardiões, principalmente através do envolvimento com as associações de pais: www.npcpp.ie

O NPCPP também oferece uma Leaving Certificate Helpline (Linha de Ajuda para o Certificado de Conclusão) que abre às 10 da manhã do dia em que os resultados do exame são divulgados: 1800 265 165

Unit 5, Glasnevin Business Centre, Ballyboggan Road, Dublin 11
Telefone: 01 8302740 / 8302747
E-mail: npcpp@eircom.net

A State Examinations Commission (Comissão Examinadora do Estado) é responsável pela aplicação e pela qualidade dos Irish State Examinations (Exames do Estado Irlandês): www.examinations.ie

Cornamaddy, Athlone, Co. Westmeath.
Telefone: 090 6442700

O National Council for Curriculum and Assessment (Conselho Nacional para Currículo e Avaliação) trabalha para melhorar a qualidade da educação, através da análise contínua do currículo e da aplicação de avaliações: www.ncca.ie

24 Merrion Square, Dublin 2
Telefone: 01 6617177
E-mail: info@ncca.ie

O National Council for Special Education (Conselho Nacional para Educação Especial) foi criado para melhorar a prestação de serviços educacionais para pessoas com necessidades educacionais especiais oriundas de deficiências, com ênfase especial em crianças: www.ncse.ie

1-2 Mill Street, Trim, Co. Meath
Telefone: 046 9486400
E-mail: info@ncse.ie

O NEPS (National Educational Psychological Service, Serviço Nacional Psicopedagógico) é um serviço do Department of Education and Science (Ministério da Educação e Ciência). Os psicólogos do NEPS trabalham com escolas primárias e pós-primárias e se preocupam com o desenvolvimento escolar, comportamental, social e emocional.

Sede: Frederick Court, 24/27 North Frederick Street, Dublin 1
Telefone: 01 8892700
E-mail: neps@neps.gov.ie

A NEWB (National Education Welfare Board, Comissão Nacional para o Bem-Estar na Educação) é a agência nacional responsável por estimular e apoiar a assiduidade escolar: www.newb.ie

Sede: 16-22 Green Street, Dublin 7
Telefone: 01 8738700
E-mail: info@newb.ie

O Jesuit Refugee Service Ireland (Serviço Jesuítico a Refugiados da Irlanda) fornece informações sobre o sistema educacional em vários idiomas, além de modelos de cartas para uso dos pais e das escolas: www.jrs.ie (acesse “Resources” [Recursos] e depois “Schools” [Escolas]))

13 Gardiner Place, Dublin 1
Telefone: 01 8148644
Della Strada, Dooradoyle Road, Limerick
Telefone: 061 480922

O Crosscare Community Education Programme (Programa de Educação Comunitária da Crosscare) foi criado em 1989 em resposta às necessidades de comunidades em desenvolvimento. O programa trabalha para preparar a população local para a educação, através de um processo de desenvolvimento pessoal e participação.

Crosscare Community Education Programme (Programa de Educação Comunitária da Crosscare),

The Red House, Clonliffe College, Dublin 3
Telefone: 01 8360011
E-mail: marie.keegan@crosscare.ie

O site www.schooldays.ie é um recurso on-line para pais e professores.

Volta ao Topo

Saúde

Share |

Volta ao Topo

Introdução ao sistema de saúde irlandês

O sistema de saúde irlandês divide-se em serviços públicos e privados. Ambos são oferecidos pelos GPs, e o Health Service Executive (Serviço Executivo de Saúde), HSE, é responsável por oferecer serviços de saúde pública e comunitária. Existem três tipos de hospitais: hospitais do HSE, hospitais voluntários e hospitais privados. Para um guia mais abrangente do Sistema de Saúde Irlandês, acesse www.hse.ie.

Volta ao Topo

Serviços do GP

O que é um GP (General Practitioner, Clínico geral)?

Um clínico geral (GP) é um médico que presta serviços de saúde às pessoas em seu consultório ou na casa do paciente. Se não tiver um Medical Card (Cartão médico) ou um GP Visit Card (Cartão de consulta do GP), você precisará pagar pelo serviço.

Não existem valores definidos, na Irlanda, para os serviços dos GPs. Se desejar verificar os custos, entre em contato direto com o médico local. No momento, os honorários são de aproximadamente € 60 por consulta.

Volta ao Topo

Saúde pública

Se você for “residente normal”, pode acessar vários serviços de saúde pública gratuitos ou subsidiados pelo governo irlandês. Geralmente, se você estiver vivendo aqui e pretender continuar no país por pelo menos um ano, você será considerado “residente normal”.

Existem dois tipos de paciente no sistema de saúde pública:

  • Categoria 1 - pessoas com cartões médicos (pleno direito de acesso aos serviços de saúde pública)
  • Categoria 2 - pessoas sem cartões médicos (acesso limitado aos serviços de saúde pública).

Volta ao Topo

Direito a tratamento hospitalar

E se eu sofrer um acidente sério ou ficar muito doente de repente? Posso recorrer ao ED (Emergency Department, Departamento de emergência) de um hospital?

Qualquer pessoa na Irlanda, durante uma emergência médica, tem direito de ser atendido no Departamento de emergência. Um paciente atendido no Departamento de Emergência será tratado e liberado ou será internado.

Observação: Cada hospital trata doenças e emergências diferentes. Por exemplo: maternidades tratam apenas de emergências relacionadas à maternidade, enquanto hospitais gerais tratam da maioria das emergências.

O que são serviços ambulatoriais e com internação?

Serviços ambulatoriais (out-patient) geralmente incluem serviços do Departamento de Emergência, além de serviços planejados, como por exemplo avaliação de um especialista ou avaliações diagnósticas como raios-X, exames laboratoriais e fisioterapia.

Em geral, você pode se encaminhar ao Departamento de Emergência de um hospital público ou voluntário. Você não pagará as despesas do hospital se for encaminhado por um GP. Você não precisa pagar o serviço de consulta, mas não pode escolher o médico. Se for um paciente particular, você pode escolher o médico.

Se estiver em um leito público, sob o cuidado de um médico para tratamento, e passar a noite no hospital, você está recebendo serviços de internação. Se não passar a noite, está recebendo serviços diários.

Quais despesas eu terei que pagar se for a um hospital na Irlanda?

Depende das suas circunstâncias pessoais e se está acessando serviços ambulatoriais ou de internação.

Volta ao Topo

Despesas ambulatoriais

Se você for atendido no ambulatório ou no Departamento de Emergência de um hospital público sem encaminhamento de seu GP, você pagará € 100. Essa cobrança não se aplica aos seguintes grupos:

  • Titulares de cartão médico médico
  • Pessoas recebendo tratamento para doenças infecciosas prescritas
  • Crianças encaminhadas para tratamento de clínicas pediátricas e exames de saúde de escolas
  • Pessoas que têm direito a serviços hospitalares segundo os Regulamentos da UE
  • Mulheres recebendo serviços de maternidade

Em caso de dificuldade excessiva, a área do HSE pode prestar o serviço gratuitamente.

Se você precisar retornar para outras consultas relacionadas à mesma doença ou acidente, não precisa pagar novamente.

Volta ao Topo

Despesas de internação e serviços diários

O valor para serviços de internação/diários é de € 75 por dia, até o valor máximo de € 750 em um ano. A cobrança não se aplica aos seguintes grupos:

  • Titulares de cartão médico médico
  • Pessoas recebendo tratamento para doenças infecciosas prescritas
  • Pessoas sujeitas à cobrança de “estadia longa”
  • Crianças encaminhadas para tratamento de clínicas pediátricas e exames de comissões escolares
  • Pessoas que têm direito a serviços hospitalares segundo os Regulamentos da UE
  • Mulheres recebendo serviços de maternidade

Em caso de dificuldade excessiva, a área do HSE pode prestar o serviço gratuitamente.

Volta ao Topo

Fundo Nacional para Aquisição de Tratamento

Com o National Treatment Purchase Fund (Fundo Nacional para Aquisição de Tratamento), pacientes públicos que estão esperando há mais tempo por uma operação ou procedimento em uma lista de espera de internação ou diária de hospital público podem fazer sua operação em um hospital privado: www.ntpf.ie

National Treatment Purchase Fund
Ashford House, Tara Street, Dublin 2
Central de atendimento (ligação com tarifa reduzida): 1890 720 820

Volta ao Topo

Cartão médico

O que é o cartão médico?

O medical card (cartão médico) é emitido por uma área do Health Service Executive (Serviço Executivo de Saúde) da Irlanda. Quem possui o cartão médico tem direito a receber certos serviços de saúde gratuitamente.

Quais serviços de saúde estão disponíveis gratuitamente, se eu tiver um cartão médico?

  • Consultas médicas: vários serviços de GP de um médico escolhido em sua área
  • Medicamentos prescritos: fornecimento de medicamentos prescritos aprovados, aparelhos e auxiliares como cadeiras de rodas e muletas
  • Determinados serviços dentários, oftalmológicos e auditivos
  • Tratamento hospitalar: todos os serviços com internação em leitos públicos de hospitais públicos, inclusive serviços de consultas publicas
  • Consultas em hospital: todos os serviços ambulatoriais em hospitais públicos, inclusive serviços de consulta públicos
  • Bônus maternidade em dinheiro, no nascimento de cada filho
  • Cuidado médico e obstétrico para mães, incluindo cuidados relacionados à gravidez e o cuidado da criança por seis semanas, após seu nascimento
  • Alguns serviços de cuidados pessoais e sociais, por exemplo enfermagem pública, serviços de trabalho social e outros serviços de cuidado comunitários baseados na necessidade do cliente

Para obter mais informações com relação aos itens acima, entre em contato com o Centro de Saúde local.

Você TALVEZ também tenha direito aos seguintes benefícios adicionais (do departamento relevante do governo)

  • Isenção de pagamento da Health Contribution (Contribuição para a saúde), se empregado
  • Transporte gratuito para crianças que moram a 3 quilômetros ou mais da escola mais próxima
  • Isenção das taxas de exame do estado em escolas públicas de nível secundário
  • Ajuda financeira para comprar livros escolares

Tenho direito a um cartão médico?

Qualquer pessoa com mais de 16 anos que resida ordinariamente no Estado tem direito a REQUERER um cartão médico.

Você pode se qualificar para um cartão médico nas três categorias principais a seguir:

  • Renda: pessoas (e seus dependentes) cuja renda esteja dentro das diretrizes financeiras
  • Dificuldade financeira indevida: pessoas cuja renda está acima das diretrizes financeiras, mas o HSE decide que o ônus financeiro de condições médicas ou outras circunstâncias excepcionas causariam dificuldade indevida
  • Automática: pessoas que, automaticamente, têm direito a um cartão médico.

O cartão médico vale para minha família?

Um cartão médico normalmente cobre você (o detentor), seu cônjuge e todos os filhos com menos de 16 anos ou filhos de 16 a 25 anos que estudam em tempo integral e são financeiramente dependentes de você.

Quando os cônjuges têm rendas separadas, a requisição do cartão médico é avaliada com base na renda conjunta.

Como me candidatar?

Você deve entrar em contato com o Centro de Saúde mais próximo para solicitar um formulário de requisição ou www.medicalcard.ie. Se tiver menos de 70 anos, deve solicitar o formulário MC1. Se tiver mais de 70 anos, peça o formulário MC1a.

  • Você deve preencher o formulário de requisição e peça que seu GP assine
  • Você deve ter um número de PPS (Serviço Público Pessoal), que você pode solicitar no escritório local do bem-estar social

As avaliações do cartão médico, baseadas na renda, pagam ajudas de custo para pagamentos de aluguel ou financiamento, despesas de cuidado com crianças e despesas de viagem a trabalho. A renda é avaliada depois da dedução do imposto e do PRSI.

Posso usar meu cartão médico irlandês se estiver em férias no exterior?

Não. O cartão médico não é reconhecido fora da Irlanda.

Meu cartão médico vence em 2 meses. Posso renová-lo?

A seção de cartão médico lhe enviará um formulário de renovação seis semanas antes do vencimento de seu cartão médico. Você deve preencher o formulário e devolvê-lo. Eles, então, decidirão se você ainda atende aos requisitos para o cartão médico.

E se eu não me qualificar para um cartão médico?

Se você não se qualificar para um cartão médico, precisará pagar os custos médicos e de serviços hospitalares. Porém, se não se qualificar para um cartão médico, você pode ter direito a um cartão médico de valor reduzido, nas seguintes condições:

Volta ao Topo

Cartões de consulta com GP

Esse cartão dá aos detentores o direito a serviços gratuitos de GP. No entanto, eles precisarão pagar por serviços hospitalares e um valor limitado para medicamentos prescritos. Para solicitar um cartão de consulta com GP, você usa o mesmo formulário do cartão médico. Enquanto sua solicitação para o cartão de consulta com GP estiver sendo processado, o HSE também vai avaliar seu direito a um cartão médico pleno.

Volta ao Topo

Programa de pagamento de medicamentos

O programa de pagamento de medicamentos permite que indivíduos e famílias que não possuem cartões médicos limitem o valor gasto com medicamentos prescritos. No programa de pagamento de medicamentos, você não pagará mais de € 100 por mês por medicamentos prescritos, remédios e aparelhos aprovados.

Se residir normalmente na Irlanda, você pode se candidatar ao Drugs Payment Scheme (Programa de Pagamento de Medicamentos). Você pode usar o Programa de Pagamento de Medicamentos em conjunto com um Long Term Illness Book (Livro de Doença de Longo Prazo). Os formulários de solicitação estão disponíveis na farmácia local. Ou então, entre em contato com o centro de saúde local para obter mais informações.

Volta ao Topo

Long-Term Illness Scheme (Programa para doença de longo prazo)

O Long-Term Illness Scheme (Programa para doença de longo prazo) permite que pessoas com certas doenças crônicas, que não possuem cartão médico, obtenham os medicamentos e os acessórios médicos e cirúrgicos de que necessitam para o tratamento da doença, gratuitamente. Não há verificação da renda. As doenças abrangidas pelo programa são:

  • Leucemia aguda
  • Retardamento mental
  • Paralisia cerebral
  • Doença mental (em pessoa com menos de 16 anos)
  • Fibrose cística
  • Esclerose múltipla
  • Diabetes insipidus
  • Distrofias musculares
  • Diabetes melito
  • Mal de Parkinson
  • Epilepsia
  • Fenilcetonúria
  • Hemofilia
  • Espinha bífida
  • Hidrocefalia
  • Doenças causadas pelo uso de talidomida

Se for aprovado, você receberá um livro de doença de longo prazo. Seu farmacêutico fornecerá os medicamentos necessários gratuitamente.

Volta ao Topo

Serviços de maternidade e pediatria

O Health Service Executive (Serviço Executivo de Saúde) oferece serviços gratuitos relacionados à maternidade, por todo o período da gestação e 6 semanas após o parto. O serviço é prestado pelo seu GP. Você deve ser residente normal na Irlanda para se beneficiar deste serviço.

Volta ao Topo

Serviços de saúde para pessoas incapacitadas

A Disability Act (Lei das Incapacidades) de 2005 permite a avaliação das necessidades de uma pessoa incapacitada. Para obter mais informações sobre os serviços de saúde para pessoas incapacitadas, acesse “Health Information” (Informações de saúde) em www.dohc.ie

Onde posso obter mais informações?

Entre em contato com a central de informações do HSE das 8:00 às 20:00, de segunda a sábado.

Telefone (Callsave): 1850 24 1850
E-mail: info@hse.ie
Site: www.hse.ie

Volta ao Topo

Saúde privada

Você pode desfrutar da saúde privada se puder pagar diretamente por ela ou se estiver coberto por um plano de saúde particular. Alguns empregadores oferecem plano de saúde como parte de um pacote de benefícios.

É prática comum que não haja cobertura imediata do plano de saúde particular para doenças existentes antes da adesão ao plano de saúde particular. A restrição pode ser revogada seguindo-se os períodos de associação contínua abaixo: 5 anos para membros com menos de 55 anos; 7 anos para membros com 55 a 59 anos; 10 anos para membros a partir de 60 anos.

Desejo contratar um plano de saúde particular, como proceder?

Você pode entrar em contato com um dos três planos de saúde particulares da Irlanda.

Volta ao Topo

Saúde mental

Muitas pessoas enfrentam problemas de saúde mental ao longo de sua vida. Você pode acessar serviços de saúde mental através de seu GP ou através dos serviços comunitários e hospitalares oferecidos pelo HSE.

Existem também organizações voluntárias que amparam pessoas com doenças de saúde mental:

A Aware oferece informações e apoio para pessoas com depressão, familiares e amigos: www.aware.ie
Ligações com tarifa reduzida: 1890 303 302

A Console apoia e ajuda pessoas em luto de suicídio: www.console.ie
Ligação gratuita: 1800 201 890

O Samaritans é um serviço de apoio emocional para pessoas em quadros de angústia e desespero: www.samaritans.org
Telefone (CallSave): 1850 60 90 90

Headstrong é uma iniciativa que trabalha junto às comunidades para assegurar que jovens de 12 a 25 anos tenham mais apoio, garantindo a saúde mental e o bem-estar: www.headstrong.ie
Telefone: 01 6607343
E-mail: info@headstrong.ie

O HSE desenvolveu um site como parte da campanha “Your Mental Health” (Sua saúde mental) para aumentar a conscientização sobre problemas de saúde mental: www.yourmentalhealth.ie

O National Office for Suicide Prevention (Escritório Nacional para Prevenção de Suicídios) coordena os esforços para prevenção de suicídios em todo o país: www.nosp.ie

Population Health Directorate (Diretoria de Saúde da População)
HSE, Dr Steeven’s Hospital, Dublin 8
Telefone: 01 6352139 / 6352179
E-mail: info@nosp.ie

A Mental Health Ireland é uma organização nacional voluntária que busca promover a saúde mental positiva e apoiar ativamente as pessoas com uma doença mental, suas famílias e cuidadores, identificando suas necessidades e defendendo seus direitos: www.mentalhealthireland.ie

6 Adelaide Street, Dun Laoghaire, Co. Dublin
Telefone: 01 2841166

Volta ao Topo

Alcoolismo e uso de drogas

Bebidas alcoólicas fazem parte da vida adulta na Irlanda. Contudo, é muito comum o consumo excessivo do álcool. As organizações abaixo oferecem informações e apoio relacionado a problemas com álcool e drogas:

Linha de Ajuda contra drogas - ligação gratuita - 1800 459 459 (segunda a sexta-feira): www.drugs.ie

O HSE montou um site para fornecer informações sobre o álcool e seis efeitos sobre a saúde: www.yourdrinking.ie

Alcohol Action Ireland é a organização filantrópica nacional para assuntos relacionados ao álcool: www.alcoholireland.ie

Butler Court, 25 Great Grand Street, Dublin 1
Telefone: 01 8780610
E-mail: info@alcoholactionireland.ie

Volta ao Topo

Saúde da reprodução

A saúde da reprodução inclui opções para crises na gestação, planejamento familiar, contracepção, aconselhamento na gestação e assuntos de saúde relacionados, como por exemplo violência doméstica, doenças sexualmente transmissíveis, abortos espontâneos, parto de natimorto e morte súbita de bebês, circuncisão e estupro. Seu GP pode fornecer informações sobre saúde da reprodução. Porém, algumas pessoas não se sentem à vontade para conversar sobre esses assuntos com o GP.

A Irish Family Planning Association (Associação Irlandesa para Planejamento Familiar) é uma organização filantrópica que oferece informações sobre saúde sexual e reprodutiva, serviços clínicos, serviço de aconselhamento, educação, treinamento e aumento da conscientização: www.ifpa.ie

Solomons House, 42A Pearse Street, Dublin 2
Telephone: 01 6074456
E-mail: post@ifpa.ie

Os Dublin Well Woman Centres (Centros de Saúde da Mulher em Dublin) foram fundados para fornecer acesso a orientação e serviços de planejamento familiar. Existem três centros médicos em Dublin: www.wellwomancentre.ie

Head Office, 25 Capel Street, Dublin 1
Telefone: 01 8749243
E-mail: info@wellwomancentre.ie

Clínicas:

67 Pembroke Road, Ballsbridge, Dublin 4
Telefone: 01 6609860 / 6681108 / 6683714

35 Lower Liffey Street, Dublin 1
Telefone: 01 8728051 / 8728095

Northside Shopping Centre, Coolock, Dublin 5
Telefone: 01 8484511

Para mais informações sobre saúde da reprodução, acesse www.treoir.ie e consulte “Publications” (Publicações) e “Reproductive health for migrant women” (Saúde da reprodução para mulheres migrantes).

Dublin AIDS Alliance (DAA) Ltd é uma organização voluntária focada em melhorar as condições das pessoas que vivem ou são afetadas pelo HIV e AIDS: www.dublinaidsalliance.ie

53 Parnell Square West, Dublin 1
Telefone: 01 8733799
E-mail: info@dublinaidsalliance.ie

O guia “Não se Apovore" do DAA (Dublin AIDS Alliance) oferece uma visão geral da saúde e de serviços de saúde sexual em Dublin em várias línguas.
Volta ao Topo

Campanhas de saúde

CervicalCheck

O CervicalCheck é um programa que oferece exames de esfregaço gratuitos para mulheres de 25 a 60 anos que se qualifiquem para o exame. O exame cervical é o método mais eficiente para reduzir o risco de desenvolvimento de câncer cervical em mulheres. É usado um exame de esfregaço para exame cervical. O procedimento é simples e detecta células pré-cancerosas: www.cervicalcheck.ie

Ligação gratuita: 1800 45 45 55

BreastCheck

O BreastCheck é um programa que oferece exames para detecção de câncer de mama, que convida mulheres de 50 a 64 anos para uma mamografia gratuita, por região, a cada dois anos: www.breastcheck.ie.

Ligação gratuita: 1800 45 45 55

Conscientização sobre câncer de intestino

Não existe programa de exames para câncer de intestino na Irlanda, no momento.

Caso você ache que apresenta risco de câncer de intestino, entre em contato com seu GP ou com o serviço de informações da Irish Cancer Society (Sociedade Irlandesa de Combate ao Câncer): 1800 200 700 (segunda a quinta-feira 9:00–19:00; sexta-feira 9:00–17:00).

Conscientização sobre câncer de próstata

Não existe programa de exames para câncer de próstata na Irlanda. A Irish Cancer Society (Sociedade Irlandesa de Combate ao Câncer) criou a iniciativa Action Prostate Cancer (Ação contra o câncer de próstata) para aumentar a informação e o apoio sobre este tipo de câncer: www.cancer.ie/prostate

Prostate Cancer Information Service (Serviço de Informação sobre Câncer de Próstata) 1800 380 380 (segunda a quinta-feira 9:00 – 19:00; sexta-feira 9:00 – 17:00).

Para mais informações sobre questões de saúde para migrantes, entre em contato com:

Cairde: www.cairde.ie ou www.healthfacts.ie

A Cairde é uma organização de desenvolvimento comunitário que trabalha para eliminar inadequações de saúde entre comunidades de minorias étnicas, melhorando seu acesso a serviços de saúde e sua participação no planejamento e prestação de serviços de saúde.

19 Belvedere Place, Dublin 1
Telefone: 01 8552111
E-mail: info@cairde.ie

Volta ao Topo

Moradia e alojamento

Share |

Volta ao Topo

Alojamento particular para locação

Como encontro alojamentos particulares para locação na Irlanda?

Você pode procurar alojamentos particulares para locação através de jornais locais, imobiliárias ou sites, como por exemplo www.daft.ie, www.let.ie e www.myhome2let.ie. A qualidade do alojamento para locação pode variar; por isso, examine o imóvel antes de fechar qualquer contrato de locação. É comum pessoas que não se conheciam antes se reunirem para alugar uma casa juntas e dividir os custos, que incluem as contas de gás, telefone e eletricidade.

Como pagar pelo alojamento para locação?

Normalmente, o aluguel é mensal, e é pago adiantado. Também é necessário um depósito inicial no valor de um ou dois meses de aluguel.

Quanto custa a locação do alojamento?

O preço do aluguel varia conforme a região da Irlanda na qual você deseja morar. Dublin é o local que tem o aluguel mais caro. Os preços abaixo são as médias de 2012 (excluindo-se as contas):

  • uma casa com três quartos, a partir de €1.200 por mês
  • um quarto em casa compartilhada com outras pessoas, a partir de €350 por mês.

O que é um livro de locação?

O livro de locação registra as informações sobre o contrato de locação e todos aluguéis pagos ao locador. Normalmente, tem formato de caderneta. Você tem, por lei, direito a um livro de locação.

Seu livro de locação deve conter as seguintes informações:

  • O endereço do imóvel locado
  • Nome e endereço do locador ou do agente dele (se houver)
  • Seu nome
  • Data inicial da locação
  • Duração da locação
  • Valor do depósito pago
  • Valor do aluguel e como deve ser pago
  • detalhes sobre qualquer outro pagamento por serviços, como aquecimento, TV a cabo, linha telefônica
  • declaração dos direitos e deveres básicos de locadores e inquilinos
  • lista dos móveis e aparelhos fornecidos pelo locador

O que é a Private Residential Tenancies Board?

Todos os locadores são obrigados a se registrar na PRTB (Private Residential Tenancies Board, Comissão de Locações Residenciais Particulares). A PRTB também oferece um serviço de resolução de litígios entre locadores e inquilinos. Se você ligar para a PRTB e lhes fornecer o endereço do imóvel, eles confirmarão se está ou não registrado.

Private Residential Tenancies Board (Comissão de Locações Residenciais Particulares)

PO Box 11884, Dublin 2
Telefone: 01 6350600
Site: www.prtb.ie

Existe abatimento fiscal para aluguel?

Se você morar em imóvel particular alugado e pagar imposto de renda (sistema PAYE - Pay As You Earn, Pagamento conforme vencimentos) na Irlanda, pode ter direito ao abatimento fiscal sobre parte do aluguel. Para se candidatar, você deve preencher o Form Rent 1, disponível no departamento fiscal local ou em www.revenue.ie.

O que posso fazer se tiver um problema com a acomodação ou um litígio com o locador?

Se não conseguir resolver o problema diretamente com o locador, você pode entrar em contato com a Threshold.

A Threshold oferece serviços de advocacia e orientação para inquilinos e soluções de longo prazo para pessoas sem moradia.

Threshold Head Office, 21 Stoneybatter, Dublin 7.
Telefone: 01 6353651
Site: www.threshold.ie– A Threshold também tem escritórios em Cork e Galway.

Volta ao Topo

Volta ao Topo

Rental Accommodation Scheme (RAS)

O que é o Rental Accommodation Scheme (Programa de acomodação para locação)?

Caso esteja recebendo Rent Supplement (Complemento de aluguel) há mais de 18 meses, você pode solicitar moradia através do Rental Accommodation Scheme (Programa de acomodação para locação).

Como funciona o RAS?

Se você for aprovado para o programa, as autoridades locais alugarão acomodações adequadas em seu nome. Você pagará o aluguel para a autoridade local, e não para o locador. A autoridade local pagará o aluguel ao locador.

Quais as vantagens do RAS?

  • Não é necessário fazer depósitos, porque a autoridade local paga o aluguel integral ao locador.
  • Você terá seguro residencial de longo prazo
  • A qualidade e o padrão dos alojamentos particulares para locação são garantidos
  • Se você conseguir um emprego, poderá permanecer no programa, apenas pagando um aluguel mais alto.

Para obter mais informações, entre em contato com a autoridade local ou com o Citizens Information Centre (Centro de Informações aos Cidadãos): www.citizensinformation.ie

Volta ao Topo

Volta ao Topo

Moradia da autoridade local

O que é a moradia da autoridade local?

Moradia da autoridade local é a moradia fornecida pelo governo local na Irlanda. Ele é o principal fornecedor de acomodações para as pessoas que precisam de moradia, mas não têm condição de comprar uma casa. As moradias da autoridade local também são conhecidas como Social Housing (Moradia social), Council Housing (Moradia municipal) ou Public Housing (Moradia pública).

O que fazer para ter acesso à moradia da autoridade local?

Você deve apresentar a requisição à autoridade local. A autoridade local, então, precisa aprovar e classificar a sua requisição, em termos de prioridade. Essa avaliação leva em conta sua renda, o tamanho da família, o alojamento atual e qualquer circunstância especial, como idade e deficiência. Você deve residir na Irlanda antes de ter direito à requisição. Dependendo da região, você pode esperar alguns anos antes de ter direito à moradia da autoridade local. As listas de espera são extensas e as moradias são escassas. Caso saia voluntariamente da moradia da autoridade local na Irlanda, Grã-Bretanha ou qualquer outro país, as autoridades da Irlanda não terão nenhuma obrigação de lhe fornecer acomodações.

Preciso pagar pela moradia da autoridade local?

Yes. A autoridade local decide o valor do aluguel que você deve pagar, com base na sua renda e em circunstâncias pessoais.

O que, exatamente, as autoridades locais oferecem às pessoas que precisam de moradia e não têm condição de comprar uma casa?

As autoridades locais oferecem vários programas, como: Shared Ownership (Propriedade Compartilhada), casas de moradia associada, locais de moradia de baixo custo, empréstimos para melhorias, hipotecas da autoridade local e o Affordable Housing Scheme (Programa de Moradia Acessível): www.affordablehome.ie. Para obter mais informações sobre todos esses programas, entre em contato com a autoridade local: www.environ.ie.

Volta ao Topo

Volta ao Topo

Compra de casa

Quanto custa comprar uma casa na Irlanda?

Os preços variam conforme a localização da casa. Alguns sites úteis: www.daft.ie e www.myhome.ie. Você também pode entrar em contato com imobiliárias para obter preços de casas: consulte “Auctioneers, Estate Agents and Valuers” (Leiloeiros, Imobiliárias e Avaliadores) na lista telefônica Golden Pages, ou acesse www.goldenpages.ie.

Como obter um financiamento na Irlanda?

Você pode obter financiamento em bancos, sociedades de construtoras ou financeiras. As taxas de juros variam, podendo ser fixas ou variáveis.

Observação: A maioria das instituições só concede o financiamento para quem recebeu o carimbo 4. No entanto, mesmo que tenha outro carimbo de imigração, você pode se qualificar para o financiamento, se residir na Irlanda há 3 anos.

Quais os outros custos envolvidos na compra de uma casa?

Dependendo do custo e do tamanho da casa, você pode ter que pagar um imposto para o governo, chamado de Stamp duty (tributo s relativo ao carimbo). Porém, se for um novo mutuário, você pode ser isento desse imposto. Em geral, você vai precisar pagar a um advogado aproximadamente 1% do valor da compra. Você também precisará contratar um seguro residencial. Para mais informações sobre os custos para compra de uma casa na Irlanda, entre em contato com:

The Society of Chartered Surveyors Ireland
38 Merrion Square, Dublin 2
Telefone: 01 6445500
E-mail: info@scsi.ie

Site: www.scsi.ie

Existe abatimento fiscal para pagamentos de financiamento?

Yes. Em 1º de janeiro de 2002, os financiadores passaram a oferecer abatimento fiscal para juros de financiamento residencial (conhecido como TRS -Tax Relief at Source [Abatimento Fiscal na Fonte]), na forma de pagamento reduzido do financiamento ou de crédito em conta. Contudo, a partir de maio de 2009, o abatimento nos juros de financiamento se aplica apenas aos primeiros sete anos fiscais do financiamento, nas seguintes condições:

Novos mutuários:

  • 25% para o primeiro e o segundo ano fiscal
  • 22,5% para o terceiro, quarto e quinto ano fiscal
  • 20% para o sexto e o sétimo ano fiscal

O limite é de € 10.000 para solteiros e € 20.000 para casados ou viúvos.

Caso não seja um novo mutuário:

  • 15% de € 3.000, caso seja solteiro
  • 15% de € 6.000, caso seja casado ou viúvo

Quem são os novos mutuários?

Caso tenha recebido abatimento fiscal a partir de 2003, você é considerado um novo mutuário para os fins do TRS, mas se recebeu abatimento fiscal antes de 2003, não é mais considerado novo mutuário.

Como posso me candidatar?

Você deve preencher um formulário TRS1 e enviá-lo aos Revenue Comissioners (Delegados da Receita Federal) quando tiver pago a primeira parcela da amortização do financiamento.

Volta ao Topo

Coleta e reciclagem de lixo

As autoridades locais e os coletores de lixo particulares usam cestos com rodas ou cestos pré-pagos identificados para a coleta de lixo. Cada residência normalmente recebe um cesto com rodas para lixo comum e um “cesto verde” para lixo reciclável.

As autoridades locais também têm “bancos de coleta”, que são pontos de coleta onde você pode deixar materiais recicláveis. Para saber onde ficam os bancos de coleta da sua região, acesse: www.repak.ie.

Isenção de coleta

Em algumas regiões administradas pela autoridade local, as famílias de baixa renda não precisam pagar as tarifas de operadores de coleta privados nem das autoridades locais. Isso recebe o nome de isenção de coleta. Você deve entrar em contato com a autoridade local para saber se ela trabalha com esse sistema de isenção.

Volta ao Topo

Itens de segurança doméstica

Como posso prevenir incêndio em minha casa?

  • Instale detectores de fumaça. Em uma casa de dois andares, deve haver pelo menos 4 detectores de fumaça
  • Planeje uma simulação de evacuação, para que cada morador da casa saiba o que fazer em caso de incêndio

Consulte “Fire Safety” (Segurança contra incêndios) na seção “Local Government” (Governo local) de www.environ.ie para obter uma ficha de verificação de itens de segurança doméstica.

Volta ao Topo

Licença para TV

Quem precisa de uma licença para TV?

Toda residência, comércio ou instituição na Irlanda que possuir televisão ou outro equipamento capaz de receber sinal de televisão (antena, antena parabólica ou cabo, por exemplo) deve ter uma licença para TV.

Onde posso comprar uma licença para TV?

Você pode comprar sua licença para TV em:

Para obter mais informações, entre em contato com o TV Licence Records Office (Escritório de Registros de Licenças para TV).

O que acontece se eu não tiver uma licença para TV?

Os fiscais das licenças para TV viajam por todo o país para verificar se você tem uma licença para TV. Quem não tiver a licença pode receber uma multa de cerca de € 1000.

Volta ao Topo

Linha telefônica no alojamento

Existe uma linha telefônica no meu alojamento. Como posso garantir que a conta chegue em meu nome?

Em caso de locação, o locador deve informar à companhia telefônica que agora você é o responsável pela conta. A conta será transferida para o seu nome e emitida para você.

Existe uma linha telefônica em meu alojamento, mas não quero uma linha fixa. O que posso fazer?

Em caso de locação, você deve verificar com o locador se a conta da companhia telefônica pode ser cancelada. Caso contrário, o locador pode informar à companhia telefônica que você é responsável pela conta, e você receberá a conta pela locação da linha mesmo que não faça ligações.

Volta ao Topo

Falta de moradia

Caso não tenha onde morar, deve entrar em contato com a autoridade local ou ligar para o número gratuito 1800 724 724 (apenas em Dublin) para obter orientação e informações para acesso a alojamento de emergência.

Você também pode se dirigir à Crosscare Housing and Welfare Information (Informações sobre moradia e previdência da Crosscare) para obter informações sobre centros que oferecem refeições, abrigo e serviços de saúde gratuitos ou a preços populares.

Para obter um mapa de serviços para sem-teto na cidade de Dublin, acesse: http://www.centrecare.ie/Map%20of%20Homeless%20Services%20in%20Dublin.pdf

Outras organizações para sem-teto incluem:

Simon Communities of Ireland: www.simon.ie

Focus Ireland
9/12 High Street
Christchurch
Dublin 8
Telefone: 01 8815900
Site: www.focusireland.ie

Observação: Há leitos em falta nos abrigos para sem-teto, então não há garantia de que você será alojado. Quem conseguir o alojamento só poderá permanecer por uma ou duas noites.

Volta ao Topo

Trabalho

Share |

work text here

Sistema de imigração

Share |

Ressalva: Estas informações são apenas para orientação. A política e a legislação oficiais estão sujeitas a mudanças. Consulte o Irish Naturalisation and Immigration Service (Serviço Irlandês de Naturalização e Imigração) para obter as informações mais recentes: www.inis.gov.ie

O INIS (Irish Naturalisation and Immigration Service, Serviço Irlandês de Naturalização e Imigração) e o GNIB (Garda National Immigration Bureau, Escritório de Imigração da Guarda Nacional) são os dois órgãos que administram o sistema de imigração.

As sedes do INIS e do GNIB estão localizadas em 13/14 Burgh Quay, Dublin 2.

Onde posso me cadastrar no Garda National Immigration Bureau (Escritório de Imigração da Guarda Nacional)?

Se você mora em Dublin, deve comparecer aos escritórios do GNIB, em 13/14 Burgh Quay, Dublin 2.

Se morar fora de Dublin, deve comparecer à sede distrital da Guarda para se registrar com o Oficial de Imigração. Entre em contato com o Garda Station (Posto da Guarda) local para obter mais informações. Você pode obter o endereço da Sede Distrital da Guarda no site www.citizensinformation.ie , em ‘Find an address’.

Quando se registrar no GNIB, você receberá um Certificado de Registro, na forma de uma carteira do GNIB. Essa carteira traz informações sobre a sua situação de imigração. No momento, a taxa para emissão da carteira do GNIB é de €150. Esta pode ser paga com cartão de débito/crédito ou transferência bancária. Para obter mais informações em inglês, acesse: www.garda.ie.

IMPORTANTE: Mantenha sua situação imigratória sempre atualizada. Se houver qualquer problema, como por exemplo um atraso na renovação de sua permissão de trabalho, entre em contato com seu Oficial de Imigração, que lhe dará um carimbo temporário com validade de pelo menos 3 meses.

Volta ao Topo

Informações para os jovens

Eu tenho 16 anos. Preciso me registrar no Garda National Immigration Bureau (Escritório de Imigração da Guarda Nacional), como meus pais?

Yes. Todos os jovens precisam se registrar no GNIB quando completam 16 anos. Seus pais devem acompanhá-lo ao Oficial de Imigração local.

Observação: Não existe um carimbo específico para jovens que vêm à Irlanda ficar com seus pais. Portanto, você receberá um carimbo 2 ou 2A ou, em alguns casos, um carimbo 3. Normalmente, o carimbo 2/2A não contribui para a obtenção da cidadania, mas no seu caso contará como tempo de residência para naturalização, contanto que seus pais sejam registrados no GNIB ou tenham cidadania irlandesa.

Volta ao Topo

Solicitações de visto

Desde 2008, os cidadãos de alguns países precisam solicitar o visto irlandês pela Internet. As informações para o preenchimento do formulário on-line estão disponíveis em vários idiomas em www.inis.gov.ie.

Para solicitar on-line, acesse: www.visas.inis.gov.ie

Esse formulário pode ser preenchido somente em inglês. Quando terminar de preencher o formulário, envie-o e imprima uma folha de resumo. Essa folha traz o endereço da principal embaixada/consulado da Irlanda ou setor de vistos para onde a solicitação e os documentos correspondentes devem ser enviados.

Meu casamento aconteceu em uma cerimônia religiosa fora da Irlanda. Gostaria de trazer meu cônjuge para a Irlanda. Como proceder?

Se seu cônjuge for originário de um país com exigência de visto, ele(a) deve solicitar um visto tipo D, para acompanhamento de cônjuge. Você deve fornecer informações sobre seu relacionamento antes do casamento, provas de que mantêm contato quando não estão juntos, certidão de casamento, fotos de sua cerimônia de casamento e informações sobre seu relacionamento desde que se casaram. Também recomendamos registrar seu casamento junto às autoridades civis para receber uma certidão de casamento oficial. Caso tenha visitado seu cônjuge depois do casamento, você deve apresentar as passagens e carimbos no passaporte.

Volta ao Topo

Viagens ao exterior durante a residência na Irlanda

Preciso de visto para ir ao Reino Unido?

Depende da sua nacionalidade. Se você é originário de um país para o qual é necessário visto para o Reino Unido (incluindo Irlanda do Norte), precisará solicitar um visto. Caso não seja necessário visto de seu país para o Reino Unido você não precisará de visto, mas pode estar sujeito ao controle de imigração na chegada.

Volta ao Topo

Resumo dos carimbos de imigração

Existem 4 carimbos de imigração principais. Segue abaixo um resumo de cada um:

Carimbo de imigração

Exemplo

Carimbo 1

Emitido para quem recebeu permissão de trabalho, permissão de residência, permissão de trabalho para dependente de cônjuge, permissão para abrir um negócio

Carimbo 1A

Emitido para estudantes de contabilidade, para fins de treinamento em tempo integral

Carimbo 2

Emitido para estudantes matriculados em curso de período integral de instituição reconhecida pelo Department of Education and Science (Ministério da Educação e Ciência). Esses estudantes podem trabalhar 20 horas semanais durante o período letivo e em tempo integral durante as férias.

Carimbo 2A

Emitido para estudantes matriculados em cursos não reconhecidos pelo Department of Education (Ministério da Educação). Esses estudantes não têm permissão para trabalhar.

Carimbo 3

Emitido para originário de país não pertencente à EEA, cônjuge ou dependente de um detentor de permissão de trabalho; para visitante originário de país não pertencente à EEA; para aposentado independente originário de país não pertencente à EEA ou para ministro religioso ou membro de ordem religiosa originário de país não pertencente à EEA

Carimbo 4

Emitido para membro da família de pessoa originária de país pertencente à EEA, que não seja originário da EEA; para cônjuge/parceiro de cidadão irlandês, não originário da EEA; para refugiados, refugiados de programas humanitários, indivíduos beneficiários de reunificação familiar de acordo com a Refugee Act (Lei sobre refugiados) de 1996 (aditada))

Carimbo 4EU FAM

Emitido para parente, não originário da EEA, de cidadão de país da UE, quando se qualificar de acordo com a Regulamentação das Comunidades Europeias (Livre Circulação de Pessoas) de 2006. Consulte www.inis.gov.ie

Observação: Os portadores de autorização para trabalho/visto de trabalho receberam o Carimbo 4, mas este sistema foi substituído pelo programa de permissão de residência.

Volta ao Topo

Caminhos para a imigração

Suas opções, dentro do sistema de imigração, dependem da sua situação imigratória atual. O tempo de residência necessário para solicitar cada opção aparece entre parênteses:

Carimbo 1

Permissão de trabalho →Residência de longo prazo e/ou cidadania (60 meses)

Permissão de residência →Residência de longo prazo (24 meses) →Cidadania (60 meses)

Carimbo 2

Permissão para estudante→Programa de graduação (permissão de trabalho) →Residência de longo prazo e/ou cidadania (60 meses)

Carimbo 3

Carimbo 3 →Permissão de trabalho para dependente de cônjuge (carimbo 1) →Residência de longo prazo e/ou cidadania (60 meses)

Carimbo 3 →cidadania (60 meses)

Carimbo 4

Carimbo 4 (Filho nascido na Irlanda, autorização de permanência) →Cidadania (60 meses)

Carimbo 4 (Cônjuge de cidadão irlandês, condição de refugiado) →Cidadania (36 meses)

Observação: Carimbo 4 (Autorização de trabalho/visto de trabalho) →Residência de longo prazo e/ou Cidadania (60 meses)

Carimbo 4EU FAM

Carimbo 4EU FAM →Cartão de Residência Permanente e Cidadania (60 meses)

Para obter mais informações sobre o processo de requisição de residência de longo prazo, consulte www.inis.gov.ie ou www.migrantproject.ie

Para obter mais informações sobre cidadania, veja abaixo. Para informações sobre o processo de requisição de cidadania, acesse www.inis.gov.ie ou www.immigrantcouncil.ie

Carimbo 5

Também é possível solicitar um Endosso “Não condicionado ao tempo de permanência” (Carimbo 5). Para solicitá-lo, é necessário estar morando no estado há 8 anos. O tempo de estadia no país com visto de estudante ou pedido de asilo não contará para o Carimbo 5. Esta é uma opção de residência para pessoas que não desejem solicitar a cidadania irlandesa. Para obter mais informações, acesse: http://www.inis.gov.ie/en/INIS/Pages/Without_Condition_As_To_Time_Endorsements

IMPORTANTE: Caso esteja fazendo uma requisição em qualquer uma das seções do INIS, guarde cópias de todos os documentos que enviar ao INIS. Guarde também as cartas originais enviadas pelo INIS em local seguro e sempre envie as requisições por carta registrada. Você deve mencionar seu número do Department of Justice (Ministério da Justiça), que fica na carteira do GNIB (69/12345/00, por exemplo). Se você mudar de endereço enquanto aguarda uma resposta do Irish Naturalisation and Immigration Service (Serviço Irlandês de Naturalização e Imigração), informe-lhes o endereço novo por escrito.

Sou cônjuge dependente e me divorciei do meu cônjuge. Como isso afeta minha situação imigratória na Irlanda?

Você deve informar ao seu Oficial de Imigração qualquer mudança em sua situação pessoal. Ele(a) provavelmente o indicará para a General Immigration Division (Divisão Geral de Imigração), que analisa cada caso isoladamente.

Volta ao Topo

União estável

Não sou cidadão da UE. Tenho um parceiro irlandês. Posso solicitar residência na Irlanda?

Yes. Você precisará comprovar dois anos de relacionamento estável. Para obter mais informações, acesse www.inis.gov.ieou entre em contato com o Crosscare Migrant Project (Projeto para Migrantes da Crosscare).

  • Confira o folheto do Projeto para Migrantes da Crosscare (Crosscare Migrant Project), informações sobre imigração para os familiares e cônjugues de cidadãos irlandeses
  • Confira o folheto GLEN com informações sobre imigração para pessoas do mesmo sexo

Não sou cidadão da UE. Tenho um parceiro que é cidadão da UE. Posso solicitar residência na Irlanda?

Yes. Você precisará comprovar dois anos de relacionamento estável. Para obter mais informações, acesse www.inis.gov.ie ou entre em contato com o Crosscare Migrant Project (Projeto para Migrantes da Crosscare).

Volta ao Topo

Cidadania

Como me qualifico para cidadania irlandesa?

Você pode se qualificar para cidadania irlandesa através de

  • Nascimento ou descendência
  • Naturalização

Através de nascimento ou descendência

De acordo com as disposições da Irish Nationality and Citizenship Act (Lei de nacionalidade e cidadania irlandesa) de 2004, as crianças descendentes de pais estrangeiros nascidas a partir de 1º de janeiro de 2005 não adquirem direito à cidadania irlandesa automaticamente. Um dos pais deve residir legalmente na Irlanda por pelo menos três dos quatro anos imediatamente anteriores ao nascimento da criança. Mediante comprovação de ligação legítima com a Irlanda, os filhos terão direito à cidadania irlandesa.

Se um dos pais for cidadão irlandês à época do nascimento, você automaticamente terá direito à cidadania irlandesa, não importa onde nasceu. Se você tiver nascido fora da Irlanda, mas for filho de cidadão irlandês nascido na Irlanda, terá direito à cidadania irlandesa.

Se seu pai ou mãe tiver obtido a cidadania irlandesa antes de você nascer, através de casamento, adoção ou naturalização, por exemplo, você também tem direito à cidadania irlandesa.

Se um dos seus avós for cidadão irlandês, mas nenhum dos seus pais for, você pode pleitear a cidadania. Seu nascimento deverá ser registrado no Foreign Births Register (Registro de Nascimentos no Exterior).

Através de naturalização

Naturalização é o processo pelo qual um estrangeiro que vive na Irlanda pode pleitear a cidadania irlandesa. Para pleitear a naturalização, é necessário residir fisicamente na Irlanda por um certo período.

Quem pode pleitear a naturalização?

Caso deseje se tornar um cidadão irlandês através de naturalização, você deve:

  • Ter no mínimo 18 anos, ou
  • Ser menor de idade nascido no Estado, e
  • Ter boa índole – a Garda Síochána (Polícia Irlandesa) deverá apresentar um relatório sobre seus antecedentes. Qualquer registro criminal ou processo em andamento pesará na decisão do Minister for Justice, Equality and Law Reform (Ministro da Justiça, Igualdade e Reforma Legislativa) sobre a naturalização.
  • Os detalhes de qualquer processo, criminal ou civil, no Estado ou qualquer outra jurisdição, serão informados no formulário de solicitação, e
  • Contar um período de 1 ano de residência contínua no Estado imediatamente antes da data do pedido de naturalização, e um período total de residência no Estado de 4 anos, nos últimos 8 anos.

(ao todo, você deve ter 5 anos de residência comprovada nos últimos 9 anos).

  • Pretender, de boa fé, continuar residindo no Estado depois da naturalização, e
  • Fazer uma declaração de fidelidade à nação e lealdade ao Estado

Ressaltamos que o tempo com visto de estudante, visto de trabalho nas férias ou tempo durante um pedido indeferido de condição de refugiado na Irlanda não podem ser computados como períodos de residência comprovada para efeito de naturalização.

O Minister for Justice, Equality and Law Reform (Ministro da Justiça, Igualdade e Reforma Legislativa) tem o poder de desconsiderar uma ou mais das condições de naturalização:

  • Se você tiver ascendência irlandesa ou parentesco com irlandeses, ou se for pai/mãe ou guardião fazendo a solicitação em nome de um menor com ascendência irlandesa ou parentesco com irlandeses
  • Se você for pai/mãe naturalizado(a) fazendo a solicitação em nome de um menor
  • Se você for cônjuge de um cidadão irlandês (ao todo, são necessários apenas 3 anos de residência comprovada)
  • Se você morou no exterior em função de serviço público
  • Se você é reconhecido como refugiado (ao todo, são necessários apenas 3 anos de residência comprovada) ou apátrida

Estou solicitando cidadania. Preciso enviar uma tradução oficial da minha certidão de casamento. Como proceder?

Procure o serviço de um tradutor juramentado. O tradutor juramentado cumpriu todos os critérios definidos pela Irish Translators’ and Interpreters’ Association (Associação Irlandesa dos Tradutores e Intérpretes).

A lista de documentos oficiais que exigem tradução juramentada inclui:

  • Certidões de nascimento
  • Certidões de casamento
  • Documentos de divórcio ou separação
  • Certidões de óbito
  • Documentos de adoção
  • Documentos de custódia
  • Diplomas e certificados
  • Declarações juramentadas
  • Decisões judiciais

Para obter mais informações, entre em contato com:

Irish Translator’s and Interpreters’ Association, Irish Writers’ Centre, 19 Parnell Square, Dublin 1
Telefone: 01 8726282
E-mail: itiasecretary@gmail.com
Site: www.translatorsassociation.ie

Informações para os jovens

Tenho direito à cidadania irlandesa se meus pais se tornarem cidadãos irlandeses?

Depende da sua idade. Se tiver menos de 18 anos, seus pais podem solicitar a cidadania irlandesa para você. Se tiver 18 anos ou mais, você mesmo deverá pleitear a cidadania.

Para obter mais detalhes sobre cidadania e formulários de requisição de naturalização, entre em contato com o Irish Naturalisation and Immigration Service (Serviço Irlandês de Naturalização e Imigração), pelo site www.inis.gov.ie .

Volta ao Topo

Grupos de suporte à imigração perto de você:

Dublin

Crosscare Migrant Project (Projeto para Migrantes da Crosscare)
1 Cathedral Street, Dublin 1
Telefone: 01 8732844
E-mail:migrantproject@crosscare.ie
Site: www.migrantproject.ie

Migrant Rights Centre Ireland (Centro de Direitos de Migrantes da Irlanda)
55 Parnell Square West, Dublin 1
Telefone: 01 8897570
E-mail: info@mrci.ie
Site: www.mrci.ie

Immigrant Council of Ireland (Conselho de Imigração da Irlanda)
2 St. Andrews Street, Dublin 2
Telefone: 01 6740200
E-mail: info@immigrantcouncil.ie
Site: www.immigrantcouncil.ie

Cork

NASC
Enterprise House, 35 Mary Street, Cork
Telefone: 021 4317411
E-mail: info@nascireland.org
Site: www.nascireland.org

Galway

Galway Migrant Service (Serviço ao Migrante de Galway)
C/o Galway City Partnership, 3 The Plaza, Headford Road, Galway
Telephone: 091 773466 / 086 6020580
E-mail: katya@galwaymigrantservice.ie / foley@galwaymigrantservice.ie

Limerick

Doras Luimni
Mount Street, Vincent O’Connell Avenue, Limerick
Telefone: 061 310328
E-mail:info@dorasluimni.org
Site: www.dorasluimni.org

Ennis

Clare Immigrant Support Centre (Centro de Suporte ao Imigrante de Clare)
Carmody Business Centre, Carmody Street, Ennis, Co. Clare
Telefone: 065 6822026 ou 087 2385990
E-mail: cisc@eircom.net

Volta ao Topo

Sobre Living in Ireland

Share |

Sobre Living in Ireland (About Living in Ireland: Portuguese Version) from Crosscare Migrant Project on Vimeo.

Este site deve ser usado apenas como guia. Apesar de nos esforçarmos para garantir que as informações sejam atualizadas e precisas, o Crosscare Migrant Project (Projeto para migrantes da Crosscare) não se responsabilizará por nenhum erro. A inclusão neste site não é garantia de qualidade, tampouco significa que qualquer serviço ou organização seja aprovado.

Living in Ireland é um recurso multifuncional fácil de usar criado pelo Crosscare Migrant Project (Projeto para Migrantes da Crosscare). Ele fornece informações gerais sobre direitos em cinco idiomas, além de explorar a cultura, o idioma, a história, a sociedade e a participação na Irlanda. Não se trata de um guia definitivo sobre a vida na Irlanda, mas de um ponto de partida para promover a interação e o intercâmbio entre residentes e cidadãos. Um fórum voluntário chamado Living in Ireland Website Group com sigla LIIWG ajuda no desenvolvimento deste website. O LIIWG se reúne regularmente para decidir sobre o conteúdo e o layout do site. Caso acha interesse em participar do LIIWG entre em contato com Nicola Yau: nicolayau@croscare.ie.

Este projeto é co-financiado pela Comissão Européia autorizado pelo Fundo Europeu de Integração e é apoiado pelo Escritório para a Promoção da integração dos migrantes do Departamento de Justiça e Igualdade e Pobal.

O Crosscare Migrant Project (Projeto para migrantes da Crosscare), antes denominado Emigrant Advice (Orientação a Emigrantes), é um projeto não governamental para informação e apoio que fornece informações para migrantes e emigrantes que pretendam ir ou voltar para a Irlanda ou já estejam no país, além de trabalhar para obter mudanças positivas na política de migração. É é um projeto da Crosscare, a Agência de Assistência Social da Arquidiocese de Dublin.

Siga-nos no Twitter: http://twitter.com/LivinginIreland

Volta ao Topo

Supported by

This project is co-financed by the European Commission under the European Integration Fund and is supported by the Office for the Promotion of Migrant Integration in the Dept of Justice & Equality & Pobal.